Traduzir

22 abril 2017

José Ávila desvaloriza cor da linha e afirma que Graciosa vai ter mais quatro escalas que no ano passado

José Ávila, deputado do PS, eleito pela Graciosa, afirmou na Quinta-feira, durante o Plenário de Abril da Assembleia Regional, que “este ano a Graciosa vai ser servida por dois navios que, além de passageiros, transportam viaturas e carga rodada, ligando a Terceira e, por esta via, São Miguel, São Jorge, Pico e Faial”, estando previsto “78 escalas, mais quatro que em 2016”.
No âmbito do debate sobre transportes, em que João Costa, deputado do PSD, insistiu na inclusão da Graciosa na "linha lilás" da Atlânticoline, o deputado socialista acrescentou que “mais importante do que a cor da linha é a frequência e a qualidade do serviço”, sendo que a Graciosa seria contemplada, nesta operação de 2017, com 1 escala a cada 1,6 dias de operação.
José Ávila ainda explicou que “a Linha Lilás tem “26 escalas na ilha Terceira”, e que estendendo-a à ilha Graciosa podia-se constatar que em “9 dessas 26 escalas, a Graciosa é servida por outro tipo de navio no mesmo dia e num outro dia existem até 2 ligações”.  
José Ávila lamentou as críticas constantes da oposição em relação aos transportes marítimos e confrontou o PSD com as soluções que propõe para a Graciosa, uma vez que no programa eleitoral feito pelo Partido Social Democrata e nas declarações públicas sobre transportes marítimos não havia quaisquer referências à ilha Branca.
O socialista graciosense explicou que a Linha Lilás “se fizesse o serviço que se pretende, não podia, neste momento, transportar nem viaturas nem carga rodada, portanto, não servia para exportações dos nossos produtos”, concluindo que da parte do PSD não houve “uma proposta aqui neste Parlamento relativamente à extensão da linha lilás até à Graciosa, porque este partido sabia que não era possível cumprir tendo em conta os compromissos que assumiu noutras ilhas”.



Twitter Facebook Favorites More