Traduzir

04 fevereiro 2019

Festival do Alho da Graciosa terminou com balanço positivo


A Ilha Graciosa acolheu o I Festival do Alho da Graciosa, um evento com menus especiais na restauração da ilha, conferência, showcooking, atividades com crianças, exposições, visitas guiadas aos campos agrícolas da Graciosa e um fórum de produtores de alho da Graciosa.
Num fórum entre SDEA, Câmara de Comércio e produtores foi delineado o início de uma estratégia de promoção e comercialização de alho da Graciosa, que será potenciado através da Marca Açores.
Rodrigo Rodrigues, da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, confirmou que abastecer não só as 9 ilhas dos Açores, mas também cadeias de lojas e restaurantes Gourmet são algumas das opções.
A Graciosa produz atualmente cerca de 25 toneladas de alho, mas terá que produzir em mais quantidade.
Durante a Conferência sobre o Alho, ficou-se a saber que está a decorrer o processo de certificação geográfica protegida, IGP, num processo de colaboração conjunta entre IAMA, Serviços Agrícolas e Adega e Cooperativa Agrícola da Graciosa, devendo em Setembro começar o processo de consulta pública.
O objetivo é aumentar a produção sem que o produto perca a qualidade, uma vez que o alho produzido na Graciosa tem uma grande atividade microbiana, resultante do PH dos solos da nossa ilha.
Da conferência, nomeadamente dos casos de estudo apresentados, resultaram ideias quanto às formas de produção, tratamento e comercialização do produto, mas também de em futuros festivais, associar o alho a outros produtos de excelência que a ilha produz.
Rodrigo Rodrigues, Presidente da Câmara de Comercio de Angra do Heroísmo, afirma que o balanço do evento é positivo, por todas as ideias e projetos que dele saíram.
Os objetivos da organização foram conseguidos, sendo que a promoção do produto e do evento é também importante e um trabalho a prosseguir.
O Festival do alho da Graciosa poderá ser para continuar, desde que se mantenham as parcerias que não necessárias devido aos custos de um evento deste género, conforme nos disse Rodrigo Rodrigues.
Esta iniciativa foi co-financiada pelo PO AÇORES 2020 - União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), resultou de uma parceria entre a SDEA e a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, com o apoio da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa e do Hotel Graciosa Resort.












Twitter Facebook Favorites More