Traduzir

30 setembro 2016

Resumo Semanal de 26 a 30 de Setembro de 2016

Novo Matadouro da Graciosa dará resposta ao crescimento do número de abates

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente, Luís Neto Viveiros, presidiu à cerimónia de lançamento da 1.ª pedra da obra de construção do Matadouro da Graciosa.
Um investimento de cerca de 5 milhões de euros, que tem um prazo de execução de 18 meses, para construção do novo matadouro da ilha, situado na Zona Industrial do Quitadouro, em terreno cedido pela Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa.
A nova unidade privilegia, além do processo de abate, a preparação de carcaças, contemplando ainda uma sala de desmanche, uma estação de tratamento de águas residuais e uma unidade de preparação e acondicionamento de subprodutos e despojos.
Luis Viveiros referiu tratar de “uma nova unidade de abate de média dimensão, polivalente, contemplando os requisitos necessários ao cumprimento integral das exigências higiosanitárias e ambientais vigentes.”
A nova estrutura, projetada de acordo, não só com a capacidade produtiva atual da Graciosa, mas também com o seu crescimento expetável, dará resposta ao crescimento do número de abates que se tem vindo a verificar nesta ilha, pois apenas nos últimos quatro anos, se registou um aumento de 34% no abate de bovinos.
Enquanto em 2012 foram abatidos 423 bovinos – sem registo de carcaças para exportação -, em 2015 esse número cresceu para 551 bovinos, dos quais 112 tiveram como destino o mercado externo, ou seja um aumento de 30%.
O responsável pela pasta da agricultura referiu que o objetivo é “continuar a promover e modernizar o setor agroalimentar, aqui na Graciosa e nos Açores”, acentuando, por essa via, “o reforço da valorização da fileira da carne, conferindo sustentabilidade às explorações e incrementando a comercialização de carne e de produtos derivados na Região e fora dela.”
Trata-se, por isso, de um investimento público reprodutivo, resultado da boa utilização de fundos comunitários por parte do Governo dos Açores, que revertem, integralmente a favor da atividade dos privados e da geração de riqueza, conforme disse Neto Viveiros.





PSD acusa PS de “ato de fição” no lançamento da primeira pedra da obra do Matadouro

Refere o PSD que “a verdade é que o desespero do partido socialista e do Governo Regional é de tal ordem que levaram a cabo uma encenação que não passou disso mesmo, uma acção que visa iludir as pessoas em vésperas de eleições”, pois a obra deveria “estar agora a ser concluída e não a ser iniciada”, para além de que “essa ficção resulta de se ter lançado uma primeira pedra de uma obra pública, que se rege pelo regime de contratos públicos, sem que esteja ainda adjudicada a fiscalização da obra, o que, nos termos legais, é condição para que se possa executar o contrato celebrado.”
Ou seja, “a dois dias do início oficial da campanha eleitoral, o Governo do PS faz uma cerimónia pública de um início de obra sem estarem reunidas todas as prerrogativas legais exigidas”, o que leva o PSD Graciosa a concluir que “tratou-se, portanto, de uma mera acção de propaganda que quis apenas iludir os produtores de carne da Graciosa.”





“PSD irrita-se sempre que nasce um investimento” critica o PS Graciosa

O PS Graciosa respondeu também em comunicado, às “considerações e avaliações que denotam grande desconhecimento da realidade ou então uma enorme maldade, escrito com punho desesperado devido à consciência do que está para vir.”
Os socialista referem que “se o PSD/Graciosa consultasse um jurista como deve ser saberia que a fiscalização técnica, financeira e jurídica do contrato de empreitada (como dos contratos públicos em geral) é da responsabilidade do contraente público (no caso concreto do dono da obra), podendo as tarefas de fiscalização ser, no todo ou em parte, delegadas em entidades públicas ou privadas especializadas, conforme determina o artigo 305.º do Código dos Contratos Públicos.”
Assim o PS Graciosa afirma que “è totalmente falso que a lei, designadamente o regime dos contratos públicos, imponha como condição para a celebração e/ou execução dum contrato de empreitada que o dono da obra confie ou adjudique a fiscalização da mesma.”
Os socialistas concluem que “mais uma vez o PSD/Graciosa mostrou ligeireza na crítica e na má-língua, sem trazer nada de bom para este momento de festa para os Graciosenses e para a agricultura Graciosense.”




PSP identificou autores de furto

Segundo nota do Comando Regional, no dia 26SET16, foram identificados, por elementos policiais da Esquadra de Santa Cruz da Graciosa, dois indivíduos do sexo masculino, um de 30 anos de idade e outro de 17 anos de idade, autores de um furto através de escalamento, num estabelecimento de comercial, de que furtaram a quantia de 177 euros. Foi ainda apreendida parte de quantia monetária furtada.





PSD Graciosa preocupado com acesso dos Graciosenses a medicamentos

O PSD Graciosa emitiu um comunicado, em que vê com grande preocupação uma notícia publicada num diário da ilha Terceira sobre o acesso dos Graciosenses a medicamentos.
Depois de aberta a segunda farmácia o PSD Graciosa e os seus representantes alertaram e exigiram a existência de duas farmácias abertas e a fornecer medicamentos na Ilha, mas mais uma vez “perante o silêncio do PS Graciosa e com o Governo Regional a ignorar a realidade, os Graciosenses viram fechar o posto de farmácia apesar de ter sido prometido e assegurado que isso não sucederia.”
O PSD alerta que os Graciosenses, perante as notícias divulgadas, “vêem novamente o problema do acesso a medicamentos na ordem do dia e não foi por falta de se exigir ao Governo que cumprisse a lei e assegurasse a existência de duas farmácias a funcionar na ilha, em cumprimento com o dever legal de dispensa de medicamentos.”





Dia Mundial do Mar assinalado com visita ao ilhéu

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou a “grande importância” do Ilhéu da Praia, na Graciosa, frisando que se trata do “mais emblemático santuário para aves marinhas dos Açores”, além de ser "a maior colónia da única ave marinha endémica da Região, o Paínho de Monteiro”.
Fausto Brito e Abreu, que visitou o ilhéu, numa iniciativa para assinalar o Dia Mundial do Mar, salientou que “a Região tem sido pioneira na classificação de áreas marinhas protegidas, criando um dos primeiros parques marinhos oceânicos do mundo”.
O governante, recordando que este ano foram classificadas mais seis novas áreas marinhas protegidas, defendeu que os Açores “dão um bom exemplo a outras regiões sobre como desenvolver atividades económicas com respeito pela sustentabilidade ambiental”.





“A verdade é como o azeite, e não é socialista” diz o PSD Graciosa

“A verdade é como o azeite, e não é socialista”, diz o PSD Graciosa sobre o anuncio nº259-2016 de 26 de Setembro de 2016, publicado na terça-feira, em Jornal Oficial dos Açores, relativo ao "Concurso Publico com vista à prestação de serviços de Fiscalização da Empreitada de Construção do Matadouro da Ilha Graciosa", estando a decorrer o prazo para apresentação de propostas.
Em comunicado o PSD Graciosa denunciou que ainda não estava adjudicada a fiscalização da empreitada do novo matadouro da Graciosa, e que isso era essencial para a execução do contrato daquela obra, mas “o PS Graciosa quis mais uma vez enganar os Graciosenses e veio tentar esconder a verdade com acusações sem fundamento”, refere o PSD em comunicado.





Campanha de vacinação gripal começa a 1 de Outubro

A Direção Regional da Saúde enviou para as Unidades de Saúde da Região a circular normativa que recomenda a vacinação contra a gripe, especialmente para os grupos prioritários, para a época gripal 2016/2017.
A vacina contra a gripe é fortemente recomendada e gratuita no Serviço Regional de Saúde para pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, faixa etária onde se pretende atingir uma taxa de vacinação de, pelo menos, 60%.
Esta vacina está disponível nos centros de saúde que integram as Unidades de Saúde de Ilha, não necessitando de receita médica ou guia de tratamento para ser administrada.
Para além do grupo etário com idade igual ou superior a 65 anos, esta vacina é ainda fortemente recomendada a doentes crónicos e imunodeprimidos com seis ou mais meses de idade, às grávidas e a profissionais de saúde, assim como a outros prestadores de cuidados.






Cinema regressa em Outubro ao Centro Cultural

Do cartaz do mês de Outubro fazem parte os filmes “Milagre no Rio Hudson” a 7, “O Bebé de Bridget Jones” dia 14, “A Vida Secreta dos Nossos Bichos” a 21 e “A Rapariga do Comboio”, no dia 28.

Os filmes serão exibidos às Sextas-feiras, às 21h30, sendo a sessão de cinema infantil às 20h30, com abertura da bilheteira entre as 13h30 e as 17 horas e uma hora antes da exibição dos filmes. 

Importância do Ilhéu da Praia foi destaque na celebração do Dia Mundial do Mar

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou a “grande importância” do Ilhéu da Praia, na Graciosa, frisando que se trata do “mais emblemático santuário para aves marinhas dos Açores”, além de ser "a maior colónia da única ave marinha endémica da Região, o Paínho de Monteiro”.
Fausto Brito e Abreu, que visitou ontem o ilhéu, numa iniciativa para assinalar o Dia Mundial do Mar, salientou que “a Região tem sido pioneira na classificação de áreas marinhas protegidas, criando um dos primeiros parques marinhos oceânicos do mundo”.
O governante, recordando que este ano foram classificadas mais seis novas áreas marinhas protegidas, defendeu que os Açores “dão um bom exemplo a outras regiões sobre como desenvolver atividades económicas com respeito pela sustentabilidade ambiental”.
O Secretário Regional do Mar salientou também a importância da criação de áreas de reserva à pesca, como as três que foram criadas este ano ao largo da ilha Graciosa, uma das quais em redor do Ilhéu da Praia.
As três áreas de reserva à pesca da Graciosa, designadamente na Baixa do Ferreiro e nos ilhéus da Praia e de Baixo, que correspondem a 367 hectares, “foram criadas com a colaboração de pescadores e autarquias locais e representam uma mais valia para as pescas e para o turismo marinho”, afirmou.
Nesta visita ao Ilhéu da Praia, que também contou com um grupo de personalidades ligadas ao turismo local, Brito e Abreu destacou a importância dos trabalhos de monitorização de aves e de recuperação de habitats levados a cabo pelo Parque Natural de Ilha e pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, em parceria com o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores.

"Foi graças a este trabalho que, em 2015, foi descoberta a segunda maior colónia de garajaus-rosados da Europa no Ilhéu da Praia”, frisou.

“A verdade é como o azeite, e não é socialista” diz o PSD Graciosa

“A verdade é como o azeite, e não é socialista”, diz o PSD Graciosa sobre o anuncio nº259-2016 de 26 de Setembro de 2016, publicado na terça-feira, em Jornal Oficial dos Açores, relativo ao "Concurso Publico com vista à prestação de serviços de Fiscalização da Empreitada de Construção do Matadouro da Ilha Graciosa", estando a decorrer o prazo para apresentação de propostas.
Em comunicado o PSD Graciosa denunciou que ainda não estava adjudicada a fiscalização da empreitada do novo matadouro da Graciosa, e que isso era essencial para a execução do contrato daquela obra, mas “o PS Graciosa quis mais uma vez enganar os Graciosenses e veio tentar esconder a verdade com acusações sem fundamento”, refere o PSD em comunicado.
Confirmada a publicação do concurso, confirma-se que “o PSD falou a verdade, e só a verdade”, refere o PSD num comunicado a junta uma cópia do Jornal Oficial “que PROVA quem falou verdade e quem, afinal, anda desesperado!”


Candidatos do PSD reuniram com Centro Social e Paroquial da Luz

Os candidatos do PSD pela ilha Graciosa aprofundaram os seus conhecimentos sobre a importante acção do Centro Social e Paroquial, em particular no apoio a idosos, às vítimas de violência doméstica e às crianças e jovens da freguesia, numa visita ao Centro Social e Paroquial da Luz.
Os projectos futuros, em especial quanto ao ATL da Luz e as necessidades de adaptação do edifício onde funciona para possibilitar mais valências e uma mais abrangente actuação são prioridades que merecem uma atenção e empenho por parte dos representantes da Graciosa no parlamento regional, referem os candidatos do PSD em nota de imprensa.
A freguesia da Luz, onde se insere a actuação do Centro Social e Paroquial, tem sentido um grande impacto do processo de desertificação humana a que se soma uma saída prematura de jovens ,que procuram formação profissional em outras ilhas. A par disso existe muito desemprego que deve ser combatido com estratégias efectivas de emprego sustentável e duradouro.
Também foram analisados os problemas causados pela exigência, por vezes exagerada, de comparticipação familiar no apoio domiciliário, que leva alguns idosos a prescindir deste importante apoio social.
Foi reafirmado o compromisso dos candidatos do PSD em defender intransigentemente a existência de uma escola por freguesia, dado que isso é um aspecto essencial para a Luz.
Debateram-se igualmente temas relacionados com as dificuldades financeiras do Centro Social e Paroquial para desenvolver os projectos que considera mais importantes.
Por outro lado a necessidade de existência de um polo de apoio aos adolescentes mais velhos que os ocupe e dê apoio nas suas actividades curriculares e extra curriculares é uma preocupação comum.
Para os candidatos do PSD às IPSS é devido o apoio para que prossigam atribuições que são responsabilidade da região como sejam o apoio a idosos e a crianças e jovens.

Candidatos socialistas reuniram com Clube Naval

Os candidatos do Partido Socialista, cumprindo mais um dia dedicado às instituições locais, reuniram esta quinta-feira com a Direção do Clube Naval da Ilha Graciosa.
Segundo Nota de Imprensa, “neste encontro foram debatidos diversos assuntos do interesse daquele Clube Naval, nomeadamente no que se refere à melhoria das condições para os utilizadores do mar e projetos previstos para um futuro próximo.”
No final, José Ávila referiu que “o mar dos Açores encerra um conjunto de potencialidades, que ultrapassam, em muito, as utilizações tradicionais”, por isso entende que “este sector é estratégico para os Açores e também para a Graciosa”.

Este encontro serviu também, segundo o candidato, “para assinalar o Dia Mundial do Mar em conjunto com pessoas que nutrem um gosto especial por atividades náuticas”.    

Campanha de vacinação gripal tem início a 1 de Outubro

A Direção Regional da Saúde enviou para as Unidades de Saúde da Região a circular normativa que recomenda a vacinação contra a gripe, especialmente para os grupos prioritários, para a época gripal 2016/2017.
A vacina contra a gripe é fortemente recomendada e gratuita no Serviço Regional de Saúde para pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, faixa etária onde se pretende atingir uma taxa de vacinação de, pelo menos, 60%.
Esta vacina está disponível nos centros de saúde que integram as Unidades de Saúde de Ilha, não necessitando de receita médica ou guia de tratamento para ser administrada.
Para além do grupo etário com idade igual ou superior a 65 anos, esta vacina é ainda fortemente recomendada a doentes crónicos e imunodeprimidos com seis ou mais meses de idade, às grávidas e a profissionais de saúde, assim como a outros prestadores de cuidados.
Cada Centro de Saúde vai dispor, a partir do mês de outubro, de um serviço próprio para a vacinação contra a gripe com a vacina trivalente para a época 2016/2017 (gratuita ou não), que funcionará das 11h00 às 16h30 sem interrupção.
Para as pessoas não abrangidas pela vacinação gratuita, a vacina contra a gripe é dispensada nas farmácias, nos mesmos moldes das épocas anteriores, através de prescrição médica e com comparticipação de 37%.
As receitas médicas nas quais seja prescrita exclusivamente a vacina contra a gripe para a época gripal 2016/2017, emitidas a partir de 1 de julho de 2016, são válidas até 31 de dezembro.
A Direção Regional da Saúde lembra que a gripe é uma doença contagiosa que, na maior parte das vezes, se cura espontaneamente, mas, apesar da sua benignidade, podem surgir complicações, particularmente nos grupos de risco. 
Por essa razão, é aconselhada a vacinação, uma vez que este é o melhor método de prevenção da gripe e das suas complicações.
 

Governo promove programa de artesanato nas escolas

O Governo dos Açores, através do Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA) e da Direção Regional da Educação, vai promover o projeto “Raízes Pedagógicas” em todas as escolas da Região, a partir de outubro.
Este projeto, segundo a Diretora do CRAA, visa despertar nas crianças e jovens “uma maior consciência sobre o significado e a importância do artesanato dos Açores”, enquanto património cultural e identitário da Região, “aproximando-os das técnicas, matérias-primas e tradições”.
“Pretende apresentar e dar a conhecer a especificidade do artesanato e promover a aprendizagem sobre o processo cultural, os seus produtos e manifestações, valorizando os saberes populares”, salientou Sofia de Medeiros, destacando a função do CRAA enquanto valência responsável pela valorização das artes e ofícios dos Açores.
O projeto “Raízes Pedagógicas” apresenta-se sob forma de um ‘kit’ com fichas pedagógicas agrupadas por temáticas, estruturadas em duas partes, designadamente “Aprende” e “Faz”, com uma breve contextualização histórico-etnográfica sobre os ofícios e a abordagem prática, com propostas didáticas.
Para além das fichas, é também disponibilizado um DVD com breves entrevistas a artesãos açorianos sobre as várias áreas abordadas nas fichas com o objetivo de fomentar a relação entre comunidade educativa e os centros de produção de artesanato.

A iniciativa vai chegar a todas as escolas dos Açores, públicas e privadas, e pretende abranger crianças e jovens entre os oito e os 15 anos.

Cinema regressa em Outubro ao Centro Cultural

As sessões de cinema regressam em Outubro ao Centro Cultural da Ilha Graciosa, depois de uma pausa para o Verão.
Do cartaz do mês de Outubro fazem parte os filmes “Milagre no Rio Hudson” a 7 de Outubro, “O Bebé de Bridget Jones” dia 14, “A Vida Secreta dos Nossos Bichos” a 21 e “A Rapariga do Combio”, no dia 28.
Os filmes serão exibidos às Sextas-feiras, às 21h30, sendo a sessão de cinema infantil às 20h30, com abertura da bilheteira entre as 13h30 e as 17 horas e uma hora antes da exibição dos filmes.


Campeonato de Futebol dos Açores arranca este fim-de-semana

O Campeonato de Futebol dos Açores arranca este fim-de-semana, com os primeiros jogos da época 2016/2017.
No Sábado, o Marítimo em deslocação à Terceira joga com o Barreiro, às 16 horas, no Campo do Barreiro.
No Domingo, o Sporting de Guadalupe recebe o Prainha, para jogo às 15 horas, no Sintético de Guadalupe.


Provas dos escalões de formação começam Sábado

A época 2016/2017 no futebol de formação, inicia-se este Sábado na Graciosa.
Segundo comunicado da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo, no Torneio de Abertura em Juniores D, jogam Praiense e Graciosa, às 11 horas de Sábado, no Campo da Luz.

Na Taça AFAH Graciosa de Juniores B, as equipas do Graciosa e Marítimo tinham jogo marcado para as 15 horas de Sábado, no Campo da Luz, mas foi adiado para 19 de Outubro, às 18 horas.

Escola Secundária organiza evento “After Summer”

A Escola Secundária de Santa Cruz da Graciosa organiza uma festa de despedida do Verão, com muito movimento e alegria.
O evento “After Summer” realiza-se a partir das 10 horas deste Sábado, no areal de São Mateus e constará de matroginástica, dança, treino funcional, atividades aquáticas e atividade física.
Este evento é organizado pelo grupo de Educação Física, da Escola Básica e Secundária da Graciosa.



I Encontro de Romeiros da Graciosa realiza-se Domingo

O I Encontro de Romeiros da Graciosa realiza-se Domingo, dia 2 de Outubro, a partir das 13h30, no Parque do Pinheiro.

Do evento faz parte uma missa campal, seguida de um lanche.

Caminhada do Coração hoje em Santa Cruz

O Núcleo de Doenças Cardiovasculares da Unidade de Saúde da Ilha Graciosa promove hoje a Caminhada do Coração.
O evento realiza-se às 17h30, na Praça Fontes Pereira de Melo, pedindo-se aos participantes que levem uma t-shirt branca, vermelha ou preta.

O evento integra-se na celebração do Dia Mundial do Coração, a 29 de Setembro, este ano com o lema “Ama o teu Coração e dá energia à vida”.

Eleições na Filarmónica União Popular Luzense

Os sócios da Filarmónica União Popular Luzense vão reunir Domingo, em Assembleia Geral.
O encontro marcado para as 20 horas, na sede da filarmónica, tem na ordem de trabalhos a apresentação de contas, eleição de novos corpos gerentes e outros assuntos de interesse para a coletividade.

Artigo de Opinião de José Ávila intitulado “Um novo investimento”

Na passada quarta-feira foi lançada a primeira pedra de um novo investimento reprodutivo na Ilha Graciosa: o matadouro.
O matadouro da Graciosa é um dos últimos investimentos estruturais que faltava nesta ilha que, como se sabe, foi sujeito a um adiamento por vontade do Conselho de Ilha que preferiu optar por um novo, ao invés da ampliação do atual que, como se sabe, já se encontra integrado na malha urbana que se desenvolve nos arredores do centro de Santa Cruz.
Esta alteração foi, quanto a mim, oportuna, mas implicou um atraso compreensível para se fazer um novo projeto e, ao mesmo tempo, encontrar um terreno adequado para o implementar.
Apesar destas vicissitudes, chegamos ao dia em que a obra arrancou. Representando um investimento de quase 5 milhões de euros, o matadouro terá cerca de 2.200 metros quadrados de área coberta e um prazo de execução de 18 meses.
Os seus equipamentos serão dos mais modernos, capazes de, por si só, criar melhores condições de trabalho aos colaboradores daquele serviço, desde a abegoaria até à preparação de subprodutos, passando pelo abate, desmancha, espaços refrigerados e climatizados.
No entanto, as maiores repercussões estão destinadas aos produtores de carne Graciosenses, pela melhoria geral das condições do abate e, sobretudo, pela possibilidade de obterem maiores rendimentos em resultado da sua atividade.






  

Utilidade Pública

 
PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Períodos de céu muito nublado com abertas.
Possibilidade de aguaceiros fracos.
Vento nordeste bonançoso a moderado (10/30 km/h).
Mar de pequena vaga.
Ondas do quadrante norte de 1 a 2 metros.

Baixa-Mar às 19h16 com 0,4 m
Preia-Mar às 13h02 com 1,7 m

O Sol nasceu às 07h46 e vai pôr-se às 19h35
Índice de Ultravioleta, 6 Elevado

A temperatura da água é de 22ºC

A temperatura do ar é de 21ºC e Humidade 76%

29 setembro 2016

Novo Matadouro da Graciosa dará resposta ao crescimento do número de abates

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente, Luís Neto Viveiros, presidiu ontem à cerimónia de lançamento da 1.ª pedra da obra de construção do Matadouro da Graciosa.



Um investimento de cerca de 5 milhões de euros, que tem um prazo de execução de 18 meses, para construção do novo matadouro da ilha, situado na Zona Industrial do Quitadouro, em terreno cedido pela Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa.
A nova unidade privilegia, além do processo de abate, a preparação de carcaças, contemplando ainda uma sala de desmanche, uma estação de tratamento de águas residuais e uma unidade de preparação e acondicionamento de subprodutos e despojos.
A obra “dá cumprimento ao compromisso de dotar todas as ilhas dos Açores com infraestruturas que permitem fortalecer a fileira da carne, que corresponde na atual legislatura a um investimento público de cerca de 15 milhões de euros na Rede Regional de Abate.
Luis Viveiros referiu tratar de “uma nova unidade de abate de média dimensão, polivalente, contemplando os requisitos necessários ao cumprimento integral das exigências higiosanitárias e ambientais vigentes.”
A nova estrutura, projetada de acordo, não só com a capacidade produtiva atual da Graciosa, mas também com o seu crescimento expetável, dará resposta ao crescimento do número de abates que se tem vindo a verificar nesta ilha, pois apenas nos últimos quatro anos, se registou um aumento de 34% no abate de bovinos.
Enquanto em 2012 foram abatidos 423 bovinos – sem registo de carcaças para exportação -, em 2015 esse número cresceu para 551 bovinos, dos quais 112 tiveram como destino o mercado externo, ou seja um aumento de 30%.
O responsável pela pasta da agricultura referiu que o objetivo é “continuar a promover e modernizar o setor agroalimentar, aqui na Graciosa e nos Açores”, acentuando, por essa via, “o reforço da valorização da fileira da carne, conferindo sustentabilidade às explorações e incrementando a comercialização de carne e de produtos derivados na Região e fora dela.”


Trata-se, por isso, de um investimento público reprodutivo, resultado da boa utilização de fundos comunitários por parte do Governo dos Açores, que revertem, integralmente a favor da atividade dos privados e da geração de riqueza, conforme disse Neto Viveiros.

PSD acusa PS de “ato de fição” no lançamento da primeira pedra da obra do Matadouro

O PSD Graciosa lançou um comunicado sobre o lançamento da primeira pedra da obra do novo Matadouro da Graciosa.


Os social-democratas referem que “este acto simbólico de início da obra seria de enaltecer, não fora o facto de se ter tratado de um acto de pura propaganda política, e enganador dos graciosenses em geral e dos agricultores em particular.”
Refere o PSD que “a verdade é que o desespero do partido socialista e do Governo Regional é de tal ordem que levaram a cabo uma encenação que não passou disso mesmo, uma acção que visa iludir as pessoas em vésperas de eleições”, pois a obra deveria “estar agora a ser concluída e não a ser iniciada”, para além de que  “essa ficção resulta de se ter lançado uma primeira pedra de uma obra pública, que se rege pelo regime de contratos públicos, sem que esteja ainda adjudicada a fiscalização da obra, o que, nos termos legais, é condição para que se possa executar o contrato celebrado.”
Ou seja, “a dois dias do início oficial da campanha eleitoral, o Governo do PS faz uma cerimónia pública de um início de obra sem estarem reunidas todas as prerrogativas legais exigidas”, o que leva o PSD Graciosa a concluir que “tratou-se, portanto, de uma mera acção de propaganda que quis apenas iludir os produtores de carne da Graciosa.”
Referem os responsáveis pelo PSD Graciosa que “a Graciosa não merece este tipo de comportamento e os graciosenses não merecem continuar a ser enganados pelo PS”, “tal como resulta do cartaz afixado no local, pode ver-se que o espaço destinado à fiscalização foi deixado em branco e isso mesmo resulta também da ata de lançamento desta primeira pedra em que não é feita qualquer referência à fiscalização da obra.”
A terminar o comunicado, o PSD Graciosa “lamenta que estas situações sejam a forma de actuar por parte de um governo que abandonou a ilha Graciosa e foi incompetente para ajudar os agricultores a enfrentar os momentos difíceis por que passam” e denuncia “esta situação que só demonstra o quanto o PS anda a brincar com coisas sérias”, “não bastava o que se passa no Cais Novo da Calheta, onde foi colocada uma máquina que rapidamente desapareceu, ou o anúncio falhado da primeira pedra da obra na Barra, em que queriam fazer uma festa partidária, agora fazem mais esta trapalhada que só merece da parte dos graciosenses o mais veemente repúdio”, refere o PSD em comunicado.


“PSD irrita-se sempre que nasce um investimento” critica o PS Graciosa

O PS Graciosa respondeu também em comunicado, às “considerações e avaliações que denotam grande desconhecimento da realidade ou então uma enorme maldade, escrito com punho desesperado devido à consciência do que está para vir.”

Os socialistas referem que “se o PSD/Graciosa consultasse um jurista como deve ser saberia que a fiscalização técnica, financeira e jurídica do contrato de empreitada (como dos contratos públicos em geral) é da responsabilidade do contraente público (no caso concreto do dono da obra), podendo as tarefas de fiscalização ser, no todo ou em parte, delegadas em entidades públicas ou privadas especializadas, conforme determina o artigo 305.º do Código dos Contratos Públicos.”
Assim o PS Graciosa afirma que “è totalmente falso que a lei, designadamente o regime dos contratos públicos, imponha como condição para a celebração e/ou execução dum contrato de empreitada que o dono da obra confie ou adjudique a fiscalização da mesma.”
Os socialista concluem que “mais uma vez o PSD/Graciosa mostrou ligeireza na crítica e na má-língua, sem trazer nada de bom para este momento de festa para os Graciosenses e para a agricultura Graciosense.”
Sobre as duas outras obras referidas no comunicado, o PS diz que “a quem não sabe ou finge não saber, que uma grande parte destas são desenvolvidas em estaleiro e que o PSD/Graciosa poderá, se assim o entender, entrar à socapa nas instalações da empresa construtora para tirar mais umas fotos clandestinas, como tem feito ultimamente.”

Por fim o Partido Socialista refere que o que lhe desagrada “é esta postura depressiva e sempre desconfiada com que o maior partido da oposição olha para os novos investimentos que muito vão contribuir para o desenvolvimento da Graciosa e das empresas Graciosenses.”

Açores voltam a ser distinguidos como um dos “100 Destinos Mais Sustentáveis”

A organização Green Destinations, pela segunda vez consecutiva, voltou a eleger os Açores como um dos 100 destinos turísticos mais sustentáveis do mundo.
A distinção foi anunciada terça-feira à noite pela Green Destinations, que está a celebrar na cidade eslovena de Liubliana o Dia Mundial do Turismo.
Desta forma, à semelhança do que já tinha acontecido em 2014, ano da primeira edição, os Açores foram galardoados com um prémio de sustentabilidade pela qualidade do destino, sendo considerados “um exemplo pelas suas práticas ambientais e pela forma como harmoniza a relação entre o homem e a natureza”.
A distinção da Região, cuja candidatura foi elaborada pelo Geoparque Açores, em colaboração com o Turismo dos Açores, vem, desta forma, valorizar e premiar o trabalho realizado no arquipélago no domínio do turismo de natureza, incluindo o geoturismo, produto turístico de excelência da Região Autónoma dos Açores e que constitui, simultaneamente, um dos principais pilares dos Geoparques Mundiais da UNESCO, como é o caso dos Açores.

 O galardão “100 Destinos Mais Sustentáveis” foi criado para distinguir os esforços efetuados pelos destinos turísticos mais sustentáveis do mundo, tendo em vista incentivar as boas práticas relacionadas com a sustentabilidade económica e ambiental e o turismo responsável.

Dia Mundial do Mar assinalado com visita ao ilhéu

Todos os anos, a Organização Marítima Internacional celebra o Dia Mundial do Mar a 29 de Setembro.
O Dia foi criado pelo Conselho de Administração da Organização Marítima Internacional e comemorado pela primeira vez a 17 de Março de 1978, durante a Convenção da  Organização Marítima Consultiva Intergovernamental. Com este dia, pretende-se chamar a atenção para a importância da navegação segura, da segurança marítima e do ambiente marinho e para enfatizar o trabalho da Organização Marítima Internacional.
No âmbito das comemorações do Dia Mundial do Mar, o Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia visita o Ilhéu da Praia, acompanhado por um grupo de pessoas ligadas ao turismo local.
O objetivo desta iniciativa é sensibilizar para a importância daquela área protegida nomeadamente para as aves marinhas (santuário de garajaus), fazendo referência a trabalhos de recuperação de habitats efetuados e a diferentes equipas, que têm trabalhado no ilhéu, nomeadamente o DOP, a SPEA e o Parque Natural Ilha da Graciosa.

Pretende-se ainda destacar a importância de áreas de reserva à pesca, tais como as três que foram criadas este ano na Graciosa, e que correspondem a 367 ha, com a colaboração de pescadores e autarquias locais, uma delas precisamente em redor do Ilhéu da Praia.

Utilidade Pública

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Céu muito nublado, diminuindo a nebulosidade partir da tarde.
Períodos de chuva ou aguaceiros, especialmente na madrugada e manhã.
Vento fraco (05/10 km/h) na madrugada, tornando-se bonançoso a moderado (10/30 km/h) de nordeste.
MAR ENCRESPADO, TORNANDO-SE DE PEQUENA VAGA A CAVADO.
Ondas oeste de 2 metros, passando a norte.

Preia-Mar às 12h29 com 1,6 m
Baixa-Mar às 18h45 com 0,4 m

O Sol nasceu às 07h45 e vai pôr-se às 19h37
Índice de Ultravioleta é 3, Moderado

A temperatura da água é de 23ºC

A temperatura do ar é de 22ºC e Humidade 83%

28 setembro 2016

PSP da Graciosa identificou autores de furto

A Esquadra de Santa Cruz da Graciosa, identificou esta Terça-feira, 27 de Setembro, os autores de um furto.
Segundo nota do Comando Regional, na sequência de uma filosofia de proatividade na atuação policial, visando a manutenção do sentimento de segurança, no dia 26SET16, foram identificados, por elementos policiais da Esquadra de Santa Cruz da Graciosa, dois indivíduos do sexo masculino, um de 30 anos de idade e outro de 17 anos de idade, autores de um furto através de escalamento, num estabelecimento comercial, de que furtaram a quantia de 177 euros. Foi ainda apreendido parte de quantia monetária furtada.


Lançada primeira pedra da obra do novo Matadouro da Graciosa









PSD Graciosa preocupado com acesso dos Graciosenses a medicamentos

O PSD Graciosa emitiu ontem um comunicado, em que vê com grande preocupação uma notícia publicada num diário da ilha Terceira sobre o acesso dos Graciosenses a medicamentos.
Referem os social-democratas que, “desde a primeira hora em que começou o problema do acesso a medicamentos que o PSD alertou para a necessidade de uma actuação do Governo Regional que pusesse fim ao sofrimento dos doentes da Graciosa” e “desde a primeira hora o PS e o Governo ignoraram a questão e adiaram as decisões, só agindo pela denúncia pública feita pelos Graciosenses e pelos deputados e autarcas do PSD Graciosa.”
Só após o PSD Graciosa alertar para o direito dos Graciosenses serem servidos por duas farmácias é que foi aberto concurso para uma segunda farmácia, por isso o PSD Graciosa acusa que “o Governo do PS actuou tarde e durante muito tempo quem sofreu foram as pessoas da Graciosa.”
Depois de aberta a segunda farmácia o PSD Graciosa e os seus representantes alertaram e exigiram a existência de duas farmácias abertas e a fornecer medicamentos na Ilha, mas mais uma vez “perante o silêncio do PS Graciosa e com o Governo Regional a ignorar a realidade, os Graciosenses viram fechar o posto de farmácia apesar de ter sido prometido e assegurado que isso não sucederia.”
O PSD alerta que os Graciosenses, perante as notícias divulgadas, “vêem novamente o problema do acesso a medicamentos na ordem do dia e não foi por falta de se exigir ao Governo que cumprisse a lei e assegurasse a existência de duas farmácias a funcionar na ilha, em cumprimento com o dever legal de dispensa de medicamentos.”
A terminar o comunicado refere o PSD Graciosa que “de nada serve agora aos que ontem se calaram e deixaram as situações chegarem ao ponto de ruptura que vivemos no passado virem agora dizer que estão do lado das pessoas. Durante anos abandonaram os Graciosenses à sua sorte e nada fizeram por eles.”

“As épocas eleitorais não servem para alguns "limparem a testada" das suas responsabilidades e exigimos, mais uma vez, o cumprimento da lei e a existência de duas farmácias na ilha Graciosa a fornecer medicamentos.”

Candidatos do PS reuniram com Academia, instituições da Freguesia de Guadalupe e visitaram Furna do Enxofre

Os candidatos do PS, pelo Circulo Eleitoral da Graciosa, reuniram com Academia, instituições da Freguesia de Guadalupe e visitaram Furna do Enxofre, todas ações da pré campanha que decorre.
Na última sexta-feira, decorreu uma reunião com a Academia Musical da Ilha Graciosa, em que os candidatos socialistas aproveitaram para conhecer os vários projetos, que a sua jovem direção pretende implementar num futuro próximo.
De seguida os candidatos reuniram ainda com a Associação dos Músicos da Ilha Branca, na sua sede social, e puderam perceber o papel importante que esta entidade tem no meio artístico Graciosense.
Na segunda-feira, o dia foi dedicado às instituições da Freguesia de Guadalupe.
Em primeiro lugar ouviu a sua Junta e aí “os candidatos puderam constatar que o trabalho desenvolvido em conjunto com a Delegação da Secretaria Regional do Turismo e Transportes e com a Câmara Municipal tem trazido benefícios mútuos que é revelador do empenho destas entidades no desenvolvimento da Ilha Graciosa e no bem-estar das populações”, bem como a mais valia do posto da RIAC.
Por fim, os candidatos do Partido Socialista foram recebidos pela Direção da Filarmónica União e Progresso de Guadalupe e registaram as dificuldades que aquela entidade enumerou e também os seus projetos futuros.
À saída, os candidatos afirmaram que tudo farão para manter, e se possível aprofundar, esta estreita colaboração entre entidades públicas para benefício dos Graciosenses.
A lista de candidatos do Partido Socialista assinalou, esta terça-feira, o Dia Mundial do Turismo no Centro de Apoio ao Visitante da Caldeira, estrutura que veio dar maior dignidade àquele espaço que é de uma beleza única no Mundo.
Este ano, relativamente ao ano anterior, o número de visitantes ao interior da Furna do Enxofre tem aumentado exponencialmente. Em junho esse crescimento foi mesmo de mais de 100%, em julho na ordem dos 12% e em agosto ultrapassou os 25%.
“O turismo tem vindo a crescer nos Açores, embora de forma diferente em cada uma das ilhas”, afirmou José Ávila, cabeça de lista pelo Partido Socialista às eleições regionais que se realizarão no dia 16 de outubro próximo.
Lembrou que “a entrada dos transportadores aéreos de baixo custo na Ilha Terceira será determinante para a Graciosa, não só para a mobilidade dos Graciosenses, como também para a captação de turistas”.
Por fim, afirmou que “o trabalho que o Governo dos Açores tem vindo a fazer nos últimos tempos na área do turismo começa agora a dar os seus frutos”.

Os candidatos aproveitaram ainda o dia para visitarem algumas zonas balneares, nomeadamente o Barro Vermelho, a Praia e o Carapacho, que consideraram serem um exemplo, pelo esforço que as Juntas de Freguesia fazem para qualificar a oferta turística na nossa ilha.

Lista de candidatos do PSD continua em acções de pré-campanha

Os candidatos do PSD pela Graciosa, reuniram com várias associações e clubes ainda do decorrer da pré-campanha eleitoral.



Na reunião com o Clube Naval da Ilha Graciosa, as actividades do clube, a necessidade de uma sede que dê condições para a aposta que esta associação faz na preservação do património naval sua propriedade (botes baleeiros e lancha Estefânia Correia), bem como as questões relacionadas com as obras previstas para a Barra e a grua do Clube que esteve avariada no último ano, foram assuntos em cima da mesa.
Refere o PSD que “ultrapassado, finalmente, o problema da grua da Barra, cuja reparação deverá ocorrer nos próximos dias, a marina da Barra é dos assuntos mais falados na ilha”, prometida desde 2004, “inicia-se agora a obra que permitirá mais tarde a existência de um porto de abrigo para os desportistas náuticos e empresas do sector.” Alertam os candidatos do PSD que “devendo a obra que agora arranca demorar cerca de dois anos torna-se necessário começar já a trabalhar para que de uma protecção costeira possa depois resultar uma marina.”
Os candidatos do PSD pela Graciosa asseguraram que estes e outros assuntos serão sempre objecto de um trabalho sério e sem restrições na defesa dos interesses da ilha Graciosa.
Em encontro com a Filarmónica União Progresso de Guadalupe, os candidatos encontraram “uma colectividade que se debate com muitas dificuldades financeiras e humanas e onde o empenho dos seus directores tem permitido a continuidade da sua actividade.”
As necessidades de formação e as dificuldades na obtenção de apoios para o fundamental (instrumentos e fardamento) foram aspectos em debate que assumem importância para a instituição.
Em reunião com o Ouvidor Eclesiástico de Santa Cruz da Graciosa, foram debatidos “os problemas da ilha, em especial a necessidade de valorizar as acções que permitam combater os fenómenos de pobreza e exclusão social, particularmente a pobreza envergonhada que afecta alguns lares graciosenses.”
Também as actividades com as crianças e jovens, nomeadamente “o escutismo e a sua participação em actividades de apoio a quem mais precisa e de incentivo a uma consciência social que mobilize para a solidariedade foram aspectos que dominaram a reunião.”

Os candidatos do PSD pela ilha Graciosa comungam as preocupações abordadas e partilham a necessidade de uma sociedade onde haja justiça social, igualdade de oportunidades e transparência na administração da coisa pública. 

23 setembro 2016

Balança comercial dos Açores melhora 32 por cento em 2015

O Vice-Presidente do Governo dos Açores manifestou “satisfação” com os dados agora divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre o comércio internacional da Região em 2015.


“As exportações cresceram 9,2 por cento, enquanto as importações diminuíram 3,4 por cento, o que permite uma melhoria de 32 por cento da nossa balança comercial com o exterior”, afirmou Sérgio Ávila, frisando que as estatísticas não incluem o mercado de referência dos Açores, que é o do continente.
Para o Vice-Presidente, os dados agora publicados pelo INE “demonstram que os Açores estão no bom caminho, aumentando significativamente a capacidade de exportação, reduzindo as importações e permitindo um aproximar do equilíbrio da balança comercial”.

Sérgio Ávila considerou, também, que se concretiza assim “a estratégia do Governo dos Açores de aposta nos bens transacionáveis”, que permitiu aumentar as exportações e diminuir as importações, substituindo-as por produção regional.

Pesca descarregada voltou a baixar em Agosto

O volume de pesca descarregada em lota, na Graciosa, voltou a descer em Agosto, depois da subida registada em Julho.
Dados do Serviço Regional de Estatística revelam que, em Agosto foram descarregadas na lota da Graciosa, cerca de treze toneladas de peixe, uma redução de cerca de uma tonelada, em comparação com o mesmo mês de 2015. Apesar da descida no volume de peixe, o valor comercial aumentou, pois em Agosto, o pescado rendeu cerca de 112 mil euros, mais 9 mil euros do que no mesmo mês do ano passado.

Nos primeiros oito meses deste ano, o pescado descarregue em lota desceu cerca de 29 toneladas, das 121 toneladas e 738 quilos de 2015, para as 92 toneladas e 181 quilos deste ano e rendeu menos 64 mil euros do que em igual período do ano transato.

Museu da Graciosa comemora jornadas europeias do património

A Direção Regional da Cultura, através dos seus Serviços Externos, associa-se às comemorações das Jornadas Europeias do Património, este ano subordinadas ao tema “Comunidades e Culturas”, que terão lugar a partir de sexta-feira, 23 de setembro.

O Museu da Graciosa também comemora as Jornadas Europeias do Património, promovendo a iniciativa “O Museu vai à Escola”, com a apresentação, entre as 10H00 e as 12H30, na Escola Básica e Secundária de Santa Cruz de uma mostra da exposição “Mestre João Alberto. No reino dos barcos”.

Noite Graciosense hoje no Faial

A Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta, promove sexta-feira, 23 de setembro, pelas 21h00, a realização de uma “Noite Graciosense”, que inclui o lançamento da terceira edição do livro "A Graciosa Ilha", com fotografias de José Nascimento Fernandes Ávila e texto de Victor Rui Dores.
Esgotadas as duas anteriores, esta terceira edição conta com mais 200 fotografias agora adicionadas, que contribuem para enriquecer esta obra de homenagem à Graciosa, às suas paisagens e às suas gentes.
Para além do lançamento deste livro, será também apresentado um vídeo sobre a ilha Graciosa, bem como uma exposição fotográfica intitulada “Encantos de Mar, Terra e Sonho”.


Artigo de Opinião de José Ávila intitulado “Um novo pilar”

A agricultura, a pesca e o turismo constituem os pilares da economia da Ilha Graciosa, à semelhança do que sucede em quase todas as outras ilhas, mas a energia e o ambiente estão a revelar-se como sectores que acabam por ser transversais a todos os outros e incontornáveis.
O projeto piloto que está a ser desenvolvido na Graciosa para a produção de energia limpa, pode contribuir para a valorização dos produtos locais, da agricultura à pesca, mas para o turismo poderá ser uma mais-valia importantíssima.
A autossustentabilidade é uma das maiores preocupações das sociedades ocidentais e a Graciosa está a escassos passos de poder concretizar esse objetivo.
Mais dia menos dia teremos cerca de 65% do total do consumo energético produzido por fontes renováveis, podendo esse valor ser aumentado com a microgeração de energia, ou seja, a produção de energia em pequena escala.
O caminho faz-se caminhando, diz o povo e com toda a razão.
O objetivo de um projeto destes, que envolve um investimento na ordem dos 25 milhões de euros, é anular a dependência dos combustíveis fósseis, minimizar a pegada ambiental e reduzir os custos das famílias com o consumo de energia.
Isso só será possível com uma mudança de hábitos e com a introdução de incentivos para alterar o paradigma.
O Presidente do Partido Socialista, Vasco Cordeiro, apresentou, na sua recente visita à Graciosa, uma proposta para promover a mobilidade elétrica, que fará parte do seu programa de governo.
Para os Graciosenses esta foi uma excelente notícia, digamos, a cereja em cima do bolo, porque um programa deste tipo, a ser implementado, cumprirá o objetivo de reduzir gastos com a energia, baixar a emissão de gases poluentes e fará da Graciosa uma ilha ainda mais apetecível.




Utilidade Pública

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Céu geralmente muito nublado.
Períodos de chuva, passando a aguaceiros para a noite.
Vento sudoeste bonançoso a moderado (10/30 km/h), rodando gradualmente para noroeste.
Mar de pequena vaga a cavado.
Ondas noroeste de 1 a 2 metros, passando a oeste.

Baixa-Mar às 12h55 com 0,7 m
Preia-Mar às 19h04 com 1,4 m

O Sol nasceu às 07h40 e vai pôr-se às 19h42
Índice de Ultravioleta, 4 Moderado

A temperatura da água é de 23ºC

A temperatura do ar é de 22ºC e Humidade 91%

22 setembro 2016

Produtos açorianos ao alcance de 4,5 milhões de consumidores

A grande campanha de promoção de produtos dos Açores na cadeia de supermercados Continente, que arrancou terça-feira e envolve 22 superfícies comerciais, vai abranger cerca de 4,5 milhões de consumidores no território continental português.
Para o Vice-Presidente do Governo, que falava, em Lisboa, no lançamento desta campanha, a iniciativa vai "incrementar significativamente" a visibilidade e a procura dos produtos açorianos, permitindo “estimular os níveis de produção e, com isso, apostar no que é essencial, que são os produtos com valor acrescentado e os produtos com recursos endógenos da Região, que geram emprego”.
Sérgio Ávila frisou, por outro lado, que a parceria estabelecida entre o Governo dos Açores e a SONAE “não representa qualquer encargo por parte da Região”, acrescentando que se trata, por parte deste grupo, “de um sinal de que valoriza os produtos açorianos e os considera uma mais-valia para as suas grandes superfícies”.
“No último ano, a SONAE adquiriu 138 milhões de euros de produtos açorianos, neste ano vai adquirir 150 milhões e a nossa projeção é, dentro de dois anos, chegar aos 200 milhões, numa demonstração clara do valor e da importância crescente dos produtos açorianos”, salientou o Vice-Presidente.

Sérgio Ávila sublinhou ainda que a campanha que agora se iniciou e se vai estender até 3 de outubro “é acompanhada por uma promoção da Marca Açores nos mercados nacionais”, abrangendo, assim, um número ainda maior de consumidores.

Candidatos do PSD reuniram com Filarmónica Recreio dos Artistas

Os candidatos do PSD, pelo Circulo Eleitoral da Graciosa, reuniram com a Filarmónica Recreio dos Artistas de Santa Cruz da Graciosa.
Em nota no facebok do PSD Graciosa, os candidatos referem que “a importância destas instituições para a cultura Graciosense, não oferece dúvidas e nesse sentido defendemos uma atenção especial para quem dedica o seu tempo sem receber nada em troca.”

As condições de trabalho e ensaio dos músicos bem como as necessidades específicas da colectividade foram questões abordadas com seriedade e espírito de compromisso. 

Twitter Facebook Favorites More