Traduzir

14 fevereiro 2017

PSD exige que governo retome incentivos à deslocação de médicos especialistas

O deputado do PSD/Açores Luís Maurício considerou que o governo regional tem de “passar do papel à ação” e retomar os incentivos à deslocação de médicos especialistas às ilhas sem hospital, alegando que a atual situação prejudica milhares de açorianos.
O parlamentar do PSD/Açores, acompanhado pelo deputado mariense Paulo Parece, salientou que a decisão do governo, em 2014, de acabar com os incentivos à deslocação de médicos especialistas tem obrigado milhares de doentes das ilhas mais pequenas a deslocarem-se às ilhas com hospital, com prejuízo para a sua vida pessoal e profissional.
“O PSD/Açores há muito que vem denunciando ter sido essa uma opção errada”, lembrou.
Luís Maurício referiu que retomar os incentivos à deslocação de médicos especialistas permite que doentes e acompanhantes em idade ativa “percam menos dias de trabalho”, além de eliminar o “desconforto causado por terem de sair do seu próprio meio”.
“Além disso, a situação atual acaba por ser um ato de má gestão, porque os custos inerentes à deslocação dos doentes para fora da sua ilha são muito maiores que os da deslocação de um médico à ilha para observar esses utentes”, frisou.
“As deslocações dos médicos devem também conter uma componente de formação a efetuar nos centros de saúde, na vertente de consultoria, e de aperfeiçoamento interpares dos critérios de referenciação dos doentes entre os centros de saúde e hospitais” afirmou.
Luís Maurício defendeu igualmente que se deve “assegurar que os médicos deslocados possam efetuar de forma não remunerada um número de consultas idêntico ao que efetuariam se estivessem a trabalhar no seu hospital de origem”.


Twitter Facebook Favorites More