Traduzir

26 maio 2020

Parlamento aprovou proposta para integrar a Graciosa na operação da Atlânticoline

O parlamento açoriano por unanimidade, um projeto de resolução do PSD para que a Ilha Graciosa seja integrada numa eventual operação da Atlânticoline para 2020.
Segundo o deputado João Bruto da Costa “fez-se, finalmente, justiça”, repondo “um direito que foi retirado aos graciosenses há 3 anos, quando foi chumbada a integração da ilha da Linha Lilás da Atlânticoline”, avançou.
O social democrata manifestou “grande satisfação” com a aprovação, afinal “o PSD nunca desistiu de lutar para que esta realidade acontecesse, o que é naturalmente extensivo à população da Graciosa, que nunca se acomodou”, referiu.
“A existência de uma rede de transportes marítimos que aproxime as ilhas e potencie a mobilidade é imprescindível para a existência de um verdadeiro mercado interno”, sublinhou João Bruto da Costa.

José Ávila, deputado do PS, eleito pela Graciosa afirmou durante o debate que “esta decisão resulta do trabalho conjunto do Governo dos Açores, dos deputados socialistas e da autarquia graciosense que encontraram uma solução que foi estudada e ponderada, sendo por isso, agora, exequível assegurar as ligações à Graciosa”.
Para o deputado do PS/Açores este “é um bom exemplo do trabalho que o Partido que apoia o Governo faz e que muitas vezes é desvalorizado”.

Da bancada PS, Ricardo Ramalho, referiu que é com “espírito de fazer sempre mais e melhor que vimos com satisfação o anúncio do Presidente do Governo Regional dos Açores da criação da “Linha Branca” da Atlânticoline que irá servir a ilha Graciosa já a partir do mês de Junho.

Manuel José Ramos, deputado socialista eleito pela Graciosa mostrou satisfação e lembrou que “foi com a governação PS que a Região voltou a ter transporte marítimo de passageiros, com dimensão arquipelágica, uma vez que após o desaparecimento do navio Ponta Delgada e durante mais de uma década foi quase inexistente o transporte marítimo de passageiros”.

Twitter Facebook Favorites More