Traduzir

14 maio 2018

PS acusa PSD de estar “refém de politiquices e discursos demagógicos que em nada beneficiam a Graciosa”

Os deputados do PS/Açores da Graciosa condenaram, através de comunicado, o que dizem ser “o discurso demagógico e populista do PSD/A que em nada beneficia os interesses da Graciosa.”
Falando sobre as jornadas parlamentares do PSD na Graciosa, os deputados socialistas consideram que “a presença de alguns deputados social-democratas na Ilha Graciosa foi um apenas um pretexto para falar de questões relativas ao Faial e à Terceira, ao invés de identificarem as prioridades da ilha Branca” e “lamentam também as falsas questões levantadas quanto à iluminação da pista do aeroporto e quanto às acessibilidades e exportações”.
Sobre as alegações de “sequestro”, os deputados graciosenses clarificam que  “foi o povo Graciosense que escolheu” e que não “parece que seja razoável dizer-se que a maioria se enganou”.
Os deputados graciosenses do PS/Açores contestam também as declarações sobre a iluminação da pista do aeroporto porque, “não se pode pedir a certificação de uma coisa que não existe”, uma vez que a iluminação existente é apenas de sinalização de início e fim de pista e não permite certificação para a operação noturna. Isso só poderá acontecer depois da ampliação da pista e a entidade reguladora estabeleceu que a torre de controlo e a nova aerogare eram prioritárias.
Quanto às acessibilidades, os deputados do PS Açores defendem que as ligações aéreas de e para a Graciosa são as melhores desde sempre, com duas rotações diárias durante a semana e uma ao fim de semana, aumentando também para duas a partir de junho.

A terminar o comunicado, referem os deputados socialistas referem também que a afirmação do PSD relativamente à dificuldade na exportação de produtos, nomeadamente os resíduos, “é completamente falsa” e afirma que desde janeiro já foram exportados 42 contentores, 26 dos quais com uma capacidade de 20 pés e os restantes de 40 pés.

Twitter Facebook Favorites More