Traduzir

19 maio 2018

Exposição de encerramento de formações em patchwork - Hora do Oficio
















18 maio 2018

Resumo semanal de 14 a 18 de Maio de 2018


PS acusa PSD de estar “refém de politiquices e discursos demagógicos que em nada beneficiam a Graciosa”


Os deputados do PS/Açores da Graciosa condenaram, através de comunicado, o que dizem ser “o discurso demagógico e populista do PSD/A que em nada beneficia os interesses da Graciosa.”
Falando sobre as jornadas parlamentares do PSD na Graciosa, os deputados socialistas consideram que “a presença de alguns deputados social-democratas na Ilha Graciosa foi um apenas um pretexto para falar de questões relativas ao Faial e à Terceira, ao invés de identificarem as prioridades da ilha Branca” e “lamentam também as falsas questões levantadas quanto à iluminação da pista do aeroporto e quanto às acessibilidades e exportações”.





Sociedade Filarmónica União Praiense celebrou 129 anos

A Banda da Sociedade Filarmónica União Praiense foi fundada em 12 de Maio de 1889 com o nome de Sociedade Artística "União Praiense".
Jorge Sousa, Presidente da Sociedade Filarmónica União Praiense, disse que o momento é de orgulho nos 129 anos da instituição e em todos os que trabalharam para que conseguisse chegar aos dias de hoje, com dificuldades e percalços pelo caminho.
O dirigente destacou o papel importante dos músicos e do maestro, bem como das direcções e associados e referiu que “são as pessoas que constituem a SFUP”.
A aposta desta direção vai continuar a ser na formação da banda, estando prevista para este ano uma deslocação ao Pico.
Por concretizar está ainda a sala para ensaios, uma grande necessidades mas até ao momento impossível de construir devido ao elevado custo deste investimento.






Deputados socialistas graciosenses visitam obras no Porto da Barra

A visita serviu para fazer um ponto de situação dos trabalhos de proteção da orla costeira que estão a ser realizados nessa zona da Vila de Santa Cruz e que num futuro próximo, dignificarão aquele espaço de enormes potencialidades, proporcionando o desenvolvimento de outras atividades ligadas ao mar.
Os deputados foram informados que a conclusão da empreitada está prevista para Outubro, caso não se verifiquem contratempos.




Graciosa Futebol Clube sobe á Série Açores

O Graciosa Futebol Clube fez história, ao vencer o troféu de Campeão da AFAH.
A Graciosa passa a ter três equipas no Campeonato de Futebol dos Açores, pois o Graciosa FC junta-se ao Sport Club Marítimo e ao Sporting de Guadalupe.





Aumento de 0,2% nos desembarques em Abril

No passado mês de Abril, desembarcaram no aeroporto da Graciosa 2.127 passageiros, mais 4 desembarques do que em Abril de 2017 e foram registados 2.081 embarques, menos 49, do que em igual período do ano passado.
Nos 48 voos realizados com a Graciosa, foram descarregadas cerca de 6 toneladas e meia de carga e quase 3 toneladas de correio. Da Graciosa saíram por via aérea, cerca de 9 toneladas de carga e 622 Kgs de correio.






Teodora Borba e Vitor Rui Dores serão os graciosenses agraciados no Dia dos Açores

A Assembleia Legislativa Regional aprovou a lista dos açorianos que serão condecorados, este ano, e há dois graciosenses entrem os nomeados.
Maria Teodora de Borba e Vítor Rui Dores vão receber as Insígnias Autonómicas de Reconhecimento.
Trata-se do reconhecimento público destes dois graciosenses, na consolidação da identidade histórica, cultural e politica do nosso povo.




Agricultores graciosenses em risco de pagar multas por excesso de produção de leite

Carlos Picanço, dirigente da Associação de Agricultores da Ilha Graciosa, disse em entrevista à Rádio Graciosa, que há esse risco no segundo trimestre deste ano, resultado do rateio imposto pela indústria, tendo como majoração o ano de 2015.
Carlos Picanço afirma que, há um problema muito grande na vertente da produção de leite.
Os agricultores estão entregues à Lactogal, que está a pagar um preço, igual ao que era praticado em 1991.
A verdade é que a indústria não reconhece o valor do produto e também não mostrou abertura, a uma proposta dos agricultores, para a criação do leite biológico.
Os agricultores alertam ainda para a importância do Governo Regional, que deveria agir como mediador, nas negociações no setor do leite, pois a qualidade do produto não está refletida no seu preço.





Assembleia Legislativa aprovou voto de congratulação pela subida do Graciosa FC à Série Açores

O voto foi apresentado por José Ávila, do Grupo Parlamentar do PS, que destacou que “durante muitos anos este clube apostou, por opção, na formação de atletas”, no seu palmarés destaca-se um conjunto de vitórias nas provas ao nível local e, por isso, foi representante da ilha em diversos apuramentos de Campeão da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo, tendo representado a associação por duas vezes na Taça de Portugal e foi ainda finalista da Taça Açores outras tantas vezes.
Mas nada que se compare com o feito conquistado, que segundo deputado socialista Graciosense o Graciosa Futebol Clube “mudou a sua história”.
João Costa, deputado do PSD eleito pela Graciosa, juntou-se a este voto, destacando “a vontade de vencer do Graciosa Futebol Clube”, que foi mais forte do que as adversidades.
O deputado Graciosense destacou todo o trabalho que tem sido feito na formação e deixou o alerta que com mais movimento de equipas desportivas, a Graciosa vai precisar de mais voos ao fim de semana.






PSD/Açores confrontou o Governo com o “cenário dantesco” dos centros de processamento de resíduos de São Jorge e da Graciosa, mas governo afirma que problemas “estão a ser resolvidos e normalizados”

Catarina Chamacame Furtado fez uma declaração política na sequência das visitas do grupo parlamentar do PSD/Açores aos centros de São Jorge e da Graciosa, em abril e Maio e sublinhou que a concessão dos centros de processamento “não desresponsabiliza o executivo das suas competências, como a seja a fiscalização para garantia do cumprimento das obrigações constantes dos cadernos de encargos”.
Na resposta, o Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares salientou o esforço que o Governo dos Açores está a desenvolver para resolver e normalizar algumas dificuldades surgidas no âmbito do processamento de resíduos, particularmente nas ilhas de São Jorge e da Graciosa.
Berto Messias, admitiu que terão surgido alguns problemas nos centros de processamento de resíduos, sobretudo da Graciosa e de São Jorge, garantindo, no entanto, que “estão a ser resolvidos e normalizados”.





António Zambujo gravou videoclip na Graciosa

Horas antes do seu concerto na Graciosa, o músico esteve a fazer a gravação de um videoclipe no Monte de Nossa Senhora da Ajuda e na Praça de Toiros.
Sobre o balanço da digressão, quando faltam ainda concertos em duas ilhas, António Zambujo afirma que está a corresponder às suas expectativas.
Das passagens pelas ilhas, o cantor leva na bagagem “coisas novas”, do que tem sido feito pelos músicos açorianos.
Na noite de Quarta-feira, os graciosenses acorreram ao Centro Cultural da Ilha Graciosa, para assistir a um espetáculo único, de qualidade, composto pelo vasto repertório do músico português.
O concerto foi promovido pela Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa.





Dormidas desceram 17,4% no primeiro trimestre de 2018

Segundo os dados do Serviço Regional de Estatística, em termos de variações homólogas acumuladas, de Janeiro a Março, as ilhas que apresentaram variações homólogas positivas foram as ilhas do Corvo, da Terceira, de S. Jorge, do Pico, de São Miguel, do Faial e das Flores, que apresentaram variações repetivamente de, 19,6%, 16,9%, 13,7%, 12,6%, 8,5%, 6,5% e 5,6%.
As ilhas da Graciosa e de Santa Maria apresentaram variações negativas, respectivamente de, -17,4% e -8,9%.
No primeiro trimestre deste ano, a hotelaria graciosense registou 2.615 dormidas, menos 549 dormidas do que as 3.164, registadas em igual período de 2017 (-17,4%). Analisando somente o mês de Março, também se verifica uma descida, na ordem dos -12,1%, ao passar da 1.231 de 2017, para as 1.082 de Março deste ano.
Os proveitos totais na hotelaria graciosense, entre janeiro a março de 2018, foram de 83.916 euros, -28,3% e os proveitos de aposento no valor de 74.154 euros, -18,2%.






Graciosenses nos últimos preparativos para os bodos de Espírito Santo

Os Açores, e as comunidades de origem açoriana, constituem os últimos redutos onde os Impérios do Divino Espírito Santo, mantêm todo o seu vigor.
No 7.º domingo após a Páscoa (dia de Pentecostes) realiza-se o bodo.
Na ilha Graciosa realizam-se, este fim de semana, os tradicionais bodos de Espírito Santo, em que são distribuídas rosquilhas pela população e irmãos de cada Irmandade.
A semana que está a terminar foi de muito trabalho, com o reunir das pessoas e o confeccionar das rosquilhas, que em alguns casos foram cozidas nas padarias da ilha, que assim ajudam também a manter esta tradição Graciosense.
O vinho, a massa doce e o arroz doce também fazem parte da ementa destes dias, em que o prato principal é Sopa do Espírito Santo, com o respectivo cozido.
Realizam-se um total de 6 bodos por todas a freguesias do concelho, que distribuem alguns milhares de rosquilhas. O bodo da Ribeirinha é sempre o que tem mais irmãos e como tal, o que confecciona mais rosquilhas.



Dormidas desceram 17,4% no primeiro trimestre de 2018

Na Região Autónoma dos Açores, de janeiro a março de 2018, nos estabelecimentos hoteleiros (hotéis, hotéis-apartamentos, apartamentos turísticos e pousadas) registaram-se 268,1 mil dormidas, valor superior em 9,6% ao registado em igual período de 2017.
Segundo os dados do Serviço Regional de Estatística, em termos de variações homólogas acumuladas, de Janeiro a Março, as ilhas que apresentaram variações homólogas positivas foram as ilhas do Corvo, da Terceira, de S. Jorge, do Pico, de São Miguel, do Faial e das Flores, que apresentaram variações repetivamente de, 19,6%, 16,9%, 13,7%, 12,6%, 8,5%, 6,5% e 5,6%.
As ilhas da Graciosa e de Santa Maria apresentaram variações negativas, respectivamente de, -17,4% e -8,9%.
No primeiro trimestre deste ano, a hotelaria graciosense registou 2.615 dormidas, menos 549 dormidas do que as 3.164, registadas em igual período de 2017 (-17,4%). Analisando somente o mês de Março, tambem se verifica uma descida, na ordem dos -12,1%, ao passar da 1.231 de 2017, para as 1.082 de Março deste ano.
Os proveitos totais na hotelaria graciosense, entre janeiro a março de 2018, foram de 83.916 euros, -28,3% e os proveitos de aposento de 74.154 euros, -18,2%.



Bacalhoeiro Maria Manuela esteve na Graciosa na Quarta-feira

O Porto Comercial da Graciosa, recebeu na Quarta-feira, pela primeira vez, o lendário veleiro "Santa Maria Manuela".
Este veleiro é um dos sobreviventes da chamada "Frota Branca Portuguesa", ou seja dos antigos navios bacalhoeiros. 
A recepção à embarcação foi feita pela Filarmónica União Praiense, contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, Avelar Santos,  e do representante da Portos dos Açores na Graciosa, José Ataíde. A embarcação foi ainda visitada pelas crianças da escola de São Mateus.
O navio Santa Maria Manuela foi construído em 1937, pertenceu à lendária Frota Branca e enfrentou as adversidades do mar do Norte durante as duras campanhas da pesca ao bacalhau. Agora, totalmente renovado, é um veleiro único com excelentes condições para viagens, eventos e experiências náuticas.


Fonte: Blogue Oportodagraciosa

Exposição de trabalhos em Patchwork

O Centro Regional de Apoio ao Artesanato promoveu na Ilha Graciosa dois workshops de patchwork.
Esta ação de formação contou com a colaboração da artesã Sandra Cunha, que ministrou os dois cursos, tendo o último decorrido na Biblioteca Pública de Santa Cruz da Graciosa. Os resultados destas formações serão dados a conhecer esta Sexta-feira, com uma exposição final dos trabalhos.
A forma tradicional, sempre criativa de abordagem aos retalhos, trata-se no fundo, de uma materialização de fragmentos geográficos, de continuidades e descontinuidades que os graciosenses, tal como todos os
açorianos transportam no seu imaginário arquipelágico.
De origem rural e de gosto bem popular, os trabalhos executados em retalhos caracterizam-se pela rusticidade da matéria empregue, pela multiplicidade estética e pela sua multifuncionalidade. Tratam-se de colchas ou mantas feitas com retalhos de fazendas diversas, de cores vivas, em composições geométricas ou aleatórias. Serviam como cobertor, tapete, ou ainda para exibir nas janelas em dias de festa.

Estas formações desenvolvem-se através do projeto “A Hora do Ofício”, um espaço vocacionado para a preservação da tradição e fomento à Inovação no reforço da competitividade das empresas artesanais nos Açores.

Fotos: Sandra Cunha (Facebook)

Recolha de resíduos indiferenciados mantém-se na Segunda-feira

A Câmara Municipal informou que vai manter a recolha de resíduos indiferenciados na segunda-feira, dia 21 de maio.

Devido à tolerância de ponto concedida pela Câmara Municipal, não será efectuada a recolha de papel/cartão e vidro na quinta -feira dia 24 de maio.

Tempo instável no fim-de-semana

Segundo os prognósticos de superfície do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, delegação dos Açores, o tempo será instável durante o fim de semana.
Sexta-feira, dia 18, devido à presença de um sistema frontal a norte do arquipélago prevê-se um aumento da nebulosidade bem como a ocorrência de precipitação fraca nos grupos Ocidental e Central. O grupo Oriental o céu deverá manter-se com boas abertas.
Sábado, dia 19, será um dia com humidades relativas muito elevadas associadas ao sector quente que condicionará o estado do tempo em toda a região. Existirão condições para a formação de neblinas e de ocorrência de precipitação fraca especialmente nas ilhas dos grupos Ocidental e Central.
Domingo, dia 20, uma superfície frontal com ondulações deverá atravessar os grupos Ocidental e Central provocando períodos de chuva fraca passando a aguaceiros, e onde o vento deverá rodar para norte.


Fonte: IPMA- Delegação Açores

Entrevista sobre formações do Centro Regional de Apoio ao Artesanato

Na entrevista desta Sexta-feira é nossa convidada Teresa Reis, do Gabinete da Vice-presidência da Graciosa, para nos falar das últimas formações que decorreram na Graciosa, através do Centro Regional de Apoio ao Artesanato.
Uma entrevista para ouvir às 17h30 ou a qualquer hora em www.radiograciosa.com


Utilidade Pública

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Períodos de céu muito nublado com boas abertas, tornando-se encoberto.
Possibilidade de chuvisco a partir da tarde.
Vento oeste fraco a bonançoso (05/20 km/h).
Mar encrespado a de pequena vaga.
Ondas quadrante norte de 1 metro.

Baixa-Mar às 21h57 com 0,4 m
Preia-Mar às 15h39 com 1,6 m

O Sol nasceu às 06h36 e vai pôr-se às 21h00
Índice de Ultravioleta, 3 Moderado

A temperatura da água é de 18ºC
A temperatura do ar é de 19ºC e Humidade 91%

Máxima de 22º, Mínima de 15º

17 maio 2018

PSD/Açores confrontou o Governo com o “cenário dantesco” dos centros de processamento de resíduos de São Jorge e da Graciosa, mas governo afirma que problemas “estão a ser resolvidos e normalizados”

O PSD/Açores confrontou o Governo regional com o “cenário dantesco” dos centros de processamento de resíduos de São Jorge e da Graciosa.
Os deputados do PSD/Açores no parlamento açoriano confrontaram hoje o Governo regional com o “cenário dantesco” dos centros de processamentos de resíduos de São Jorge e da Graciosa, a prova de que as políticas de prevenção e de gestão de resíduos e as políticas ambientais estão a falhar na Região.
Catarina Chamacame Furtado fez uma declaração política na sequência das visitas do grupo parlamentar do PSD/Açores aos centros de São Jorge e da Graciosa, em abril e Maio e sublinhou que a concessão dos centros de processamento “não desresponsabiliza o executivo das suas competências, como a seja a fiscalização para garantia do cumprimento das obrigações constantes dos cadernos de encargos”.
O PSD considera que “a política de prevenção e de gestão de resíduos é uma no papel, onde até as estatísticas são claramente deturpadas e falseadas, e outra no terreno.”
A deputada do PSD/Açores, que ainda que verificaram “condições de trabalho indignas; instalações imundas; amontoados de lixo que chegam até ao teto ou até mesmo transbordam para fora de portas; equipamentos inoperacionais e práticas ambientais ilegais, como o derrame de sangue proveniente de animais abatidos no matadouro em cima de cascalho, sem tela de impermeabilização”.
Catarina Chamacame Furtado salienta que estes e outros casos são a prova de que a “operacionalização da estratégia de gestão de resíduos nos Açores”, no âmbito da qual foram construídas infraestruturas em todas as ilhas, baseadas em unidades de valorização orgânica, e através da qual foi determinada a selagem dos aterros, “está a falhar e carece de uma transformação estrutural”.
O PSD denunciou as condições dos postos de trabalho em centros que “não deveriam ser um barracão numa batalha perdida contra a ferrugem, nem tão pouco um santuário para ratos e baratas”.

Na resposta, o Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares salientou o esforço que o Governo dos Açores está a desenvolver para resolver e normalizar algumas dificuldades surgidas no âmbito do processamento de resíduos, particularmente nas ilhas de São Jorge e da Graciosa.
Berto Messias, admitiu que terão surgido alguns problemas nos centros de processamento de resíduos, sobretudo da Graciosa e de São Jorge, garantindo, no entanto, que “estão a ser resolvidos e normalizados”.
“A operação dos centros de processamento de resíduos teve momentos em que não correu bem ou não correu como gostaríamos que tivesse corrido”, afirmou, lembrando que, “quem tem a obrigação, de acordo com aquilo que estava definido no caderno de encargos, de explorar esses centros de processamento de resíduos não cumpriu, na devida altura, com as suas responsabilidades”.
O Secretário Regional sublinhou que, quando começaram a surgir as primeiras questões, o Governo dos Açores "agiu de imediato, fazendo as fiscalizações que tinha de fazer", acrescentando que, no caso concreto de São Jorge e da Graciosa, estão a ser feitos atualmente "controlos e monitorizações semanais para avaliar estas questões”.
Berto Messias frisou que a Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro, “esteve muito recentemente na Graciosa, presencialmente, a fazer diligências sobre o assunto”.
Berto Messias revelou que “atualmente, as taxas de processamento de resíduos estão estabilizadas, com a Graciosa e São Jorge a apresentarem taxas de valorização de resíduos acima dos 80%. São mesmo as ilhas que lideram as taxas regionais atualmente”.



António Zambujo gravou videoclip na Graciosa e deixa a ilha com um sentimento de gratidão

António Zambujo está a levar a cabo, durante este mês de maio, uma digressão pelos Açores.
Nesta tournée, o músico português atua em todas as ilhas do arquipélago, concretizando assim um “sonho” seu. Nestes concertos, o alentejano apresenta-se a solo, apenas com a sua guitarra.
Horas antes do seu concerto na Graciosa, o músico disse à Rádio Graciosa que esteve a fazer a gravação de um videoclipe, no Monte de Nossa Senhora da Ajuda e na Praça de Toiros.
Sobre o balanço da digressão, quando faltam ainda concertos em duas ilhas, António Zambujo afirma que está a corresponder às suas expectativas.
Das passagens pelas ilhas, o cantor leva na bagagem “coisas novas”, que tem sido feitas pelos músicos açorianos.
Na noite de Quarta-feira, os graciosenses acorreram ao Centro Cultural da Ilha Graciosa, para assistir a um espetáculo único, de qualidade, composto pelo vasto repertório do músico português. 
O concerto foi promovido pela Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa.
António Zambujo mostrou aos graciosenses aquilo que sempre é, ou seja um cantor e músico de excepção, com uma capacidade única de cativar o público.
Da Graciosa e dos Açores em geral leva, para além da inspiração para novos trabalhos, um sentimento de gratidão, para com todos os que possibilitaram realizar este sonho.
O trabalho inspirado nesta digressão, só deverá estar pronto lá para o final do ano.

Dragagem do Porto Comercial está a decorrer

A Portos dos Açores, iniciou na semana passada a dragagem do porto comercial da Ilha Graciosa, situado na Vila da Praia.
As areias foram transportados pela empresa para a zona balnear de praia, num total respeito pelos valores ambientais, conforme nota de Manuel José Ramos, autarca de São Mateus.
A operacionalidade do porto comercial é de grande importância para o desenvolvimento económico da Ilha Graciosa, sendo que no passado foram retiradas quantidades avultadas de areias dos fundos da baia, que provocaram um total desequilíbrio ambiental. Este problema começa a ser ultrapassado e a cada verão que passa, verifica-se cada vez mais areia na zona balnear.


Fonte: Manuel José Ramos (Facebook)

USIG assinala Dia Mundial Hipertensão Arterial

O Dia Mundial da Hipertensão é celebrado todos os anos a 17 de maio desde 2005.

Para assinalar a data a Unidade de Saúde da Ilha Graciosa alerta a população para as consequências da hipertensão no organismo, com especial destaque para o AVC (Acidente Vascular Cerebral).
O objetivo deste Dia Internacional da Hipertensão é combater o flagelo da hipertensão.








Hipertensão em Portugal

Cerca de 40% da população portuguesa é hipertensa. A hipertensão é uma doença crónica, que pode ser reversível, desde que se adotem hábitos de vida saudáveis. A tensão arterial elevada afeta cada vez mais a população jovem.
A hipertensão arterial aumenta o risco de ataques cardíacos, derrames cardiovasculares e insuficiência renal. Pode ainda originar cegueira, irregularidades do ritmo cardíaco e insuficiência cardíaca. O risco de desenvolver estas complicações é maior na presença de outros fatores de risco cardiovasculares, como a diabetes.
Reduzir a pressão arterial elevada

A pressão arterial elevada pode ser prevenida e tratada, cumprindo alguns rituais saudáveis:

Reduzir a ingestão de sal;
Fazer uma dieta equilibrada;
Evitar a ingestão de álcool e o consumo de tabaco;
Praticar exercício físico de forma regular.


Valores ideais

Os valores ideais situam-se nos 120/80 mm Hg (milímetros de mercúrio).

Acima de 140/90 mm Hg já se considera estar numa situação de hipertensão.

Exibição do filme “Vingadores-A Guerra do Infinito”

No Centro Cultural da Ilha Graciosa é exibido Sexta-feira, a partir das 21h30, o filme “Vingadores-A Guerra do Infinito”.
Após 10 anos de uma viagem cinematográfica sem precedentes e que abrange todo o universo cinematográfico Marvel, "Vingadores: Guerra do Infinito" traz ao grande ecrã o maior confronto de todos os tempos. Os Vingadores e os seus aliados Super-Heróis devem estar dispostos a sacrificar tudo para tentarem derrotar o poderoso Thanos antes que o seu ataque de devastação e ruína acabe com o universo.
Um filme com Ação, Aventura e Fantasia, para maiores de 12 anos.

Abertura da bilheteira na sexta-feira das 13h30 às 17h00 e 1 hora antes da exibição do filme.

Utilidade Pública

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Períodos de céu muito nublado com boas abertas.
Vento fraco a bonançoso (05/20 km/h) de noroeste.
MAR ENCRESPADO.
Ondas noroeste até 1 metro.

Preia-Mar às 14h51 com 1,7 m
Baixa-Mar às 21h05 com 0,3 m

O Sol nasceu às 06h37 e vai pôr-se às 20h59
Índice de Ultravioleta é 8, Muito Elevado

A temperatura da água é de 18ºC
A temperatura do ar é de 19ºC e Humidade 86%

Máxima de 22º, Mínima de 13º

16 maio 2018

Teodora Borba e Vítor Rui Dores serão condecorados no Dia dos Açores

O Dia da Região Autónoma das Açores será assinalado, este ano, a 21 de Maio, com um programa comemorativo que inclui a Sessão Solene que vai decorrer na Madalena, na ilha do Pico.
A Assembleia Legislativa Regional aprovou ontem a lista dos açorianos que serão condecorados, na comemoração deste ano e há dois graciosenses entrem os nomeados.
Maria Teodora de Borba e Vítor Rui Dores vão receber as Insígnias Autonómicas de Reconhecimento.
Trata-se do reconhecimento público destes dois graciosenses, na consolidação da identidade histórica, cultural e politica do nosso povo.









Maria Teodora de Borba, nasceu a 25 de Abril de 1931 em Norte Pequeno, Concelho da Calheta de São Jorge. Filha de João Clemente de Borba, negociante da indústria dos lacticínios e de Maria La-Salette, doméstica, Maria Teodora era a segunda mais velha de 5 irmãos.

Foi na escola primária da Freguesia que concluiu o ensino primário e fez exame da quarta classe, imposição que os pais tinham posto a todos os filhos.

No entanto, Teodora Borba descobriu o gosto pelo estudo e pediu aos pais para continuar a estudar e foi através da professora Maria Carlota Pereira, que conseguiu estudar e fazer exame de admissão, embora o pai não aceitasse que saísse de casa para estudar.

Maria Teodora Borba esteve de 2 a 3 anos com esse sonho adiado, até que a família muda-se para a Calheta. Aí conhece a professora Clarisse Baptista, que dava explicações e foi com ela que retoma os estudos.

Aos 18 anos é incentivada a fazer o exame de regente na Terceira, mas aí uma outra professora propõe-lhe que faça o exame do 2º ano, que passou facilmente. Depois ingressou no Liceu Nacional Padre Jerónimo Emiliano de Andrade e continua a ser uma aluna muito aplicada, mas também muito preocupada e acaba por ter um esgotamento.

Regressa a São Jorge para recuperar na altura em que estava no 4º ano e é um amigo do pai que convence a deixá-la prosseguir estudos no Colégio de Santo António, no Faial, onde completa o 4º e 5º ano. Foram anos de formação cívica e religiosa que marcaram a sua vida.

Voltou à Terceira para fazer o exame do 5º ano e exame de admissão ao Ministério, pois queria ser enfermeira. Chegou a ter matrícula feita na Escola de Enfermagem Rainha Santa Isabel, mas a oposição da família a que seguisse aquela profissão e o facto de ter conhecido o futuro marido fê-la mudar de ideias. Desiste da enfermagem para ser professora e durante dois anos fez o curso na Terceira, terminando em 1957.
Foi a 8 de Setembro de 1957 que casou com Celestino Soares da Silva, graciosense que trabalhava na Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.
Recém formada e recém casada, ficou colocada na Praia da Vitória, na Escola Masculina Sousa Júnior. Tinha 49 alunos da 4ª classe.
Durante 7 anos deu aulas em escolas da Ilha Terceira e em 1964 pede transferência para a Graciosa, mais concretamente para o lugar do Bom Jesus. Com esta mudança Teodora Borba cumpria o desejo do marido de voltar para a sua terra e assim reside há mais de 50 anos na Graciosa.

A sua vida profissional nas escolas do 1º ciclo continua, até que é convidada para leccionar na escola preparatória e depois também na escola secundária, onde foi professora de História. Dava ainda explicações em sua casa, tendo ajudado muitos graciosenses a preparar-se para os exames.

Estava nesta vida muito preenchida de ensino, quando foi destacada em 1980 para trabalhar no Museu. Foi durante a sua direcção que a casa foi comprada, renovada e adquirido e recolhido o espólio da Casa Etnográfica, que abriu a 6 de Dezembro de 1983. Esteve a dirigir o Museu até 2000, 20 anos de trabalho naquela casa, que deixou na altura que foi para se reformar. Um trabalho que deu muito gosto, pois segundo diz permitiu-lhe conhecer a história dos graciosenses e da ilha.

No seu contributo à ilha é de destacar ainda que foi presidente da Junta de Freguesia Santa Cruz da Graciosa em 3 mandatos alternados, numa fase em que havia muita pobreza e no trágico sismo de 80.
É uma das maiores impulsionadoras da Associação de Artesãos da Graciosa e do seu atelier.
O seu cunho pessoal também o deixou no Carnaval da ilha, ensaiando bailinhos e fantasias de Carnaval.
Uma mulher notável, muito respeitada pelos graciosenses e que adotou a ilha Graciosa como sua terra.







Victor Rui Ramalho Bettencourt Dores, nascido em Santa Cruz da Graciosa, Ilha Graciosa, Açores,a 22 de maio de 1958, é um professor, escritor, ator,encenador, poeta, ensaísta e crítico literário Açoriano, que também se dedica à etnomusicologia e aos estudos etnográficos e linguísticos.

Em 1968 mudou-se com a família para a Ilha Terceira, onde permaneceu até 1978. Em 1977 concluiu os estudos liceais no então Liceu Nacional de Angra do Heroísmo e em 1982, obteve a licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (Estudos Ingleses e Alemães), pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa.

Cumpriu o serviço militar obrigatório na Força Aérea entre 1983 e 1985 nas Bases militares da Ota, Tancos e Lajes, com as patentes de aspirante e alferes.
Possui Certificado de Estatuto de Formador, conferido pela Direção Regional da Educação e Formação, nas áreas: Didáticas Específicas (Inglês/Alemão) e Expressão Dramática.
Atualmente desempenha a função de professor do quadro de nomeação definitiva da Escola Secundária Manuel de Arriaga, na cidade da Horta, Ilha do Faial.

Entre setembro de 1997 e julho de 2004 exerceu o cargo de Presidente da Comissão Executiva Provisória do Conservatório Regional da Horta.
É representante da Região Autónoma dos Açores, desde 1998, no Conselho Nacional de Educação. Também desde 1998, exerce o cargo de Presidente da Assembleia Geral da "Azórica", Associação de Defesa do Ambiente.

No campo da linguística, pesquisa, há mais de 20 anos, os sotaques, as pronúncias e as variantes dialetais das nove ilhas açorianas.

Colabora frequente com crónicas publicadas em jornais e revistas regionais, nacionais e da diáspora. É autor e colaborador de vários programas de índole cultural no centro regional da Rádio e Televisão de Portugal nos Açores (RTP Açores), bem como em outros meios de comunicação social e açorianos.

Está ligado à arte teatral como ator, estando integrado no grupo de teatro "Carrocel", ocupando igualmente o cargo de Presidente da Direção. Desde 1988 é autor de peças e encenador no grupo de teatro "Sortes à Ventura", da Escola Secundária Manuel de Arriaga.

Entre 2004 e 2007 foi membro da comissão editorial do Boletim do Núcleo Cultural da Horta. [3]

Em 2010, escreveu o documentário "Um Idealista Chamado Manuel de Arriaga", produzido pela delegação do Faial da RTP Açores. No documentário que assinalou o centenário da República Portuguesa, Victor Rui Dores interpretou a figura do primeiro Presidente da República Portuguesa. [4]
É frequentemente convidado a escrever, em parceria com Antero Ávila, letra e música de marchas que desfilam nas Festas Sanjoaninas de Angra do Heroísmo (Ilha Terceira). [5]
Foi o responsável pela introdução da Marcha da Semana do Mar, aquando da realização desta festa que anualmente decorre na cidade da Horta. Assumiu, por diversas vezes, a autoria da letra da referida marcha.

Victor Rui Dores é Cidadão Honorário da Ilha Graciosa (agosto de 2004) e recebeu Homenagem pública Câmara Municipal da Horta (julho de 2006).

Obras

  • Poemas de Fogo e Mar (poesia), 1978
  • Grimaneza (contos), 1987
  • Entre o Cais e a Lancha (poesia), 1990
  • À Flor da Pele (poesia), 1991
  • Sobre Alguns Nomes Próprios Recolhidos na Ilha Graciosa (ensaio), 1991
  • Histórias com Peripécias (crónicas), 1999
  • Bons Tempos (crónicas), 2000
  • Açores, as Ilhas Ocidentais – Azores, the Western Islands (álbum fotográfico), 2000
  • A Valsa do Silêncio (romance), 2005
  • A Graciosa Ilha (álbum fotográfico), 2009
  • O Ouvido que Escreve (poesia), 2017

Antologias

  • Cadernos Colectivos de Poesia – Antologia organizada por Emanuel Jorge Botelho, 1979
  • O lavrador de ilhas, de Santos Barros, 1981
  • Toda e qualquer escrita, de João de Melo, 1982
  • A questão da literatura açoriana, de Onésimo Teotónio Almeida, 1983
  • Antologia Poética dos Açores, 2.º Volume, de Ruy Galvão de Carvalho, 1984
  • Os Nove Rumores do Mar, de Eduardo Bettencourt Pinto, 1999
  • On a Leaf of Blue: Bilingual Anthology of Azorean Contemporary Poetry, tradução e organização de Diniz Borges, 2003
  • Nem Sempre a Saudade Chora – Antologia de Poesia Açoriana sobre Emigração, Seleção, Introdução e Notas de Diniz Borges, 2004
  • “XX3X20” 20 pinturas/20 melodias/20 poemas, 2005
  • Voices from the Islands, an Anthology of Azorean Poetry, John M. Kinsella, 2007

Agricultores graciosenses em risco de pagar multas por excesso de produção de leite

Os agricultores graciosenses estão em risco de pagar multas, por excesso de produção de leite.
Carlos Picanço, dirigente da Associação de Agricultores da Ilha Graciosa, disse em entrevista à Rádio Graciosa, que há esse risco no segundo trimestre deste ano, resultado do rateio imposto pela indústria, tendo como majoração o ano de 2015.
Carlos Picanço afirma que, há um problema muito grande na vertente da produção de leite.
Os agricultores estão entregues à Lactogal, que está a pagar um preço, igual ao que era praticado em 1991.
A verdade é que a indústria não reconhece o valor do produto e também não mostrou abertura, a uma proposta dos agricultores, para a criação do leite biológico.
Os agricultores alertam ainda para a importância do Governo Regional, que deveria agir como mediador, nas negociações no setor do leite, pois a qualidade do produto não está refletida no seu preço.


Assembleia Legislativa aprovou voto de congratulação pela subida do Graciosa FC à Série Açores

A Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores aprovou um voto de congratulação pela subida do Graciosa Futebol Club ao Campeonato de Futebol dos Açores.
O voto foi apresentado por José Ávila, do Grupo Parlamentar do PS, que destacou que “durante muitos anos este clube apostou, por opção, na formação de atletas, primeiro sob a orientação do professor Manuel Mendonça e, mais recentemente, com Pedro Gil, com claros benefícios para o próprio clube como para outros, quer da ilha, quer mesmo de fora da ilha”.
No seu palmarés destaca-se um conjunto de vitórias nas provas ao nível local e, por isso, foi representante da ilha em diversos apuramentos de Campeão da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo, tendo representado a associação por duas vezes na Taça de Portugal e foi ainda finalista da Taça Açores outras tantas vezes.
Mas nada que se compare com o feito conquistado no último sábado, dia que segundo deputado socialista Graciosense o Graciosa Futebol Clube “mudou a sua história”.
João Costa, deputado do PSD eleito pela Graciosa, juntou-se a este voto, destacando “a vontade de vencer do Graciosa Futebol Clube”, que foi mais forte do que as adversidades.
O deputado Graciosense realçou todo o trabalho que tem sido feito na formação e deixou o alerta que com mais movimento de equipas desportivas, a Graciosa vai precisar de mais voos ao fim de semana.
O Graciosa Futebol Clube, com sede em Santa Cruz da Graciosa, foi fundado em 1939, conquistou pela primeira vez o titulo de Campeão da AFAH e vai juntar-se ao Sport Club Marítimo e Sporting de Guadalupe, no Campeonato de Futebol dos Açores.

Abertas inscrições para restaurantes das Festas de Santo Cristo

A Comissão Organizadora das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres 2018 informou que as candidaturas, para a atribuição dos restaurantes, estão abertas de 17 de maio a 01 de junho.
As propostas deverão ser entregues em carta fechada na Câmara Municipal. Mais se informa que a sua abertura será no mesmo dia pelas 16:30.

Para mais informações, os interessados devem contatar a Câmara Municipal ou a Comissão.

Entrevista sobre Projeto da Escola da Graciosa às Escolas Solidárias da Fundação EDP

No espaço de entrevista desta Quarta-feira, são nossos convidados, o professor João Pedro Costa e os alunos Sofia Silva, Leonor Mendonça e Ricardo Picanço, das turmas do 10 e 11º anos, para nos falar do Projeto da Escola Básica e Secundária de Santa Cruz da Graciosa, que levou a escola à final da iniciativa Escolas Solidárias da Fundação EDP.
Vamos assim conhecer os pormenores das iniciativas “I Festival Cultural da Ilha Graciosa”, “Amarra-te à Vida” e “Torradinhos com Cuidadinho”.
Uma entrevista para ouvir às 17h30, ou a qualquer hora em www.radiograciosa.com





Utilidade Pública

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Períodos de céu muito nublado com boas abertas.
Vento fraco (05/10 km/h).
MAR ENCRESPADO.
Ondas norte/noroeste de 1 metro.

Preia-mar será às 14h06 com 1.7 metros.
Baixa-mar será às 20h17 com 0.3 metros.

O Sol nasceu às 06h37 e vai pôr-se às 20h58
Índice de Ultravioleta, 8 Muito Elevado

A temperatura da água é de 18ºC.
A temperatura do ar é de 18ºC e Humidade 72%

Máxima de 20º, Mínima de 13º

15 maio 2018

Aumento de 0,2% nos desembarques em Abril

Em Abril de 2018 desembarcaram nos aeroportos dos Açores 129.415 passageiros, uma diminuição de 5,4% face ao mesmo mês de 2017.
No trimestre terminado em Abril, verifica-se uma variação homóloga positiva de 1,3%.
Segundo os dados do Serviço Regional de Estatística, em Abril, a ilha que apresentou maior crescimento homólogo foi a do Corvo com 59,2%, seguindo-se o Pico com 7,1%, Santa Maria (3,9%) e Graciosa com 0,2%. As restantes ilhas apresentaram variações homólogas negativas, Terceira com -7,3%, Faial (-6,8%), São Miguel (-6,1%), Flores (-4,2%) e São Jorge com -0,5%.
Quanto ao acumulado dos últimos 6 meses, a ilha que verificou maior variação homóloga positiva foi igualmente a do Corvo com 16,8%, seguida novamente pela do Pico (11,1%), Terceira (6,2%), Flores (5,6%), Graciosa (5,0%) e São Miguel com 3,7%.

No passado mês de Abril, desembarcaram no aeroporto da Graciosa 2.127 passageiros, apenas mais 4 desembarques do que em Abril de 2017 (0,2%) e foram registados 2.081 embarques, menos 49 do que em igual período do ano passado.

Nos 48 voos realizados com a Graciosa, foram descarregadas cerca de 6 toneladas e meia de carga e quase 3 toneladas de correio. Da Graciosa saíram por via aérea, cerca de 9 toneladas de carga e 622 Kgs de correio.









António Zambujo atua já amanhã na Graciosa

É já na quarta-feira, que António Zambujo vai atuar no Centro Cultural da Ilha Graciosa.
O cantor e compositor, António Zambujo, está a fazer uma digressão nos Açores até ao dia 20 de maio, percorrendo as nove ilhas do arquipélago.
A solo, acompanhado pela sua guitarra, António Zambujo, dá a conhecer as suas canções aos açorianos e conhece as particularidades da música açoriana.
Ainda vai a tempo de adquirir o seu bilhete, na bilheteira do Centro Cultural das 14:00 às 17:00.

O promotor deste evento é o Município Santa Cruz da Graciosa.

Filarmónica Recreio dos Artistas realiza coroação no Domingo

A Filarmónica Recreio dos Artistas realiza no Domingo, a tradicional coroação do Espírito Santo.
A coroação realiza-se às 11 horas, na Igreja Matriz, donde sairá o cortejo, até à sede da FRA, onde será serviço o almoço aos músicos, sócios e suas famílias.
Assim, quem pretender participar deve fazer a sua inscrição junto da direção, até ao dia 17 de Maio.
Até Sábado, é rezado o terço todos os dias, a partir das 21 horas.

Presidente do Governo concede tolerância de ponto a 24 de Maio

Ontem, foi publicado em Jornal Oficial, o despacho do Presidente do Governo que concede tolerância de ponto no dia 24 de Maio, aos trabalhadores da Administração Pública Regional, cujos serviços estejam sediados na ilha Graciosa.

O despacho destaca o elevado significado religioso que tem para a população da ilha Graciosa a Procissão de Penitência e Ação de Graças de Nossa Senhora da Guadalupe ao Monte de Nossa Senhora d'Ajuda, que se realiza desde 1717.

Utilidade Pública

Períodos de céu muito nublado com abertas.
Vento geralmente fraco (05/10 km/h).
Mar encrespado.
Ondas noroeste de 1 a 2 metros.

Preia-mar será às 13h23 com 1.7 m
Baixa-mar será às 19h32 com 0.3 m

O Sol nasceu às 6h38 e vai pôr-se às 20h57
Índice de Ultravioleta, 7 Elevado

A temperatura da água é de 18ºC
A temperatura do ar é de 18ºC, Humidade 72%

Máxima de 19º e Mínima de 14º

Twitter Facebook Favorites More