Traduzir

23 junho 2017

Obra de beneficiação do Caminho Agrícola Jorge Nunes deverá estar concluída em setembro

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou, a semana passada, que a obra de beneficiação do Caminho Agrícola Jorge Nunes, na ilha Graciosa, deverá estar concluída em setembro, melhorando as condições de trabalho em 30 explorações, numa área com 160 hectares.

“A empreitada de construção e beneficiação do Caminho Agrícola Jorge Nunes insere-se no Perímetro de Ordenamento Agrário Santa Cruz/Guadalupe, tem uma extensão de um quilómetro e resulta de um investimento superior a 400 mil euros”, afirmou João Ponte, que falava no final de uma visita às obras, no âmbito da visita estatutária do Governo à Graciosa, realizada na semana passada.

João Ponte salientou que se trata de mais um exemplo de um “importante investimento” que, além da estrada, inclui um sistema de abastecimento de água na Fonte do Pontal.

Para o Secretário Regional, as intervenções ao nível da modernização das infraestruturas agrícolas e do abastecimento de água são “essenciais para a redução de custos” das explorações agrícolas e para o aumento da competitividade.

Neste domínio, destacou que o Governo Regional tem executado nos últimos anos muitos investimentos, que são para continuar, destacando que existem atualmente nos Açores mais de 300 quilómetros de caminhos agrícolas e mais de meio milhão de metros cúbicos de capacidade de água armazenada.

O titular da pasta da Agricultura visitou também uma exploração agrícola de produção de carne, em modo intensivo, com 128 animais da raça Charolesa, que são exportados para outras ilhas e para fora da Região, e inaugurou um miradouro no Núcleo Florestal da Caldeira.


Twitter Facebook Favorites More