Traduzir

20 abril 2017

PSD acusa secretário da agricultura de desconhecer que faltam soluções aos produtores de carne da Graciosa

Bruno Belo desafiou o Governo dos Açores a criar condições para que um agricultor das Flores, da Graciosa, do Pico ou de Santa Maria tenha a oportunidade de produzir carne ao mesmo preço que um produtor das outras ilhas da Região. 
O deputado do PSD/Açores falava no Parlamento açoriano, depois do secretário regional da Agricultura, João Ponte, afirmar que os produtores destas quatro ilhas tinham optado por uma estratégia de produção de gado vivo.
O deputado disse que “não se trata de uma opção estratégica, senhor secretário. Trata-se da solução encontrada por falta de alternativa”, e desafiou o executivo a fazer a sua parte em prol das soluções que têm de ser encontradas para valorizar a fileira nestas ilhas.
“O Governo deve permitir que um agricultor das Flores, da Graciosa, do Pico ou de Santa Maria tenha a oportunidade de produzir um 1 Kg de carne ao mesmo preço que um produtor de outras ilhas”, insistiu o deputado social-democrata açoriano.
Segundo Bruno Belo, os investimentos feitos no setor da carne ao longo dos últimos anos, nomeadamente nos matadouros e nas salas de desmancha, "criou expectativas legítimas aos produtores", tanto mais que "estes fizeram a sua parte", melhorando o seu desempenho e especializando-se na produção de carne, “mas o Governo regional não conseguiu prever as consequências desse melhoramento e não foi consequente”, acrescentou.

O parlamentar social-democrata referiu como exemplo a incapacidade do executivo socialista na Região de assegurar a estabilidade dos financiamentos através das ajudas comunitárias, como provam as candidaturas que estão hoje a ser feitas de forma condicionada em relação às agroambientais.

Twitter Facebook Favorites More