Traduzir

16 julho 2019

IV Campeonato de Botes Baleeiros decorre na Graciosa de 19 e 21 de Julho

A Direção Regional da Cultura, através do Museu do Pico e do Clube Naval da Ilha Graciosa, promove nos dias 19, 20 e 21 de Julho, na Graciosa, a realização do IV Campeonato de Botes Baleeiros.
Tendo o Clube Naval da Ilha Graciosa por anfitrião, neste evento competirão 16 entidades das ilhas Santa Maria, São Miguel, Terceira, São Jorge, Pico, Faial, Flores e Graciosa, nas modalidades de Vela, Remo Masculino e Remo Feminino, prevendo-se a participação de cerca de 200 pessoas.
As anteriores edições deste campeonato decorreram nas Flores, em Santa Maria e na Terceira.




Queijadas da Graciosa ficaram em segundo lugar da fase regional das 7 Maravilhas Doces de Portugal

As Esperanças de São Miguel foram eleitas pré-finalistas do Concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, tendo as Queijadas da Graciosa ficado em segundo lugar.
O doce vencedor da fase regional nos Açores, é produzido pela Confeitaria Colmeia e trata-se de uma adaptação do “bolinho da Esperança” que era feito pelas freiras do Convento para oferecer aos beneméritos nas épocas festivas.
A Queijada da Graciosa, doce muito mais conhecido a nível regional e nacional, ficou muito perto do primeiro lugar.
Recorde-se que a candidatura foi promovida pelo Município de Santa Cruz da Graciosa, tendo como padrinho Vítor Rui Dores e deu às Queijadas da Graciosa e à própria ilha uma grande projeção a nível nacional.
Os Açores estavam representados nesta edição das 7 Maravilhas de Portugal, pelas Esperanças, de Ponta Delgada, pelo Alfenim e Camafeu, ambos da Praia da Vitória, pela Dona Amélia e Pudim Conde da Praia, de Angra do Heroísmo, pelas Queijadas da Graciosa, de Santa Cruz da Graciosa, e pelas Queijadas de Vila Franca do Campo.








Fotos: Queijadas da Graciosa- Oficial

Cavalo Iuca foi Campeão da Feira Agrícola Açores 2019

O cavalo Iuca, do criador Graciosense Carlos Cunha, foi o Campeão da Feira Agrícola Açores 2019, na sua categoria.
O cavalo foi premiado com medalha de ouro, na classe de cavalos montados, tendo sido montado por Diogo Raimundo, da Associação Equestre Graciosense.
A edição 2019 da Feira Agrícola Açores decorreu no Parque de Exposições da Ilha do Faial. Foram três dias de festa intensa, que permitiu ao setor agrícola mostrar toda sua pujança e desenvolvimento.
Este certame regressa, em 2020, na ilha de São Miguel. 







Campeonato de Futebol dos Açores arranca a 22 de Setembro

A Liga Grupo ESO REMAX arranca no próximo dia 22 de Setembro.
Realizou-se no passado fim-de-semana, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, a apresentação oficial do Campeonato de Futebol dos Açores 2019/2020.
A prova de âmbito regional, organizada esta época desportiva 2019/2020 pela Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (AFAH), conta com a participação de 10 clubes - Sport Club Angrense, Sport Club Lusitânia e Boavista Club da Ribeirinha (ilha Terceira); Clube Central Recreativo e Desportivo Sporting Club de Guadalupe e Sport Club Marítimo (ilha Graciosa); Clube Desportivo Rabo de Peixe, Clube Operário Desportivo e Grupo Desportivo São Roque (ilha de São Miguel); Fayal Sport Club (ilha do Faial) e Vitória Futebol Clube (ilha do Pico).
Todas as equipas inscritas esta época desportiva 2019/2020 já participaram em edições anteriores. O GD Fontinhas, da ilha Terceira, foi o vencedor da edição 2018/2019, sendo o Sport Clube Angrense, também da ilha Terceira, o clube com mais vitórias (duas) na respectiva competição.
O Guadalupe vai iniciar o campeonato a jogar em casa, frente ao Boavista da Ilha Terceira. O Marítimo desloca-se a casa do Vitória do Pico e realizará o primeiro jogo em casa, no dia 06 de Outubro, frente ao Operário.
O primeiro derby graciosense está agendado para dia 17 de Novembro, em casa do Sporting Clube de Guadalupe e o segundo a  02 de Fevereiro, em Santa Cruz.

Paulo Gomes, presidente da AFAH, aproveitou o momento para pedir a todos os agentes desportivos um esforço maior em prol do reconhecimento nacional do Campeonato de Futebol dos Açores, «é uma honra para nós, após a conclusão do nosso 1º mandato, recebermos a organização de uma prova desta dimensão. Cabe a todos os nós, associações, clubes e entidades governamentais, elevar a qualidade da nossa prestação para, num futuro próximo, darmos o passo seguinte: promover o Campeonato de Futebol dos Açores fora do arquipélago. Este ano fomos ambiciosos, arriscámos e conseguimos um embaixador e um patrocinador que não são da região, mas que decidiram associar-se a nós e ao valor do nosso produto».

Utilidade Pública

Períodos de céu muito nublado com boas abertas.
Vento fraco (05/10 km/h).
Mar encrespado.
Ondas noroeste de 1 a 2 metros.

Preia-mar será às 14h16 com 1.5 m
Baixa-mar será às 20h36 com 0.4 m

O Sol nasceu às 6h38 vai pôr-se às 21h16
Índice de Ultravioleta, 10 Muito Elevado

A temperatura da água é de 21º
A temperatura do ar é de 21ºC, Humidade 72%

Máxima de 23º, Mínima de 18º

15 julho 2019

Maria Gabriela Santos na lista do PS Açores à Assembleia da República

O PS/Açores aprovou este sábado por “unanimidade e aclamação” a lista de candidatos pelo círculo eleitoral dos Açores às eleições à Assembleia da República. Uma lista que, de acordo, com o Presidente do PS/Açores se apresenta “preparada, competente e capaz para os desafios que na Assembleia da República se colocarão de defesa dos Açores, dos Açorianos e da nossa Autonomia”.
A lista agora aprovada é encabeçada por Isabel Rodrigues, 54 anos, licenciada em Direito, e que desde 2016 desempenha funções de Presidente do Comissariado dos Açores para a Infância.
Em segundo, surge a atual deputada à Assembleia da República, Lara Martinho, independente, 40 anos e licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais, com Mestrado em Relações Internacionais e um Master in Business Administration. Eleita em 2015, é, atualmente, Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista, Vice-Presidente da Comissão de Assuntos Europeus e Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal/Estados Unidos da América, entre outros.
Eleito também em 2015 pelo círculo eleitoral dos Açores, João Castro volta a ser recandidato à Assembleia da República.
Integram ainda a lista do Partido Socialista pelo círculo eleitoral dos Açores, como independentes, os nomes de Maria Isabel Góis Teixeira, pela ilha de São Jorge; Sofia Ávila de Lima, por São Miguel; Vasco Henrique Paulos, pela ilha do Pico e Maria Gabriela Santos, pela ilha Graciosa. Em oitavo lugar surge Joana Pombo Tavares, por Santa Maria, seguida de Fábio Augusto Pereira Alves, pela ilha das Flores e, por último, Óscar Manuel da Rocha, pelo Corvo.
 Ainda durante a reunião, a Comissão Regional saudou o seu Presidente Carlos César pelo seu percurso e contributo ao longo dos últimos 40 anos: “Um trabalho que tem algumas constantes, de determinação, de empenho, de capacidade de trabalho, de serviço, mas que tem sobretudo uma constante ao longo desses mais 40 anos que para nós é particularmente relevante. Essa constante é os Açores. Foi neste percurso político uma ideia, uma realidade bem presente nas motivações, no trabalho e nos resultados de Carlos César”, afirmou o Presidente do PS/Açores.

Madeirense Filipe Pires venceu o XI Rali Ilha Graciosa que ficou marcado por acidente que deixou criança ferida

O piloto Madeirense Filipe Pires venceu o XI Rali Ilha Graciosa, prova que decorreu nos dias 12 e 13 de Julho, numa organização do Terceira Automóvel Clube (TAC) com a parceria da Associação Graciosense de Promoção de Eventos (AGRAPROME).
A grande reviravolta na liderança da prova deu-se ao início da 6ª prova especial, quando o Piloto Graciosense Cláudio Bettencourt, que se estava a distanciar dos outros adversários mais diretos, teve um acidente na zona do Tanque. O toque com o Ford Fiesta R5 resultou na projecção de algumas tábuas, tendo uma delas atingido uma criança de 12 anos, na cabeça. A criança foi evacuada para o Hospital de Ponta Delgada, onde está a recuperar favoravelmente.
O piloto da Madeira Filipe Pires, pela primeira vez na Graciosa, assegurou a vitória no XI Rali Ilha Graciosa, com o tempo de 27 minutos, 43 segundos e 6 décimas. Em segundo ficou o piloto Terceirense Carlos Andrade, a uma diferença de 48 segundos e 3 décimas de Filipe Pires e em terceiro ficou Pedro Lança, piloto continental, a 1 minuto, 10 segundos e 3 décimas do vencedor e a 22 segundos do segundo classificado.
O vencedor do XI Rali Ilha Graciosa esteve pela primeira vez na Graciosa e mostrou-se satisfeito pelas suas primeiras participações nos ralis açorianos.
Filipe Pires conseguiu, na Graciosa, a sua segunda vitória no Campeonato de Asfalto dos Açores.
Ana Isa Cabral, Presidente do TAC, estava satisfeita com a elevada participação registada nesta 11ª edição. O acidente que fez um ferido e alguns despistes ocorridos durante o rali, marcam esta edição, mas a dirigente destaca que são coisas que acontecem neste desporto.
O crescente número de pilotos Graciosenses leva o TAC a pensar em organizar mais algum evento de menor dimensão, que dê oportunidade aos pilotos graciosenses de correrem mais alguma vez durante o ano.
Francisco Andrade, Presidente da Agraprome afirma que os procedimentos de segurança estavam todos assegurados nesta prova.
O rali da Graciosa tem todas as condições para continuar a crescer, sendo já um evento de grande importância económica para a ilha.
O melhor graciosense em prova foi o Alexandre Mendonça, que ficou na 20ª posição da geral.
O piloto afirma que a semana foi de azar, uma vez que depois de bater com o carro na segunda-feira, teve de o preparar rapidamente, para conseguir participar na prova.
A maior parte dos pilotos Graciosenses teve dificuldades técnicas durante a prova, o que prejudicou a sua prestação, tendo Avelino Coutinho desistido já na última prova especial.

Novidade no rali deste ano foi a atribuição do "Gancho Azores Touch", tendo o publico votado em Rogério Veiga, que com 115 votos foi eleito como o piloto que fez a melhor passagem junto ao posto da GNR.
















Fotos: ABett.Rallys

Último dia para votar nas Queijadas da Graciosa 7 Maravilhas de Portugal

A Queijada da Graciosa é um dos doces finalistas da fase regional (Açores) do concurso "7 Maravilhas Doces de Portugal".
Esta candidatura é apadrinhada por Victor Rui Dores e é promotor da iniciativa o Município de Santa Cruz da Graciosa.
São várias as entidades públicas e privadas que se estão a unir a esta iniciativa, apelando ao voto, por ser importante na promoção do doce mais típico da Graciosa, que está a tornar o nome da ilha mais conhecido no país.
Para votar nas Queijadas da Graciosa, deve-se ligar para o 760 107 069 e pode-se votar mais do que uma vez.
Custo da chama: 0,60€+ IVA. A votação decorre até 15 de Julho
A final da fase regional será transmitida por um programa de televisão em direto da RTP1, entre as 10 e as 17:30h do dia 15 de julho de 2019, a partir da cidade de Ponta Delgada.


Assinalados os 90 anos da queda do avião polaco na Ribeirinha

No passado dia 13 de Julho, comemorou-se os 90 anos da queda do avião polaco que se despenhou na Ilha Graciosa, na localidade das Caldeiras na Freguesia de Guadalupe.

A data foi lembrada pela Camara Municipal de Santa Cruz da Graciosa e pela Junta de Freguesia de Guadalupe, com a colocação de uma coroa de flores na Cruz que assinala o local onde se deu o acidente.







Fotos: Freguesia de Guadalupe



Utilidade Pública

PREVISÃO DO ESTADO DO TEMPO PARA HOJE:
Períodos de céu muito nublado com abertas.
Possibilidade de aguaceiros fracos.
Vento fraco (05/10 km/h).
Mar encrespado.
Ondas noroeste de 1 a 2 metros.

Preia-mar será às 13h38 com 1.5 m
Baixa-mar será às 19h57 com 0.5 m

O Sol nasceu às 6h37 vai pôr-se às 21h16
Índice de Ultravioleta, 9 Muito Elevado

A temperatura da água é de 21ºC
A temperatura do ar é de 20ºC, Humidade 77%

Máxima de 24º, Mínima de 18º

13 julho 2019

Madeirense Filipe Pires venceu o XI Rali Ilha Graciosa










12 julho 2019

Resumo Semanal de 8 a 12 de Julho de 2019

XI Rali Ilha Graciosa com 39 equipas inscritas

A 12 e 13 de Julho estará nas estradas de asfalto da ilha Graciosa a 11ª edição do RALI ILHA GRACIOSA ALÉM MAR, uma prova organizada pelo Terceira Automóvel Clube (TAC) com a parceria da Associação Graciosense de Promoção de Eventos (AGRAPROME).
São 39 as equipas inscritas na 11ª edição do RALI ILHA GRACIOSA ALÉM MAR, número que iguala a edição de 2016 e que se mantém como o maior número de inscritos nas últimas seis edições do RALI ILHA GRACIOSA.
Nesta lista da edição de 2019, a ilha Graciosa está representada por 7 equipas (uma delas com um navegador do norte do país, presença regular nas provas do CAR) confirmando que o "bichinho" dos ralis já é mais que uma certeza nesta ilha. A ilha Terceira continua a apresentar a grande maioria dos inscritos, com 27 equipas inscritas nesta edição. A ilha da Madeira estará representada pela dupla Filipe Pires/Vasco Mendonça, a ilha do Pico por Mário e Camila Jorge e a ilha do Faial por Mário Nunes navegado pelo terceirense José Borba. Do continente português surgem as duplas Paulo Santos/André Barras e Pedro Lança/Paulo Marques.




2ª Prova de Natação de Águas Abertas da Graciosa reuniu 22 atletas

A nadadora terceirense Maria Armas foi a mais rápida da geral nos 3 mil metros, ao fazer as 5 voltas à baía do Barro Vermelho, no tempo de 40 minutos e 20 segundos, tendo Ricardo Bettencourt e João Rosa realizado a prova em 41 minutos e 53 segundos e a ficarem em 2º lugar no pódio.
O melhor graciosense em prova foi Bruno Picanço, que ficou em 3º lugar, com 42 minutos e 19 segundos, não conseguindo assegurar o título de vencedor, conseguido na primeira edição.
Na prova de 1000 metros, 2 voltas à baía do Barro Vermelho, venceu o graciosense Duarte Silva, com tempo de 23 minutos e 32 segundos.
A prova realizou-se na zona do Barro Vermelho, em Santa Cruz, devido à presença de caravelas e águas vivas na praia de São Mateus.




Últimos dias para votar nas Queijadas da Graciosa 7 Maravilhas Doces de Portugal


A Queijada da Graciosa é um dos doces finalistas da fase regional (Açores) do concurso "7 Maravilhas Doces de Portugal".
Esta candidatura é apadrinhada por Victor Rui Dores e é promotor da iniciativa o Município de Santa Cruz da Graciosa.
São várias as entidades públicas e privadas que se estão a unir a esta iniciativa, apelando ao voto, por ser importante na promoção do doce mais típico da Graciosa, que está a levar o nome da ilha a ser mais conhecido no país.
Para votar nas Queijadas da Graciosa, deve-se ligar para o 760 107 069.
Custo da chama: 0,60€+ IVA. A votação decorre até 15 de Julho




Dia da Defesa Nacional decorreu na Graciosa a 8 e 9 de Julho

Divididos em dois grupos, os/as cidadãos nascidos em 2000 foram convocados/as para participar nas diversas atividades desenvolvidas ao longo destes dias, com uma parte em terra e outra a bordo de um navio da Marinha Portuguesa, a fim de ficarem a conhecer um pouco melhor as forças armadas nacionais, numa perspetiva de abertura de horizontes e de possibilidades de um futuro profissional.





Coordenador Regional do PCP visitou Graciosa e fez um retrato das dificuldades da ilha

O Coordenador Regional do PCP Marco Varela visitou a ilha Graciosa, tendo contactado com os militantes do PCP, ativistas da CDU e população em geral.
Na sua visita foram levantadas várias questões que continuam a dificultar o crescimento económico da graciosa e que justificam soluções políticas que o Governo Regional do PS continua sem dar resposta, refere o PCP em comunicado.
Das questões levantadas que continuam a criar sérios constrangimentos ao desenvolvimento económico e social da Graciosa, o PCP destaca “os problemas relacionados com a mobilidade da população. Os transportes continuam a ser um grande fator de isolamento e de estrangulamento da economia da ilha”.
Nos transportes aéreos os preços praticados são elevados, e os horários dos voos e os lugares disponíveis são um fator inibidor de um maior afluxo de turismo, sobretudo na época alta, perdendo-se assim um excelente complemento para a economia local.
Ao nível dos transportes marítimos, a Graciosa continua isolada e sem uma ligação regular de transporte de passageiros com as restantes ilhas do grupo central. A CDU defende que a Graciosa seja incluída na ligação marítima do grupo central durante o ano todo e considera que a solução para a ligação marítima, passa pela utilização de um barco com capacidade para o transporte de passageiros e mercadorias.
Os setores da Agricultura e das pescas são a base fundamental da economia graciosense, mas o PCP alerta que “os produtores de leite defrontam-se com os baixos valores pagos pela indústria que beneficia duma situação de monopólio, e com a falta de um mecanismo de regulação do mercado do leite que valorize o produto e garanta melhores preços ao produtor”. No setor das Pescas, “continua-se a constatar uma diminuição da atividade devido à redução das quotas e a diminuição das espécies pela intervenção de frotas exteriores de maior dimensão que delapidam os nossos mares”. Para o PCP, “è notória a ausência de uma política de pescas para os Açores que garanta maior proteção à zona económica e promova mais investimento na frota açoriana, tanto ao nível técnico, como ao nível da formação dos nossos pescadores”.
A construção do novo edifício da adega cooperativa, empreendimento que se justificava há vários anos, veio criar melhores condições para a produção vitivinícola e de outros produtos emblemáticos da ilha como a meloa e do alho. A qualidade do vinho, angelica e aguardente, obriga a que seja feita uma aposta séria na recuperação das vinhas abandonadas, utilizando os apoios existentes para este setor.
A CDU considera que a obra de proteção e reabilitação costeira da Barra, em Santa Cruz, depois de concluída será uma mais-valia para as atividades náuticas de recreio com potencialidade para o turismo ligado a este setor. Contudo é fundamental a reabilitação de todo o património histórico existente nesta área, nomeadamente o que se refere à caça à baleia, ao Forte e à Poça das Salemas.
A CDU assume o compromisso de defender nas instâncias próprias os interesses da população graciosense. Para nós o desenvolvimento económico dos Açores só se concretiza se este for promovido por igual em todas as parcelas do arquipélago.




Coro Juvenil da Matriz de Santa Cruz sai em digressão a Lisboa

O Coro Juvenil da Matriz de Santa Cruz da Graciosa, desloca-se a Lisboa de 11 a 15 deste mês de Julho.
Nesta digressão à capital portuguesa, no próximo Sábado, 13, pelas 16h30, na Igreja das Patameiras, Pontinha, o coro Graciosense vai realizar um concerto, no qual vai também participar o coro anfitrião, o Grupo Coral dos Pequenos Cantores da Pontinha.






Filarmónica de Guadalupe participou na Semana Cultural das Velas

A Filarmónica da Freguesia de Guadalupe abrilhantou as festas, participando em desfile, concerto com outras bandas e apoio musical a duas marchas de São João.




“Perspetivas do Olhar” na Biblioteca Municipal até 26 de Julho

A Biblioteca Municipal de Santa Cruz da Graciosa, tem patente a exposição “Perspetivas do Olhar”, do fotógrafo José Santos, uma mostra conta com 29 fotografias que captam a história de mulheres e de um homem que sobreviveram ao cancro da mama.
Sensível a esta temática, o município de Santa Cruz da Graciosa aderiu a esta iniciativa.




Centro Regional de Apoio ao Artesanato promove Workshop de Folha de Milho na Graciosa


A formação, que está a cargo da artesã Adelaide Costa, termina no Sábado e tem sido realizada no Centro Cultural de Santa Cruz da Graciosa.

XI Rali Ilha Graciosa sai hoje para a estrada com muitas novidades na noite desta Sexta-feira

Sai hoje para as estradas de asfalto da ilha Graciosa a 11ª edição do RALI ILHA GRACIOSA ALÉM MAR, uma prova organizada pelo Terceira Automóvel Clube (TAC) com a parceria da Associação Graciosense de Promoção de Eventos (AGRAPROME).
A prova tem como novidade, a realização de duas provas especiais nesta Sexta-feira, a decorrer ao fim do dia, na Freguesia de São Mateus, com duas passagens pelo troço “Lagoa-Praia Azores Touch”, com 4,29Kms de extensão.
Francisco Andrade, Presidente da Agraprome, afirma que é preciso inovar todos os anos, apresentado sempre algo diferente aos participantes.
Este ano o público é chamado a participar na votação da “melhor curva”, isto porque a  Azores Touch irá premiar o piloto que der mais espectáculo na curva da GNR, na Prova Especial de sexta-feira LAGOA - PRAIA "Azores Touch".
Quem escolhe o vencedor é o Público, através de uma votação que estará disponível na página da AGRAPROME.
O XI Rali Ilha Graciosa será a segunda prova pontuável para o Troféu de Ralis Asfalto Açores 2019, depois do Rali Sical disputado na ilha Terceira, um evento organizado em conjunto pelo Terceira Automóvel Clube, Secção de Automobilismo e Karting do Clube Asas do Atlântico e Pico Automóvel Clube.

Vítor Rui Dores é o padrinho da candidatura das Queijadas da Graciosa no Concurso das 7 Maravilhas Doces de Portugal

A Queijada da Graciosa é um dos doces finalistas da fase regional (Açores) do concurso "7 Maravilhas Doces de Portugal".
Esta candidatura é apadrinhada por Victor Rui Dores e é promotor da iniciativa o Município de Santa Cruz da Graciosa.
São várias as entidades públicas e privadas que se estão a unir a esta iniciativa, apelando ao voto, por ser importante na promoção do doce mais típico da Graciosa, que está a tornar o nome da ilha mais conhecido no país.


Para votar nas Queijadas da Graciosa, deve-se ligar para o 760 107 069 e pode-se votar mais do que uma vez.
Custo da chama: 0,60€+ IVA. A votação decorre até 15 de julho

A final da fase regional será transmitida por um programa de televisão em direto da RTP1, entre as 10 e as 17:30h do dia 15 de julho de 2019, a partir da cidade de Ponta Delgada.
Estão a concurso nesta fase 7 doces dos Açores, sendo apurado um que passará às galas semifinais do concurso nacional (24 e 31 de agosto). Posteriormente, na final do concurso, serão apurados 7 doces que serão considerados os doces "7 Maravilhas de Portugal".
No concurso das 7 Maravilhas Doces de Portugal® foram escolhidos os 140 doces, das finais distritais que vão ser votados pelo público.
A lista foi reduzida a 7 doces por distrito e região autónoma, uma lista final de 140 doces que avançam para votação do público.
Dos Açores, estão eleitos 7 doces finalistas, o Alfenim e o Camafeu, da Praia da Vitória, a Dona Amélia e o Pudim Conde da Praia de Angra do Heroísmo, a Queijada da Graciosa, de Santa Cruz da Graciosa, as Esperanças de Ponta Delgada e as Queijadas de Vila Franca do Campo, de Vila Franca do Campo.

Recorde-se que a organização recebeu 907 candidaturas, num envolvimento sem precedentes de todo o país.

“Perspetivas do Olhar” na Biblioteca Municipal até 26 de Julho

A Biblioteca Municipal de Santa Cruz da Graciosa, tem patente a exposição “Perspetivas do Olhar”, do fotógrafo José Santos.
A mostra conta com 29 fotografias, que captam a história de mulheres e de um homem que sobreviveram ao cancro da mama.
Realizada com o intuito de sensibilizar o público e deixar uma mensagem de esperança a todos os que lutam ou lutaram contra o cancro da mama, o autor salienta que nas fotografias podemos ver "a força de cada um e, acima de tudo, a coragem destas pessoas que aceitaram ser fotografadas na pior altura das suas vidas, para poderem dar esperança aos outros", disse citado em nota.
Sensível a esta temática, o Município de Santa Cruz da Graciosa aderiu a esta iniciativa e a exposição poderá ser visitada até 26 de Julho.

Centro Regional de Apoio ao Artesanato promove Workshop de Folha de Milho na Graciosa

O Centro Regional de Apoio ao Artesanato está a promover desde o início desta semana, um Workshop de Folha de Milho, na Graciosa.
A formação, que está a cargo da formadora Adelaide Costa, termina no Sábado e tem sido realizada no Centro Cultural de Santa Cruz da Graciosa.

















Fotos: CRA- formação na Graciosa

Tempo para o fim-de-semana

Segundo os prognósticos de superfície do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Delegação dos Açores, “no dia 12: Uma região de altas pressões irá condicionar o estado do tempo em todo o Arquipélago.
No dia 13: Uma superfície frontal fria irá provocar um agravamento do estado do tempo nas ilhas dos Grupos Ocidental e Central.
O Grupo Oriental continuará a estar condicionado pelo anticiclone.
No dia 14: Uma região de altas pressões irá condicionar o estado do tempo nos Grupos Ocidental e Central. Uma superfície frontal fria irá provocar um agravamento do estado do tempo nas ilhas do Grupo Oriental.”

Fonte: IPMA- Delegação Açores

Foto: Prognóstico de Superfície válido para 13 de Julho de 2019.

Twitter Facebook Favorites More