Traduzir

Loading...

28 agosto 2015

Artigo de Opinião de José Ávila intitulado "Virar à esquerda"

Virar à esquerda

Esta direita que governa Portugal, assaltada pelo radicalismo ultraliberal, está a fazer tudo por tudo para deixar a sua marca no País.
Depois de desejarem a intervenção externa, depois de adotarem como suas as medidas de austeridade inscritas no memorando de entendimento, depois de se gabarem que foram além do exigido pela troika, esta direita assumiu - com eficácia, diga-se em abono da verdade – que a via do empobrecimento é o seu modelo de desenvolvimento.
Esse percurso contempla uma agenda escondida e meticulosamente planeada. Privatizar parte das receitas dos reformados e pensionistas, comprometendo as pensões e a sustentabilidade do sistema, entregar os hospitais a privados, apoiar as escolas independentes, são meio caminho andado para desmantelar o estado social, ou seja, destruir tudo o que Portugal conquistou ao longo dos últimos anos, nas áreas da Educação, Serviço Nacional de Saúde e Segurança Social.
É preciso travar esta ameaça, é preciso combater esta insensibilidade social que grassa nos dois partidos que ainda governam o País. A alternativa passa pela mobilização de todos os Portugueses para defender uns serviços públicos eficientes e de qualidade.
O País tem de voltar à esquerda, voltar a ter esperança. Portugal tem de virar esta página da sua história recente. Os Portugueses têm de acreditar no futuro, têm de ajudar a criar uma sociedade mais justa e mais solidária.

Graciosa, 28 de agosto de 2015.

José Ávila

27 agosto 2015

AVISO METEOROLÓGICO 46/2015

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu o seguinte aviso:
Na sequência do comunicado anterior, emite-se:
*** PARA O GRUPO CENTRAL ***
--- Aviso AMARELO referente a:
PRECIPITAÇÃO
No período entre as 12UTC de 2015-08-27 e as 03UTC de 28-08-2015
TROVOADA
No período entre as 12UTC de 2015-08-27 e as 03UTC de 28-08-2015

26 agosto 2015

Campanha e campainhas Opinião de João Costa

Campanha e campainhas

 

Vejo com estranheza a superficialidade com que o PS Açores tem vindo a tratar os importantes temas do país na campanha para as legislativas nacionais.

É interessante constatar que nos últimos actos eleitorais para a Assembleia da República, nos Açores, o PS toma como bandeira as relações de influência que a região tem em Lisboa. Não na Lisboa das decisões sobre o futuro de Portugal, mas na Lisboa do Largo do Rato e dos corredores da sede do PS Nacional, onde os socialistas açorianos mais preponderantes se arrastam pelas paredes e soleiras de porta em mais uma palavrinha e mais um pé de orelha.

Para o PS Açores as eleições nacionais são assim uma espécie de jogo de cadeiras para mais umas festas mas onde, curiosamente, ninguém é suposto ficar sem ter onde sentar a magnificência do seu contributo para o prometido lugarinho. Ou seja, sobre Portugal e o futuro do país limitam-se a dizer que são mais amigos de tudo quanto é bom, e tudo quanto é mau é culpa dos outros, e fazem-no conscientes do seu papel no regime socialista que enraizaram nos Açores e na governação que, ao fim de vinte anos, apenas aprendeu a servir-se do poder para permanecer no poder.

É assim que vemos uma campanha em que falam do social, visitam umas instituições apenas para dizer que são mais defensores do social do que os que governaram sob intervenção externa, mas esquecem que só podemos defender o verdadeiro Estado Social - em que aos mais frágeis são dadas as mesmas oportunidades que os mais afortunados dispõem - se garantirmos a sua sustentabilidade e o pagamento atempado dos compromissos coisa que, como se sabe, os socialistas têm grande dificuldade em assegurar. Para além de que estes vinte anos de socialismo nos Açores já deviam ter ensinado aos próprios candidatos socialistas que todos os açorianos já sabem que a obra social feita pelas IPSS é geralmente apoiada por fundos comunitários, com uma participação dos próprios fundos das instituições (a não ser que haja outras formas!) e que, entretanto, lá aparecem os habituais formulários de cobrança das pessoas do socialismo dos Açores na feição mais que conhecida de quererem condicionar toda a sociedade.

Também quando falam de social deviam ter noção de que todas as pensões, abonos de família, RSI e verbas para acordos com IPSS, que tanto fazem brilhar algum socialismo cobrador de votos, são de facto verbas dos Açorianos que em nada se devem a qualquer motivação socialista, pois o facto de recebermos esses valores deve-se a transferências do Orçamento do Estado.

Por isso fico perplexo com as campanhas que escondem o que estamos mesmo a discutir, e que não passa por acomodar pessoas a lugares ou a gerir carreiras políticas ou pessoais.

Campanhas que acham que temos que ter socialismo na República para que os Açores evoluam, mas que não explicam por que razão, após 20 anos de socialismo açoriano e com governos do PS na República não foram capazes de retirar os Açores da cauda dos mais relevantes indicadores, nomeadamente na área do social!

O que isto revela, no fundo, é que tantos anos de socialismo nos Açores, 16 dos quais com o ainda líder deste socialismo de ciclos de pobreza e exclusão social, nada ensinaram aos que se encostam e cerram fileiras por detrás de um regime que trouxe, continuamente, os Açores para baixo das suas potencialidades, criando dependências e impedindo o verdadeiro desenvolvimento humano e social.

O regime e a sua velha receita vão tocar muitas campainhas, mas as portas deixam de abrir.

 

25 agosto 2015

Proteção Civil alerta para previsão de chuva forte em sete ilhas dos Açores

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), uma superfície frontal fria com ondulações, com atividade moderada a forte, deverá provocar precipitação por vezes forte nos grupos Ocidental e Central dos Açores.
Para o Grupo Central 
Aviso AMARELO referente a PRECIPITAÇÃO, no período entre as 18H00 de hoje, 25 de agosto, e as 09H00 de quarta-feira, 26 de agosto.
Períodos de chuva por vezes forte.
Para o Grupo Ocidental
Aviso AMARELO referente a PRECIPITAÇÃO, no período entre as 18H00 de hoje, 25 de agosto, e as 18H00 de quarta-feira, 26 de agosto.
Períodos de chuva por vezes forte.

Acidente de viação no Corvo regista cinco feridos ligeiros, um grave e uma morte

O Serviço Regional e Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), relativamente ao acidente de viação registado segunda-feira na ilha do Corvo, informa o seguinte:
- O alerta de um despiste na estrada de acesso ao miradouro do Caldeirão ocorreu pelas 16h15;
- Na viatura em questão seguiam seis turistas de nacionalidade portuguesa e um condutor local;
- De acordo com as informações mais atualizadas por parte das equipas intervenientes, foi registado um morto do sexo feminino, um ferido grave do sexo masculino e outros cinco feridos, dos quais três homens e duas mulheres;
- Estiveram envolvidos no sinistro um pronto-socorro ligeiro, uma ambulância e 10 elementos da Associação Humanitária de Bombeiros da Ilha do Corvo, para além de um médico e um enfermeiro da Unidade de Saúde de Ilha, tendo chegado posteriormente ao local por via marítima uma equipa da ilha das Flores, composta por um médico, um enfermeiro e dois bombeiros, e uma equipa da ilha Terceira, por via aérea, com dois médicos, dois enfermeiros e dois bombeiros;
- O ferido grave foi evacuado segunda-feira, por via aérea, para o Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, assim como dois dos feridos resultantes do acidente, enquanto a vítima mortal foi transportada, por via marítima, para a ilha das Flores;
- Os restantes sinistrados seguiram para a ilha das Flores posteriormente, ainda na segunda-feira, por via marítima, estando previsto o seu transporte para a ilha Terceira durante o dia de hoje.
GaCS/ SRPCBA

24 agosto 2015

INFO CANAL SEGUNDA– 24 AGOSTO 2015


Ao longo deste ano a Polícia Judiciária nos Açores já conseguiu apreender cerca de uma tonelada e meia de cocaína, em colaboração com a Marinha e Força Aérea, na sequência de operações que permitiram descobrir embarcações que vinham carregadas de cocaína da América do Sul.
 
O destino final da droga seria o mercado europeu, sendo o arquipélago apenas um local de passagem das embarcações.
 
A primeira grande operação desenvolvida pela Polícia Judiciária ocorreu no final de maio com a abordagem a um veleiro, que foi apanhado ao largo do Faial.
 
Essa operação permitiu apanhar 1.150 quilos de cocaína e deter quatro sérvios e um alemão.
 
Durante a última semana foi realizada mais uma operação da Polícia Judiciária que permitiu apreender 327 quilos de cocaína a bordo de um veleiro intercetado a 180 milhas de Ponta Delgada. Nesta abordagem foram detidas cinco pessoas e realizadas buscas domiciliárias nos concelhos de Aveiro e Nazaré.
 
A quantidade de cocaína apreendida pela Polícia Judiciária ao largo dos Açores representa quase 50 por cento da cocaína apreendida a nível nacional.
 




 
O número de detenções por abusos sexuais até agosto já igualou o máximo de detenções registado ao longo do ano de 2014, que até agora estabelece o recorde de detidos pela Polícia Judiciária, segundo avaçou este fim de semana o AO.
 
No total foram detidos 14 homens e uma mulher pela suspeita de abusos sexuais de menores, um homem por violação de uma menor, um homem por coação sexual de jovens adolescentes e um homem por pornografia de menores.
 
Um total de 18 detenções que permitiu igualar o registo de detenções de abusadores sexuais ocorrido durante o ano passado.
 
O aumento das detenções registado, desde 2014, está associado a uma “afinação de procedimentos” com as Comissões de Proteção das Crianças e Jovens, que permitiu acelerar o início das investigações sempre que existem indícios da ocorrência de crimes com menores.
 
Todos os investigadores do Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária foram alvo de uma formação sobre os crimes de abusos sexuais de menores. 
 




 
 
Os dados do desemprego nos Açores registaram uma descida de 2,6 por cento em julho, comparando com o mês anterior, segundo as estatísticas do Instituto do Emprego e Formação Profissional.
 
No final do mês de julho havia um total de 10.940 desempregados registados na Região Autónoma dos Açores, enquanto no mês de junho o número de desempregados era de 11.231.
 
A nível nacional o desemprego registou uma diminuição de 0,7 por cento, em julho, sendo que a descida nos Açores acabou por ser mais expressiva e apenas foi superada pela descida do desemprego na Região do Algarve, que registou uma quebra de 8,3 por cento em julho.
 
O número de desempregados nos Açores tem vindo a descer ao longo dos últimos meses, acompanhando uma tendência nacional e espera-se que registe uma nova diminuição em agosto, através da criação de empregos ligados ao turismo.
 




 
A venda de cimento nos Açores está a cair desde 2010 e mesmo os primeiros sete meses deste ano não foram exceção, apesar de se notar já um discurso de maior otimismo nos responsáveis do setor da construção.
 
Os mais recentes dados do Serviço Regional de Estatística (SREA) revelam que se venderam este ano entre janeiro e julho 61,1 mil toneladas de cimento nos Açores, uma quebra ainda assim de 5,8 por cento em relação às 64,9 mil toneladas de cimento que se tinham vendido nos Açores no mesmo período do ano passado.
 





 
O grupo de teatro amador "Arte Engenho", formado exclusivamente por cegos e amblíopes, deverá estrear, até ao final do ano, na ilha de S. Miguel, nos Açores, a sua primeira comédia.


Este grupo de teatro amador resulta de uma parceria entre a Associação Portuguesa dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) e a associação Solidaried'arte.
Leonardo Sousa, citado pelo jornal AO, referiu que o autor da comédia é desconhecido e que a estreia da peça já esteve prevista "duas ou três vezes", mas acabou sempre por ser adiada "devido às caraterísticas do grupo".
Estima-se que vivam nos Açores três mil invisuais.





 
Apesar dos diversos alertas feitos pelo PSD/Açores, persiste a falta de lugares nas ligações de e para a ilha do Pico, o que prejudica a mobilidade dos cidadãos desta ilha, bem como daqueles que a pretendem visitar, denuncia o PSD do Pico.
 
Esta situação tem sido recorrente e vem demonstrar a impreparação da administração da SATA, bem como do Governo Regional dos Açores, para organizar a operação inter-ilhas neste verão.
 
Para agravar esta situação o Plano Estratégico 2015/2020 da SATA prevê a dispensa duma aeronave Dash Q400 este verão, o que é perfeitamente incompreensível, levando a que o número de voos para a ilha seja cada vez mais reduzido.
 




 
 
Até ao próximo dia 30 de Agosto mais de uma centena de Jovens vai reunir-se na freguesia dos Cedros, ilha do Faial, para viver o espírito cristão em tempo de férias e de praia, informa uma nota do Serviço da Pastoral Juvenil e Vocacional da ouvidoria enviada ao Sítio Igreja Açores.
A iniciativa conta com a colaboração das Irmãs Doroteias, residentes na Salga, na ilha de São Miguel que partiram ontem, com 23 jovens das freguesias da Salga, Fenais da Ajuda, Lomba de São Pedro e o Lugar da Lomba da Maia, rumo à ilha do Faial para desenvolver várias atividades no âmbito de mais uma original iniciativa “MEXE-TE! Reavive o Dom de Deus que há em ti”.






 
O site do canal de televisão Eurosport lançou nas últimas semanas uma iniciativa na qual se proponha a elaborar uma lista dos 100 melhores jogadores do século a atuar em França. Nesta tabela, e numa posição bem destacada, surge um tal de Pauleta, avançado português que durante 8 anos se dedicou a "violar" balizas na Ligue 1. O português, que fez carreira no Bordéus e Paris SG, surge no terceiro posto, apenas sendo batido por Juninho Pernambucano (1.º) e Zlatan Ibrahimovic (2.º).
Melhor marcador do atual século na Ligue 1, com 141 golos, Pauleta é descrito como o "avançado com perfil atípico".






A Lotaçor – Serviço de Lotas dos Açores, S.A. lançou a concurso a obra de construção e montagem do Posto de Transformação (PT) da Lota da Vila do Corvo, com o valor base de 100 mil euros.
 
Esta empreitada, financiada pelo PROPESCAS, prevê a construção de um abrigo em alvenaria e a sua ligação ao posto de seccionamento da empresa distribuidora, bem como a montagem de um transformador de 160 Kva.
A concretização desta obra, cujo concurso está publicado em Diário da República, visa garantir a alimentação energética dos equipamentos de frio instalados na lota da mais pequena ilha dos Açores.
Este investimento constitui-se, assim, como uma mais valia não só para as pescas, mas também para toda a comunidade da ilha do Corvo, uma vez que a instalação deste equipamento trará estabilidade ao fornecimento energético à vila.
 



 
 
Previsão para 2ª feira, 24 de agosto de 2015

Períodos de céu muito nublado com abertas, aumentando de nebulosidade ao
longo da tarde.

Mar de pequena vaga tornando-se cavado.
Temperatura da água do mar: 23ºC

TEMPERATURAS MÍNIMAS E MÁXIMAS PREVISTAS:

Santa Cruz das Flores: 20 / 26ºC
Horta: 18 / 26ºC
Angra do Heroísmo: 19 / 24ºC
Ponta Delgada: 19 / 25ºC
 


 
Previsão para 3ª feira, 25 de agosto de 2015

Céu geralmente muito nublado.
Períodos de chuva.

Mar de pequena vaga tornando-se cavado.
Temperatura da água do mar: 23ºC


TEMPERATURAS MÍNIMAS E MÁXIMAS PREVISTAS:
Santa Cruz das Flores: 22 / 24ºC
Horta: 21 / 25ºC
Angra do Heroísmo: 21 / 25ºC
Ponta Delgada: 20 / 25ºC
 
 
 
 

Twitter Facebook Favorites More