Traduzir

08 maio 2018

Grupos de turistas cancelam viagens à Graciosa por indisponibilidade da SATA

Os empresários graciosenses ligados ao turismo têm denunciado, aquilo que dizem ser “um mau serviço da Sata para com a Graciosa”.
No espaço de comentários desta Segunda-feira, o empresário Luis Vasco Gregório alertou que o cancelamento da vinda de grupos à Graciosa, é uma constante.
Nos últimos dias, foi cancelada uma reserva de 16 quartos, para o mês de Setembro, porque a Sata não garante a ligação com a ilha.
O empresário afirma que a Sata altera as datas das reservas, sugere outras datas, que posteriormente torna a alterar, o que leva ao cancelamento das reservas por parte dos turistas, que desistem assim do destino Graciosa.
Luís Vasco Gregório alerta que isto se está a passar “ à demasiado tempo” e que não se compreende, porque razão as coisas pioraram, desde que existem os dois voos diários.

Carlos Brum, Presidente do Núcleo Empresarial da Graciosa, afirmou no espaço de comentários de 30 de Abril, que a Sata continua com problemas na disponibilidade de lugares para a Graciosa.
O empresário deu como exemplo disso, o encontro formativo da Associação de Turismo Rural- Casas Açorianas, que decorreu na Graciosa no final de Abril, em que alguns dos participantes não conseguiram chegar à Graciosa, no dia pretendido.
As queixas dos operadores turísticos fazem-se ouvir há anos e a situação mantém-se, deixando os empresários insatisfeitos com o serviço da Sata, para com a Graciosa.
Carlos Brum afirma que a Graciosa tem sido tratada, pela transportadora aérea regional, de uma forma diferente das outras ilhas açorianas, ao contrário daquilo que se espera.
Os empresários alertam que, não serve de nada termos uma ilha bonita e com condições para receber bem, se depois não há transportes adequados, para cá colocar quem nos quer visitar.

Foto: TCF

Twitter Facebook Favorites More