Traduzir

Loading...

sábado, 22 de Novembro de 2014

Resultados futebol juniores D

Luzense 2- Graciosa 7 e
Maritimo 9- Guadalupe 2

Resultados de futebol séniores

Maritimo 1, Prainha 0 e Vale Formoso 0, Guadalupe 1

Plano e Orçamento para 2015 foi aprovado por maioria, com votos contra do PSD

O último ponto da ordem de trabalhos da reunião, que já se prolongava por mais de 3 horas, foi a apreciação e votação das grandes opções do plano e proposta de orçamento para 2015, no valor de 5 milhões, 449 mil e 974 euros, que contempla duas obras de maior volume, rede de águas da zona norte do concelho e parque industrial.
O documento foi aprovado com 12 votos a favor do PS e 7 votos contra do PSD.
Na declaração de voto, o PS justificou a aprovação do documento por considerar que as obras que contempla são estruturantes para o concelho. José Ávila disse ainda no final do encontro que as opções tomadas não vão gerar dificuldades aos graciosenses, como o PSD quis fazer passar, mas sim gerar mais investimento na área social, o que é muito importante.

Na declaração de voto do PSD, João Costa lamentou que sejam discutidas e se vote um documeno cujos valores não são reais, pois não contemplam as transferências de estado, com receitas em 2015 de + 182 mil euros, a que se juntam ainda as transferências da república.
O líder da bancada PSD lamentou ainda a posição do município em teimar não devolver o IRS aos graciosenses.


O PSD não tinha a sua declaração de voto passada a escrito, o que levou João Teixeira a solicitar que o fizessem.
João Costa reagiu depois em esclarecimento enviado à nossa redação em que lembra que “apesar de ter sido solicitado à mesa que indicasse a norma que obrigava à entrega das declarações de voto por escrito, o que não obteve por parte da mesa qualquer resposta, a bem da verdade importa esclarecer que o artigo 28º do Regimento da Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa, estipula o seu n.º 1: “Cada Membro da Assembleia tem direito a fazer, no final de cada votação, uma declaração de voto, esclarecendo o sentido da sua votação.” Já o n.º 2 do mesmo artigo diz: “As declarações de voto podem ser escritas ou orais, não podendo exceder, neste último caso 5 minutos.” Já o n.º 3 do mesmo artigo diz: “As declarações de voto escritas são entregues na mesa até ao final da reunião.” 


Participação variável do município no IRS até 5% aprovado pela maioria socialista

O segundo ponto da ordem de trabalhos, sobre a derrama a cobrar em 2015, com o municipio a optar pela isenção total, foi aprovado por unanimidade.


A mesma situação não se verificou em relação à participação variável do IRS, até 5%.
O presidente da autarquia esclareceu que devido à conjuntura actual não podem prescindir desta verba, o que gerou discordância do PSD, que quis saber nos últimos 2 anos onde tem sido aplicada a verba que o município tem recebido através deste imposto. Avelar Santos disse que tem sido aplicada na área social, como as bolsas de estudo e apoio à natalidade, com João Costa a contrapor que não houve aumento nessas rubricas e que o município vai receber 93 mil euros, só deste imposto, quando este ano foi 60 mil, não sendo admissível que não devolva pelos menos parte aos graciosenses.
José Ávila ainda interveio para dizer que se trata de uma opção social e que o aumento da receita deve-se ao aumento brusco dos imposto e indagou a câmara sobre os programas de emprego a que tem recorrido, tendo obtido a resposta que neste momento são 30 os trabalhadores, nos mais variados projectos, o que representa um investimento de 136 mil euros.
Avelar Santos também esclareceu que só alguns é que iriam receber esse reembolso, pois na ilha é uma minoria de pessoas que recebe acima dos 2 mil euros de ordenado.

Depois de mais alguma discussão, onde também entrou o deputado municipal Ricardo Ramalho, que mostrou que uma minoria das câmaras abdica deste imposto, a proposta foi aprovada pela maioria socialista, com votos contra de toda a bancada PSD. Ambos apresentaram declarações de voto, justificando os motivos que já tinham expressado.

Saídas frequentes do presidente da Câmara geram discussão acesa na Assembleia Municipal

A Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa reuniu na noite de Sexta-feira, com 4 pontos na agenda.
No primeiro ponto, apreciação e votação do relatório de atividades e situação financeira da Câmara Municipal, João Costa foi o primeiro a pedir a palavra sobre a atividade do dia 4 de Novembro, em que foi discutida ADOC-Gestão Documental, com Avelar Santos a não lembrar-se do assunto, levando o deputado municipal do PSD a lamentar que o presidente da Câmara tenha ido passear para a Madeira, sendo um facto que desconhece, o que se passou no colóquio da ATAM, onde supostamente estaria a participar.
Avelar Santos respondeu que não esteve uma semana na Madeira e que foi a Porto Santo, através de um convite, para observar uma estação de dessalinização de água. O autarca referiu que durante o congresso muitos assuntos importantes foram falados e esclareceu que depois do congresso é que gozou uma semana de férias em Lisboa, e não, enquanto esteve no Congresso da Associação de Técnicos Municipais.
José Ávila, líder da bancada PS, lamentou que se tenha chegado a este tipo de discussão, afirmando que estava-se a ultrapassar aquilo que é o papel da assembleia e lembrou que ele próprio quando uma vez participou nesse congresso, havia até excursões para quem quisesse conhecer o local, onde estava a decorrer o encontro.
João Costa ainda apresentou o programa do colóquio, e disse não poder ser “normal”, ir-se para colóquios e estar-se a passear enquanto estes decorrem, o que demonstra o ponto a que se chegou. Num tempo de dificuldades, não é admissível para João Costa, o que se passou e convidou o autarca a reflectir sobre as actas da Câmara Municipal, que espelham que a senhora vice-presidente é que o substitui constantemente.
Avelar Santos acusou o deputado que ser incorrecto ao tentar fazer galhofa na assembleia e afirmou que quando sai em serviço da câmara, vai satisfeito, com o objectivo de trazer benefícios para a ilha.
Gerou-se um longo período de discussão sobre o assunto, por vezes até com palavras mais fortes de ambas as partes, com o deputado da bancada PSD a insistir que deve haver cautela na forma como se gasta os dinheiros públicos, quando há graciosenses a passar fome, devendo ser o presidente da Câmara o primeiro a dar o exemplo.

Avelar Santos acusou o deputado de mesquinhez e quando a discussão já ia longa e a aumentar de intensidade, João Teixeira, presidente da Assembleia viu-se obrigado a intervir, chamando à atenção pelo respeito que se deve ter pelos munícipes, que a Assembleia não é lugar para especulações e pediu a dignificação dos trabalhos.

Marina da Barra foi ponto de destaque no período antes da ordem do dia na Assembleia Municipal

No período antes da ordem do dia, José Gabriel Martins, do PSD, perguntou sobre a causa da morte dos peixes dos pauis, com o presidente da Câmara a esclarecer que ainda não são conhecidos os resultados das análises à água.
João Costa, também do PSD, perguntou sobre a obra da marina, que não consta do plano do Governo, quando a câmara diz que a obra está prevista., tendo o secretário afirmado que a obra prevista para a Barra é um molhe de protecção.
Avelar Santos disse que existe 1 milhão de euros para a obra, reconheceu ser pouco, mas que chega para que se comece.
João Costa explanou ainda sobre o plano do governo, em que consta a menção de menos 0% de investimento na marina da barra, em comparação com 2014 e perguntou se se vão fazer obras incompletas, estragando a barra, tal como fizeram com a praia. O projecto que a câmara apresentou é uma marina e não um molhe, levando o deputado a perguntar “ como vai a autarquia candidatar a fundos comunitários?”
Avelar Santos deu a explicação de que não é a câmara a avançar, mas sim a Portos dos Açores, o projecto e os estudos estão prontos e é de muita importância e necessidade que a ilha tenha uma marina. O autarca reconheceu que a obra deveria estar mais orçamentada, mas “interessa é que se comece e depois se verá”.
João Costa disse que se está a mentir aos graciosenses, porque não é uma marina que se vai construir, com José Ávila a afirmar que a obra está a andar devagar, fruto das marina serem consideradas prioridades negativas pelo Governo na República, no novo quadro comunitário.
O deputado socialista garantiu que se está mais perto de ter a marina, que todos tanto desejam.
João Costa acusou ainda os executivos socialistas de incompetência, por isso a Graciosa ainda não dispõe desta estrutura, pois gastaram tempo e dinheiro em tantos projectos.
George Ortins do PS, perguntou qual a sensibilidade da câmara para a revisão do PDM, tendo sido esclarecido que logo que esteja em vigor a 1ª lei geral dos solos, as câmaras do pais serão obrigadas a actualizar os PDM, o que possivelmente acontecerá em 2015.
Marco Nuno Silva, agradeceu a intervenção na Canada do Fidalgo e revelou preocupação com o que se está a passar no Caminho da Igreja, no Guadalupe, com muitos cortes de água e rebentamentos.
Avelar Santos disse que há muita água na zona e a rede é muito velha, mas mesmo que fosse nova poderia haver problemas. A autarquia vai pedir colaboração às obras públicas para ajudar a minorar o problema.
O autarca de Guadalupe perguntou ainda sobre uma obra na Esperança Velha, que está levar ao fecho de um caminho e abertura de outro ais estreito, o que tem gerado queixas.
Avelar Santos disse que a obra, trata-se um projecto de turismo rural, é legal, está licenciada e que será fiscalizada para se saber que o projecto está a ser cumprido.



Votos de congratulação pelos 75 anos do Mocidade Praiense e Graciosa Futebol Club

A reunião de Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa, realiza na Sexta-feira, começou com a substituição de Líbia Silva, por João Natal Bettencourt.
A deputada municipal do PS perdeu o mandato, por se encontrar ausente à mais de um ano.
Da bancada PS foram apresentados dois votos de congratulação pela comemoração de 75 anos de actividade, do Mocidade Praiense e do Graciosa Futebol Club.

Ambos os votos foram aprovados por unanimidade, reconhecendo o contributo dos dois clubes, ao serviço do desporto e da cultura.

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

SCSC 3 CDESM 0 nos dois jogos da jornada

Na Sexta-feira, o Santa Cruz venceu o Clube. Desportivo Escolar de Santa Maria por 3-0, com parciais 25-22 25-13 e 25-14.

Na manhã de Sábado, nova vitória da equipa graciosense por 3-0, parciais de 25-11, 25-18 e 25-13.

Resumo Semanal de 17 a 21 de Novembro de 2014


Academia Musical ainda sem data para inicio das aulas


O processo para que a instituição consiga o paralelismo pedagógico, junto do Governo Regional, está a ser complicado demais, conforme nos disse o Director da Academia, José Gabriel Martins.
Segundo aquele responsável estão a tentar responder a todas as exigências que têm sido feitas, sendo uma delas sobre as instalações que não oferecem condições ao funcionamento de uma escola. Para ultrapassar esse obstáculo, foi feito um acordo com a Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa, para que a escola de música funcione na parte nova do edifício do antigo Centro de Saúde, logo que a Creche que lá funciona seja transferida para a nova escola.
Nesta altura a Academia trata do projecto do edifício, para que seja enviado e aguardam depois o aval da secretaria, para que esteja tudo pronto a iniciar as aulas.
À espera da autorização para que as aulas comecem, estão cerca de 50 alunos inscritos e uma equipa de 6 profissionais, devidamente habilitados para o efeito.
José Gabriel Martins diz que se trata de uma demora excessiva em todo este processo, cheirando já a “falta de boa vontade” por parte da secretaria, mas garante que a direcção da Academia está a resolver tudo, com o maior empenho, para que a escola abra logo que possível.
A Academia Musical da Ilha Graciosa está numa situação económica complicada e só depois de conseguir funcionar com o paralelismo pedagógico é que tem direito aos apoios do governo.
Entretanto algumas situações mais graves de divida ao estado, passíveis de penhora, foram ultrapassadas com o apoio dado pela Câmara Municipal.
Ainda existem alguns ordenados em atraso e os funcionários da academia foram integrados na Escola Secundária de Santa Cruz da Graciosa.





Marina, Matadouro e estradas regionais estão previstas no plano para 2015

O Plano e Orçamento regional para 2015 contempla o início de obras importantes para a Graciosa, afirma José Avila.
O deputado do PS disse em declarações à Rádio Graciosa que a obra, muito desejada, do matadouro, avançará em 2015, tal como a conclusão da rede de estradas e a marina.
José Ávila garante a obra da Marina vai avançar, pois o montante de 1 milhão de euros, permite o pagamento do 1º auto da obra.
O deputado graciosense avançou mesmo que a obra será lançada, no primeiro semestre de 2015.
José Ávila afirma que o plano e orçamento é também no geral um bom documento, na medida em que há um reforço de verbas.





Pesca descarregada desceu mais de 7 toneladas em Outubro

Os dados do Serviço Regional de Estatística indicam que em Outubro foram descarregados em lota 9 mil e 681 kg de peixe, uma redução de 7 mil 126 Kg, quando comparado com os 16 mil 807 kg, do mesmo mês de 2013.
De Janeiro a Outubro deste ano foram descarregados em lota 117 mil 457 kg de peixe, uma redução de 15 mil 419 kg em relação ao mesmo período do ano passado.





Deputados socialistas reuniram com Associação de Pescadores e Lotaçor

Os deputados socialistas Graciosenses, José Ávila e Ricardo Ramalho, reuniram segunda-feira com a Associação dos Pescadores Graciosenses e com o representante na ilha da empresa pública Lotaçor, tendo assistido também a uma sessão de venda de pescado em lota.
As acções decorreram no âmbito do Roteiro do Mar que o Grupo Parlamentar do Partido Socialista está a realizar por todas as ilhas dos Açores e segundo José Ávila, “estas reuniões servem, em primeiro lugar, para valorizar as atividades ligadas à fileira da pesca nesta ilha que, só por si, são responsáveis por uma grande parte das exportações e pela introdução de valor acrescentado na economia local”.
Para o deputado socialista a importância deste momento, que “contribuiu para a inventariação das principais dificuldades” e para o “conhecimento dos projetos para o futuro, nomeadamente aqueles que promovem a melhoria das condições de trabalho dos seus profissionais e a valorização dos produtos da pesca”.
“Para o Partido Socialista, o setor do Mar - neste caso concreto das pescas - reveste-se de uma importância fulcral e continuará a ser uma grande aposta naquele que é o nosso objetivo último: o desenvolvimento de todas as ilhas e dos Açores como um todo”, concluiu José Ávila.
Em notícia divulgada recentemente por esta rádio, alguns pescadores queixavam-se de serem prejudicados por se saber a proveniência do peixe leiloado.





Campanha SOS Cagarro com 88 salvamentos este ano

A campanha “S.O.S. Cagarro 2014” decorreu nos Açores entre 15 de Outubro e 15 de Novembro, permitindo salvar 2628 cagarros juvenis em todas as ilhas do arquipélago.
Na Graciosa, este ano a campanha conseguiu salvar 88 jovens cagarros vivos e 7 mortos, tendo sido na última semana de Outubro, que se registou a maior percentagem de salvamentos.
Segundo dados do Serviço de Ambiente da Graciosa, este ano, a primeira ave foi recolhida a 22 de Outubro e a ultima foi registada a 11 de Novembro.
A maior percentagem de salvamentos verificou-se na freguesia de São Mateus (50,53%) e na freguesia de Santa Cruz (31,58%).
Esta campanha contou ainda com a participação de 27 entidades parceiras, 2 brigadas noturnas, 1 sessão de sensibilização junto da Secretaria Regional do Turismo e Transportes, 3 ações de sensibilização para 181 crianças/jovens alunos graciosenses.
Segundo o Serviço de Ambiente, estes números são um pouco baixos, relativamente a 2013, mas é importante alertar para o fato de não haver dois anos iguais.





Secretário do Mar garante maior fiscalização nas pescas e apoio a iniciativas da associação de pescadores

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia esteve durante o dia de Quarta-feira em visita à ilha Graciosa.
O período da manhã foi dedicado às pescas, com encontros com a Associação de Pescadores Graciosenses, grupos de pescadores locais e visita ao Porto de Pescas da Graciosa.
Fausto Brito e Abreu referiu em declarações à Rádio Graciosa que os pescadores foram unânimes em pedir melhor e mais frequente fiscalização e assegurou que “vai haver fiscalização reforçada no próximo ano para combater a pesca ilegal na ilha Graciosa e na Região”, frisando que “serão aplicadas sanções mais severas para quem infringir a lei de forma recorrente”.
O Secretário Regional do Mar disse que foram pedidas obras de beneficiação no porto, para que se crie uma zona coberta, para reparação de embarcações.
Dos pescadores graciosenses, o secretário da tutela ouviu ainda a necessidade de pavimentar uma zona de bagacina que ainda existe no cais, bem como apoio à actividade das algas e à instalação da peixaria.
Fausto Brito e Abreu disse que são iniciativas que o governo vê com interesse e que algumas delas irão sem dúvida ser apoiadas.
Para o Secretário do Mar, as associações tem um papel muito importante na recolha daquilo que são os problemas da classe, para os fazer chegar ao governo, mas também de promover iniciativas que sejam capazes de criar fontes de receita.
Fausto Brito e Abreu salientou ainda durante a visita à Graciosa que a instalação de 'caixas azuis' (MONICAP) nas embarcações, um sistema semelhante às 'caixas negras' dos aviões que permite a monitorização, a partir de terra, da posição e velocidade dos barcos, será uma das medidas a implementar para garantir uma melhor fiscalização.
O Secretário Regional garantiu ainda que “vai aumentar o número de visitas da Inspecção Regional das Pescas à ilha Graciosa” e que “estão a ser feitos esforços para, em colaboração com a Polícia Marítima, se conduzirem mais missões de fiscalização no mar”.





Estação Ena da Graciosa é exemplo do que diferencia os Açores na Europa e no Mundo

Fausto Brito e Abreu, Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dedicou a segunda parte da visita à Graciosa, à estação Arm-Ena da Graciosa.
Segundo o secretário regional é muito importante este tipo de projectos que identificam e diferenciam a região, no contexto europeu e mundial.
A par da climatologia e vulcanologia, outras áreas com essa importância foram já definidas pelo governo, como sejam a agro-indústria, mar e pescas e o turismo.
Os projectos que decorrem na Graciosa são “interessantes”, permitindo que se acompanhe o que se passa na atmosfera.
Fausto Brito e Abreu enalteceu a importância deste projecto e da parceria que com ele surge entre a Universidade dos Açores e diversos organismos internacionais.
Fausto Brito e Abreu, que tutela há cerca de 4 meses a Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia esteve pela primeira vez na ilha Graciosa em funções e com esta visita termina a ronda pelas 9 ilhas do arquipélago.






Conselho de Ilha dá parecer positivo ao Plano Anual Regional para 2015, mas alerta para verbas insuficientes para concluir as obras e promessas que ainda estão por cumprir

Os conselheiros entenderam que no geral o documento merece um parecer positivo, na medida em que o investimento na Graciosa aumenta 9,9%, correspondendo a um investimento de 28 milhões de euros, o que dá um volume de investimento per capita de 6 mil 414 euros.
No plano para 2015 estão contempladas obras importantes para a Graciosa, como são a Marina da Barra, a estrada Limeira-Porto Afonso, matadouro e construção da nova torre de controlo, requalificação e ampliação da aerogare.
O Conselho de Ilha alerta para situações prometidas desde 2012 e que são fundamentais para a ilha e sua população, como a reabilitação dos troços de estradas regionais Santa Cruz-São Mateus, Santa Cruz-São Mateus e Caminho de Cima na Luz. Destaque também para a reabilitação das canadas da Hortelã, Guardas, Bairo, Picanço e Ventosa.
Os conselheiros pretendem ainda que o governo instale um posto Riac no Guadalupe, requalifique o Afonso do Porto e instale uma grua no Cais da Negra, em São Mateus.
Importante para os conselheiros é ainda a requalificação da escola básica e jardim-de-infância de São Mateus, ou que se faça pelo menos um programa funcional, bem como a requalificação do areal da praia e a sua muralha.
A situação da Academia Musical da ilha Graciosa preocupa também os conselheiros, que solicitam ao governo que não deixe acabar a escola de música de qualidade, que havia na ilha e que resolva o processo o mais rápido possível para que abra ainda neste ano lectivo.
Carlos Brum, presidente do Conselho de Ilha, disse que existe a preocupação com o fato de que as obras que estão contempladas no plano, não estarem orçamentadas com verba suficiente para a sua execução total, facto para o qual também vão alertar o governo no parecer que será emitido.





Executivo Municipal aprovou bolsas de estudo a jovens estudantes

O executivo municipal de Santa Cruz da Graciosa reuniu Quinta-feira na Junta de Freguesia de São Mateus.
Na ordem de trabalhos da reunião destaca-se a aprovação por unanimidade de bolsas de estudo a jovens estudantes graciosenses. Foram contemplados com estes apoios Ana Rita Melo em engenharia agronómica, Bruno Félix e Catarina Bettencourt em arquitectura, Joana Silva em direito e Lisandra Mendonça em Medicina. Foi ainda deliberado apoiar os alunos carenciados, Ana Filipa Silva, Carolina Silva, Patrícia Silva, Renato Ramos e Sara Silva.




Feira das Oportunidades e animação todos os Domingos de Dezembro na Praça

Foi decidido ainda apoiar a Grater numa iniciativa de sensibilização ambiental nas escolas, e conceder 1200 euros às Santas Casas da Misericórdia para realização das festas de Natal com os idosos. Este apoio gerou do vereador João Cunha a observação de que o valor é diminuto, tendo em conta o trabalho que as instituições desenvolvem.
Sobre as despesas de deslocação da representante da Comissão local de protecção de Crianças e Jovens, para o Encontro Regional na ilha Terceira, João Cunha discordou que seja a Câmara Municipal a ter essa despesa, mas sim a secretaria que o promove. Conceição Cordeiro revelou que a autarquia recebe avença anual para estas actividades da comissão e o apoio acabou por ser aprovado com 3 votos a favor do PS e duas abstenções do PSD. A comissão será representada por Carla Estorninho.
Também com 3 votos a favor do PS e 2 abstenções do PSD foi aprovada a transmissão da licença de aluguer de táxis, de Vítor Silva para Maria José Silva.
Aprovada por unanimidade foi a realização das Feiras das Oportunidades, todos os Domingos de Dezembro, com início a 8 de Dezembro, eventos em que haverá animação. Questionado por João Cunha do PSD, Avelar Santos esclareceu que o custo ronda os 1000 euros e que o Núcleo Empresarial participa, embora o vereador tenha referido que ouviu queixas de associados do núcleo de que não foram convidados para estes eventos e sugeriu que este o fizesse.
A autarquia aprovou por unanimidade a aquisição de vários terrenos, todos na Lagoa, com valor de 1.365 a José Carlos Bettencourt, 3.338 e 1.725 a Aguinaldo Bettencourt.




Autarca de São Mateus pede arranjo da canada da Ladeira

No período de intervenção do público, o autarca de São Mateus, congratulou-se com a presença do executivo camarário na junta.
Manuel José Ramos aproveitou para solicitar arranjo da canada da Ladeira, que dá acesso à Caldeira, considerando ser um trilho de interesse turístico.
O autarca informou que os plátanos da entrada do cemitério estão a levantar o passeio, oferecendo perigo a quem circula.
A finalizar, Manuel José congratulou-se com a conclusão das empreitadas da Rochela-Lagoa e Canada do Ramos, obras importantes para a freguesia, embora continuem a faltar infra-estruturas desportivas, o que deixa os jovens da freguesia em desvantagem.





365 Animais deram entrada nos núcleos de Pastagens da Caldeira e da Serra Branca

A Diretora Regional dos Recursos Florestais destacou durante visita à ilha Graciosa, a “enorme relevância” que tem para mais de 1.450 agricultores açorianos a disponibilização dos 3.908 hectares de pastagem baldia existentes na Região, sob gestão do Governo dos Açores.
“O papel destas áreas de pastagens é de enorme relevância, particularmente nas ilhas mais pequenas, onde, por vezes, a subsistência de algumas pequenas explorações dependem da disponibilização destas áreas e dos serviços de pastoreio”, afirmou Anabela Isidoro, que acompanhou a entrada de gado nos núcleos de Pastagens Baldias da Caldeira e da Serra Branca.
A Diretora Regional dos Recursos Florestais esteva na Graciosa a acompanhar de perto esta actividade.
Neste momento decorrem trabalhos importantes com as cortinas de abrigo e melhoramento das pastagens.
As obras de melhoria do Parque Natural da Caldeira estão a decorrer bem, disse Anabela Isidoro, considerando ainda o grande beneficio que a ilha está a usufruir daquela intervenção que ainda vai decorrer durante algum tempo.
Quarta e Quinta-feira, deram entrada 365 animais nos núcleos de Pastagens Baldias da Caldeira e da Serra Branca, beneficiando 131 agricultores da Graciosa, a quem é também prestado apoio por parte do Serviço de Desenvolvimento Agrário da ilha.






TMG cancelaram viagem de 24 de Novembro

Os Transportes Maritimos Graciosenses cancelaram a viagem, com  a Graciosa, que estava programada para Segunda-feira, dia 24 de Novembro.

A companhia dará novas informações em breve.

Executivo Municipal aprovou bolsas de estudo a jovens estudantes



O executivo municipal de Santa Cruz da Graciosa reuniu Quinta-feira, na Junta de Freguesia de São Mateus.

Na ordem de trabalhos da reunião destaca-se a aprovação, por unanimidade, de bolsas de estudo a jovens estudantes graciosenses. ,
Foram contemplados com estes apoios Ana Rita Melo em engenharia agronómica, Bruno Félix e Catarina Bettencourt em arquitectura, Joana Silva em direito e Lisandra Mendonça em Medicina. 
Foi ainda deliberado apoiar os alunos carenciados, Ana Filipa Silva, Carolina Silva, Patrícia Silva, Renato Ramos e Sara Silva.

Feira das Oportunidades e animação todos os Domingos de Dezembro na Praça


Foi decidido ainda apoiar a Grater, numa iniciativa de sensibilização ambiental nas escolas, e conceder 1200 euros às Santas Casas da Misericórdia para realização das festas de Natal com os idosos. Este apoio gerou do vereador João Cunha a observação de que o valor é diminuto, tendo em conta o trabalho que as instituições desenvolvem.

Sobre as despesas de deslocação da representante da Comissão local de Protecção de Crianças e Jovens, para o Encontro Regional na ilha Terceira, João Cunha discordou que seja a Câmara Municipal a ter essa despesa, mas sim a secretaria que o promove. Conceição Cordeiro revelou que a autarquia recebe avença anual para estas actividades da comissão e o apoio acabou por ser aprovado com 3 votos a favor do PS e duas abstenções do PSD. A comissão será representada por Carla Estorninho.
Também com 3 votos a favor do PS e 2 abstenções do PSD foi aprovada a transmissão da licença de aluguer de táxis, de Vítor Silva para Maria José Silva.
Aprovada por unanimidade foi a realização das Feiras das Oportunidades, todos os Domingos de Dezembro, com início a 8 de Dezembro, eventos em que haverá animação. Questionado por João Cunha do PSD, Avelar Santos esclareceu que o custo ronda os 1000 euros e que o Núcleo Empresarial participa, embora o vereador tenha referido que ouviu queixas, de associados do núcleo, de que não foram convidados para estes eventos e sugeriu que este o fizesse.

A autarquia aprovou por unanimidade a aquisição de vários terrenos, todos na Lagoa, com valor de 1.365 euros a José Carlos Bettencourt, 3.338 euros e 1.725 euros a Aguinaldo Bettencourt.

Autarca de São Mateus pede arranjo da canada da Ladeira


No período de intervenção do público, o autarca de São Mateus, congratulou-se com a presença do executivo camarário na junta.

Manuel José Ramos aproveitou para solicitar arranjo da canada da Ladeira, que dá acesso à Caldeira, considerando ser um trilho de interesse turístico.
O autarca informou ainda que os plátanos da entrada do cemitério estão a levantar o passeio, oferecendo perigo a quem circula.

A finalizar, Manuel José congratulou-se com a conclusão das empreitadas da Rochela-Lagoa e Canada do Ramos, obras importantes para a freguesia, embora continuem a faltar infra-estruturas desportivas, o que deixa os jovens da freguesia em desvantagem.

365 Animais deram entrada nos núcleos de Pastagens da Caldeira e da Serra Branca


A Diretora Regional dos Recursos Florestais destacou durante visita à ilha Graciosa, a “enorme relevância” que tem para mais de 1.450 agricultores açorianos a disponibilização dos 3.908 hectares de pastagem baldia existentes na Região, sob gestão do Governo dos Açores.

“O papel destas áreas de pastagens é de enorme relevância, particularmente nas ilhas mais pequenas, onde, por vezes, a subsistência de algumas pequenas explorações dependem da disponibilização destas áreas e dos serviços de pastoreio”, afirmou Anabela Isidoro, que acompanhou a entrada de gado nos núcleos de Pastagens Baldias da Caldeira e da Serra Branca.
A Diretora Regional dos Recursos Florestais esteva na Graciosa a acompanhar de perto esta actividade.
Neste momento decorrem trabalhos importantes com as cortinas de abrigo e melhoramento das pastagens.
As obras de melhoria do Parque Natural da Caldeira estão a decorrer bem, disse Anabela Isidoro, considerando ainda o grande beneficio que a ilha está a usufruir daquela intervenção que ainda vai decorrer durante algum tempo.
Quarta e Quinta-feira, deram entrada 365 animais nos núcleos de Pastagens Baldias da Caldeira e da Serra Branca, beneficiando 131 agricultores da Graciosa, a quem é também prestado apoio por parte do Serviço de Desenvolvimento Agrário da ilha.
As pastagens baldias são exploradas segundo dois sistemas distintos, sendo um deles o do Arrendamento à Parcela, vigente nas ilhas de Santa Maria, São Miguel e Terceira, onde são arrendadas parcelas de terreno aos agricultores que se candidatam a estas áreas.
O outro sistema, a Prestação de Serviços de Pastoreio, é praticado nas ilhas Graciosa, Pico, São Jorge, Faial e Flores, onde os Serviços Florestais recebem, em determinadas épocas do ano, os animais dos agricultores beneficiários, cuidando do maneio e da manutenção das pastagens, mediante o pagamento de uma renda por animal e por mês.




Comissão de Protecção de Crianças e Jovens celebra Sábado o Dia dos Direitos das Crianças

Para comemorar o Dia Internacional dos Direitos da Criança, a CPCJ da Graciosa e a Câmara Municipal promovem no próximo sábado, dia 22 de Novembro, um convívio entre crianças no Centro Cultural da Ilha Graciosa.



O evento decorre a partir das 15:00 com exibição do filme "A Origem dos Guardiões" e depois haverá um lanche para todas as crianças presentes.

Santa Cruz SC recebe o Clube Desportivo Escolar de Santa Maria


No voleibol, o Santa Cruz Sport Club vai receber este fim-de-semana o Clube Desportivo de Santa Maria, para jornada dupla do Campeonato Nacional de Voleibol Feminino, 2ª Divisão.

Os jogos no Pavilhão Municipal de Santa Cruz da Graciosa realizam-se às 19 horas desta Sexta-feira e às 9h30 de Sábado.

Equipas graciosenses jogam Domingo a 9ª jornada do Campeonato dos Açores 2014/2015

Realiza-se a 9ª jornada do Campeonato dos Açores este fim-de-semana,.
As duas equipas graciosenses jogam no Sábado, com o Marítimo a receber o Prainha, para jogo às 15 horas, no Municipal de Santa Cruz da Graciosa.


O Sporting de Guadalupe vai a São Miguel, para jogar às 16 horas com o Vale Formoso, no Campo das Furnas.

Campeonato em Juniores D continua com jogos no Sábado


Nos escalões de formação, continua o Campeonato Ilha Graciosa em Juniores D.

Disputam-se dois jogos às 11 horas de Sábado, entre Luzense e Graciosa e entre Marítimo e Guadalupe.

Ainda neste escalão, vai realizar-se um jogo em atraso do Torneio de Abertura, na Quarta-feira às 18h30, entre Marítimo e Luzense.

Juniores B iniciam Campeonato Ilha Graciosa


Depois de um período de espera de quase dois meses, devido à demora dos clubes em inscrever os seus atletas e cumprir com os requisitos para tal, começa finalmente este fim-de-semana a competição em Juniores B.

O Campeonato Ilha Graciosa inicia-se às 15 horas de Sábado, com o jogo Graciosa-Maritimo, no Campo da Luz.

Filme “ Noé “ em exibição hoje no Centro Cultural


No Centro Cultural é exibido esta Sexta-feira o filme “ Noé ”.

Russel Crowe interpreta o papel de Noé, num filme inspirado por uma épica história de coragem, sacrifício e esperança. Realizado pelo visionário Daren Aronofsky.
Um filme de acção, aventura e drama para maiores de 12 anos, para assistir a partir das 21h30, com abertura da bilheteira uma hora antes.


Utilidade Pública


PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Céu muito nublado, com abertas a partir da manhã.
Aguaceiros durante a madrugada e manhã.
Vento norte muito fresco (40/50 km/h) com rajadas até 65 km/h, tornando-
se fresco (30/40 km/h)e rodando para nordeste durante a noite.
MAR GROSSO, TORNANDO-SE CAVADO.
Ondas noroeste de 3 a 3,5metros.

Preia-mar será às 12h29 com 1.6 metros.
Baixa-mar será às 18h39 com 0.4 metros.

O Sol nasceu às 07h37 e vai pôr-se às 17h31
Índice de Ultravioleta 3, moderado

A temperatura da água é de 19ºC

A temperatura do ar é de 15ºC e Humidade 77%

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

365 animais deram entrada nos núcleos de Pastagens Baldias da Caldeira e da Serra Branca

A Diretora Regional dos Recursos Florestais destacou hoje, na Graciosa, a “enorme relevância” que tem para mais de 1.450 agricultores açorianos a disponibilização dos 3.908 hectares de pastagem baldia existentes na Região, sob gestão do Governo dos Açores.

“O papel destas áreas de pastagens é de enorme relevância, particularmente nas ilhas mais pequenas, onde, por vezes, a subsistência de algumas pequenas explorações depende da disponibilização destas áreas e dos serviços de pastoreio”, afirmou Anabela Isidoro, que acompanhou a entrada de gado nos núcleos de Pastagens Baldias da Caldeira e da Serra Branca.
Hoje e quarta-feira, deram entrada 365 animais nos núcleos de Pastagens Baldias da Caldeira e da Serra Branca, beneficiando 131 agricultores da Graciosa, a quem é também prestado apoio por parte do Serviço de Desenvolvimento Agrário da ilha.
As pastagens baldias são exploradas segundo dois sistemas distintos, sendo um deles o do Arrendamento à Parcela, vigente nas ilhas de Santa Maria, São Miguel e Terceira, onde são arrendadas parcelas de terreno aos agricultores que se candidatam a estas áreas.

O outro sistema, a Prestação de Serviços de Pastoreio, é praticado nas ilhas do Pico, São Jorge, Graciosa, Faial e Flores, onde os Serviços Florestais recebem, em determinadas épocas do ano, os animais dos agricultores beneficiários, cuidando do maneio e da manutenção das pastagens, mediante o pagamento de uma renda por animal e por mês.

Secretário do Mar garante maior fiscalização nas pescas e apoio a iniciativas da associação de pescadores


O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia esteve durante o dia de Quarta-feira em visita à ilha Graciosa.

O período da manhã foi dedicado às pescas, com encontros com a Associação de Pescadores Graciosenses, grupos de pescadores locais e visita ao Porto de Pescas da Graciosa.
Fausto Brito e Abreu referiu em declarações à Rádio Graciosa que os pescadores foram unânimes em pedir melhor e mais frequente fiscalização e assegurou que “vai haver fiscalização reforçada no próximo ano para combater a pesca ilegal na ilha Graciosa e na Região”, frisando que “serão aplicadas sanções mais severas para quem infringir a lei de forma recorrente”.
O Secretário Regional do Mar disse que foram pedidas obras de beneficiação no porto, para que se crie uma zona coberta, para reparação de embarcações.
Dos pescadores graciosenses, o secretário da tutela ouviu ainda a necessidade de pavimentar uma zona de bagacina que ainda existe no cais, bem como apoio à actividade das algas e à instalação da peixaria.
Fausto Brito e Abreu disse que são iniciativas que o governo vê com interesse e que algumas delas irão sem dúvida ser apoiadas.
Para o Secretário do Mar, as associações tem um papel muito importante na recolha daquilo que são os problemas da classe, para os fazer chegar ao governo, mas também de promover iniciativas, que sejam capazes de criar fontes de receita.

Fausto Brito e Abreu salientou ainda durante a visita à Graciosa que a instalação de 'caixas azuis' (MONICAP) nas embarcações, um sistema semelhante às 'caixas negras' dos aviões que permite a monitorização, a partir de terra, da posição e velocidade dos barcos, será uma das medidas a implementar para garantir uma melhor fiscalização.

O Secretário Regional garantiu ainda que “vai aumentar o número de visitas da Inspecção Regional das Pescas à ilha Graciosa” e que “estão a ser feitos esforços para, em colaboração com a Polícia Marítima, se conduzirem mais missões de fiscalização no mar”.

Estação Ena da Graciosa é exemplo do que diferencia os Açores na Europa e no Mundo


Fausto Brito e Abreu, Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dedicou a segunda parte da visita à Graciosa, à estação Arm-Ena da Graciosa.

Segundo o secretário regional é muito importante este tipo de projectos que identificam e diferenciam a região, no contexto europeu e mundial.
A par da climatologia e vulcanologia, outras áreas com essa importância foram já definidas pelo governo, como sejam a agro-indústria, mar e pescas e o turismo.
Os projectos que decorrem na Graciosa são “interessantes”, permitindo que se acompanhe o que se passa na atmosfera.
Fausto Brito e Abreu enalteceu a importância deste projecto e da parceria que com ele surge entre a Universidade dos Açores e diversos organismos internacionais.


Fausto Brito e Abreu, que tutela há cerca de 4 meses a Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia esteve pela primeira vez na ilha Graciosa em funções e com esta visita termina a ronda pelas 9 ilhas do arquipélago.

Conselho de Ilha dá parecer positivo ao Plano Anual Regional para 2015, mas alerta para verbas insuficientes para concluir as obras e promessas que ainda estão por cumprir

O Conselho de Ilha Graciosa reuniu ontem à noite nos Paços de Concelho.
Na ordem de trabalhos do encontro estava a análise e emissão de parecer do Plano Anual Regional para 2015.
Os conselheiros entenderam que no geral o documento merece um parecer positivo, na medida em que o investimento na Graciosa aumenta 9,9%, correspondendo a um investimento de 28 milhões de euros, o que dá um volume de investimento per capita de 6 mil 414 euros.
No plano para 2015 estão contempladas obras importantes para a Graciosa, como são a Marina da Barra, a estrada Limeira-Porto Afonso, matadouro e construção da nova torre de controlo, requalificação e ampliação da aerogare.
O Conselho de Ilha alerta para situações prometidas desde 2012 e que são fundamentais para a ilha e sua população, como a reabilitação dos troços de estradas regionais Santa Cruz-São Mateus, Santa Cruz-São Mateus e Caminho de Cima na Luz. Destaque também para a reabilitação das canadas da Hortelã, Guardas, Bairo, Picanço, Ventosa e a terceira fase Barreiro-Vales.
Os conselheiros pretendem ainda que o governo instale um posto Riac no Guadalupe, requalifique o Afonso do Porto e instale uma grua no Cais da Negra, em São Mateus.
urgente é ainda para os conselheiros que o governo apoie a Adega, de forma a conseguir o financiamento, que necessita como promotor para desenvolver o projecto que já existe para aquela instituição.
Importante para os conselheiros é ainda a requalificação da escola básica e jardim-de-infância de São Mateus, ou que se faça pelo menos um programa funcional, bem como a requalificação do areal da praia e a sua muralha.
A situação da Academia Musical da ilha Graciosa preocupa também os conselheiros, que solicitam ao governo que não deixe acabar a escola de música de qualidade, que havia na ilha e que resolva o processo o mais rápido possível para que abra ainda neste ano lectivo.


Carlos Brum, presidente do Conselho de Ilha, disse que existe a preocupação com o fato das obras que estão contempladas no plano, não estarem orçamentadas com verba suficiente para a sua execução total, facto para o qual também vão alertar o governo. 


O Conselho de Ilha entrega hoje mesmo o parecer resultante do encontro de ontem, que durou 3 horas, sendo hoje o último dia para a entrega deste documento ao Governo Regional.

Assembleia Municipal reúne na Sexta-feira

A Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa vai reunir na próxima Sexta-feira.

O encontro que decorrerá pelas 20h30, nos Paços do Município é de carácter ordinário e terá pontos na ordem de trabalhos.

Em discussão estará o habitual relatório de actividades da autarquia, o segundo ponto será a derrama a cobrar pelo município em 2015, o terceiro ponto, a proposta de participação variável no IRS de 2015 e o último documento para análise e votação é o Plano e Orçamento da Câmara Municipal para 2015.

Artigo de Opinião de José Ávila intitulado “O sentido de voto ou um voto ressentido ”

O sentido de voto ou um voto ressentido


O PSD-Açores, através do seu Presidente, deu a conhecer que iria votar contra o Orçamento e Plano Regional para 2015.
É, de facto, um direito que lhe assiste mas, dadas as circunstâncias, é merecedor de crítica pelas incongruências de tal decisão.
Um partido que se propõe apresentar propostas de alteração ao Plano e Orçamento, dez no caso do PSD-Açores, deve ter como intuito último melhorar estes documentos de planeamento.
Esta posição soa a ressentimento. As propostas de alteração que apresentam cheiram falso.
Vejamos a proposta de criar um complemento regional ao Rendimento Social de Inserção para a população em idade escolar. Na República os Deputados do PSD-Açores alinharam com Passos Coelho na redução de benefícios sociais, incluindo os drásticos cortes neste importante apoio, mas cá, na Região, exigem a sua ampliação.
Vejamos o caso da restituição das transferências do Estado para a Região. Como se sabe o Governo de Passos Coelho alterou o diferencial fiscal de 30% para 20% em 2013, fazendo com que os impostos aumentassem nos Açores e, ao mesmo tempo, diminuiu as transferências para Região. Este ano, em sede de Orçamento de Estado para 2015, o PSD-Açores votou contra a reposição das transferências, mas exige a restituição do diferencial fiscal para os 30%, sem a consequente compensação financeira. É como dar com uma mão e tirar com as duas…
Mas o mais curioso, ou talvez não, é a postura do maior partido da oposição na questão do desemprego. É no momento em que se assiste a uma inversão na tendência de crescimento do desemprego que vemos um PSD ressabiado afirmar que afinal já não dá mais o benefício da dúvida ao Governo Regional, como aconteceu em 2013 e 2014.
O desemprego tem sido uma grande preocupação para o Governo dos Açores que tem criado vários programas e injetado recursos financeiros para minimizar os seus efeitos.
Nos últimos tempos o PSD-Açores tem feito do desemprego um ”cavalo de batalha” e um dos seus principais temas do combate político, mas, mesmo assim, nas propostas de alteração que anuncia com propalado orgulho nem uma única destinada a este flagelo.
Não sei de estamos perante um caso de inabilidade política, ou perante uma completa falta de ideias.




Utilidade Pública

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros, mais frequentes durante a
madrugada e manhã.
Vento do quadrante norte fraco a bonançoso (05/20 km/h), soprando
temporariamente moderado (20/30 km/h) e rodando para o quadrante sul
durante a noite.
MAR ENCRESPADO A DE PEQUENA VAGA, TEMPORARIAMENTE CAVADO.
Ondas norte de 5 metros, passando a noroeste e diminuindo para 3 metros.

Preia-mar será às 11h51 com 1.6 metros.
Baixa-mar será às 18h04 com 0.5 metros.

O Sol nasceu às 07h38 e vai pôr-se às 17h32
Índice de Ultravioleta 3, moderado

A temperatura da água é de 18ºC

A temperatura do ar é de 15ºC e Humidade 94%

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia em visita à estação ARM da Graciosa












Governo dos Açores garante reforço da fiscalização das pescas na Graciosa


O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia assegurou hoje que “vai haver fiscalização reforçada no próximo ano para combater a pesca ilegal na ilha Graciosa e na Região”, frisando que “serão aplicadas sanções mais severas para quem infringir a lei de forma recorrente”.

Fausto Brito e Abreu salientou que a instalação de 'caixas azuis' (MONICAP) nas embarcações, um sistema semelhante às 'caixas negras' dos aviões que permite a monitorização, a partir de terra, da posição e velocidade dos barcos, será uma das medidas a implementar para garantir uma melhor fiscalização.
O Secretário Regional garantiu ainda que “vai aumentar o número de visitas da Inspeção Regional das Pescas à ilha Graciosa” e que “estão a ser feitos esforços para, em colaboração com a Polícia Marítima, se conduzirem mais missões de fiscalização no mar”.
Fausto Brito e Abreu falava no final de uma reunião com a Associação dos Pescadores Graciosenses, um encontro que serviu para os profissionais da pesca apresentarem as suas preocupações relacionadas com o setor.
O reforço da fiscalização, a realização de pequenas obras, como a pavimentação de uma zona do porto de pescas e um pequeno telheiro para manutenção das embarcações, bem como a criação de uma peixaria e apoios para a apanha e exportação de algas na ilha Graciosa foram alguns dos assuntos em análise.
Fausto Brito e Abreu reconheceu o trabalho a ser desenvolvido pela Associação de Pescadores Graciosenses na apanha e exportação de algas que são usadas na composição de medicamentos e de produtos de cosmética, frisando que “a cultura e apanha de algas pode ser uma atividade muito importante para trazer rendimento adicional aos pescadores”.
Entre maio e setembro deste ano foram apanhadas na Graciosa cerca de 32 toneladas de algas, que foram vendidas a uma empresa espanhola.
Depois da reunião, o Secretário Regional do Mar visitou o Porto de Pescas da Praia, que é utilizado por cerca de quatro dezenas de embarcações.

Utilidade Pública


PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Períodos de céu muito nublado.
Aguaceiros geralmente fracos.
Vento noroeste fresco (30/40 km/h) com rajadas até 60 km/h, tornando-se
moderado (20/30 km/h).
Mar cavado.
Ondas noroeste de 4 a 5 metros, passando a norte.

Preia-mar será às 23h38 com 1.5 metros.
Baixa-mar será às 17h30 com 0.6 metros.

O Sol nasceu às 07h35 e vai pôr-se às 17h32
Índice de Ultravioleta 3, moderado

A temperatura da água é de 18ºC.

A temperatura do ar é de 13ºC e Humidade 67%


Depois das queixas dos pescadores Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia em visita à Graciosa esta Quarta-feira



O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Fausto Brito e Abreu visita a Graciosa durante esta Quarta-feira.

A partir das 10H00 reúne-se com a Direção da Associação de Pescadores da Graciosa e visita o Porto de Pescas da Graciosa.
Alguns pescadores protestaram a forma como é leiloado o pescado na lota, o que os levou a fazer um protesto numa manifestação.
Este e outras preocupações serão certamente mote para a referida reunião.

À tarde, a partir das 15H00, Fausto Brito e Abreu, visita o Atmospheric Radiation Measurement – ARM, no Observatório de Investigação Climática, junto ao aeroporto de Santa Cruz da Graciosa.

Conselho de Ilha reúne hoje para apreciar plano anual para 2015


Carlos Brum, convocou os conselheiros de ilha para uma reunião esta Quarta-feira, 19 de Novembro.

O encontro que decorrerá nos Paços do Município de Santa Cruz da Graciosa, a partir das 17 horas, tem como objectivo a apreciação e emissão de parecer sobre a proposta do Plano Anual Regional para 2015.

Deputados socialistas reuniram com Associação de Pescadores e Lotaçor


Os deputados socialistas Graciosenses, José Ávila e Ricardo Ramalho, reuniram segunda-feira com a Associação dos Pescadores Graciosenses e com o representante na ilha da empresa pública Lotaçor, tendo assistido também a uma sessão de venda de pescado em lota.

As acções decorreram no âmbito do Roteiro do Mar que o Grupo Parlamentar do Partido Socialista está a realizar por todas as ilhas dos Açores e segundo José Ávila, “estas reuniões servem, em primeiro lugar, para valorizar as atividades ligadas à fileira da pesca nesta ilha que, só por si, são responsáveis por uma grande parte das exportações e pela introdução de valor acrescentado na economia local”.

Para o deputado socialista a importância deste momento, que “contribuiu para a inventariação das principais dificuldades” e para o “conhecimento dos projetos para o futuro, nomeadamente aqueles que promovem a melhoria das condições de trabalho dos seus profissionais e a valorização dos produtos da pesca”.

“Para o Partido Socialista, o setor do Mar - neste caso concreto das pescas - reveste-se de uma importância fulcral e continuará a ser uma grande aposta naquele que é o nosso objetivo último: o desenvolvimento de todas as ilhas e dos Açores como um todo”, concluiu José Ávila.

Em notícia divulgada recentemente por esta rádio, alguns pescadores queixavam-se de serem prejudicados por se saber a proveniência do peixe leiloado.

Twitter Facebook Favorites More