Traduzir

10 fevereiro 2017

Deputados do PS acompanham com proximidade edifícios do Estado nos Açores

Os deputados do PS eleitos pelo círculo dos Açores à Assembleia da República, afirmam em comunicado que, têm vindo a acompanhar “com proximidade e atenção” a condição dos edifícios do Estado nos Açores e em particular os imóveis no centro urbano de Santa Cruz da Graciosa, colaborando no sentido de desbloquear situações existentes, quer neste caso da Graciosa quer em outros casos.
Carlos César, Lara Martinho e João Castro afirmam que “foi no seguimento de um encontro com os representantes da autarquia que os parlamentares do PS tomaram conhecimento da intenção da edilidade recuperar a antiga “Casa dos Magistrados” e também de dinamizar o espaço, colocando-a ao serviço dos munícipes através de diversas valências com impacto significativo para a comunidade.”
Ao contrário do que os deputados do PSD afirmam, os referidos imóveis “não estiveram à venda”, no âmbito da alienação de património do Estado na Região, referem os deputados  que recordam que “agora, parece fácil, para o PSD, falar em diligências rápidas”, mas “nada foi feito aos imóveis do Ministério da Justiça, quando Berta Cabral, para além de ter conhecimento desta situação, desempenhava a função de Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional”.
O Partido Socialista não se compromete com falsas expetativas e propostas como o PSD fez ao projetar uma “Rede de Turismo Militar” que incluía rotas e roteiros em quartéis, fortes, palácios ou imóveis que agora são o alvo de alerta pelo seu estado de degradação”.
“Estamos atentos às necessidades dos cidadãos, suas carências, projetos e é por isso que continuamos a trabalhar para garantir serviços adequados aos Açorianos e aos graciosenses em particular”, declaram os deputados do PS que acusam o anterior governo da República de prejudicar a Região.

Os parlamentares confirmam que “prometemos e cumprimos” e acrescentam que a Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa tem tido e vai continuar a merecer “todo o apoio do Partido Socialista e do Governo”.

Twitter Facebook Favorites More