Traduzir

11 setembro 2020

Homem de 70 anos morreu após sentir dificuldades durante prática de mergulho

Um homem de 70 anos, habilitado como instrutor de mergulho recreativo, ficou em dificuldades durante a prática da atividade de mergulho, a cerca de 20 metros de profundidade ao largo do Ilhéu da Praia, na Ilha Graciosa, tendo acabado por falecer numa unidade hospitalar.
Segundo a Autoridade Marítima, “a vítima foi resgatada por dois elementos que o acompanhavam para bordo da embarcação em que se haviam deslocado para o local do mergulho, tendo sido transportada para o porto de Vila da Praia”.
Foi também ativada uma ambulância para o local, que assistiu a vítima e efetuou o transporte para o Centro de Saúde, no entanto, “acabou por não resistir, tendo o óbito sido declarado na unidade hospitalar”. A Polícia Marítima de Angra do Heroísmo tomou conta da ocorrência no local.

Trata-se de Gomes Pedro, de 70 anos de idade, antigo Presidente da Federação Portuguesa de Atividades Subaquáticas (FPAS), cargo que ocupava quando a Graciosa recebeu o primeiro Campeonato Nacional de Fotografia Subaquática em 2004 e desde então era um apaixonado pela Graciosa e pelo seu mar, onde vinha várias vezes no ano.

Twitter Facebook Favorites More