Traduzir

31 janeiro 2017

Receita digital deverá chegar à Graciosa nos próximos meses

O Secretário Regional da Saúde foi o primeiro utente a testar o projeto piloto que substitui o papel pelo formato digital na receita médica e na compra de medicamentos, sendo a 'receita sem papel',  uma realidade a partir desde ontem nos centros de saúde de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória.
Rui Luís, em declarações aos jornalistas, salientou que este é um "momento histórico", acrescentando que se trata de "um passo importante para otimizar a utilização das tecnologias na relação com o utente”e que no prazo máximo de seis meses, este modelo de 'receita sem papel' deve estar a funcionar em todas as unidades de saúde da Região.
O novo modelo permite ao utente dispensar alguns medicamentos que constam da receita e levantá-los mais tarde noutra farmácia, além de introduzir poupanças no Serviço Regional de Saúde.
Cada receita é acompanhada de uma mensagem SMS enviada para o telemóvel do utente e de uma mensagem por correio eletrónico com as informações relativas à toma dos medicamentos.

Para o levantamento da receita na farmácia, o utente deve apresentar o seu Cartão de Cidadão e o código de dispensa recebido na mensagem que lhe foi remetida.

Twitter Facebook Favorites More