Traduzir

30 junho 2016

“Consenso” entre o Governo dos Açores e os eurodeputados da Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente destacou em Ponta Delgada, o “consenso” entre o Governo dos Açores e os eurodeputados da Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Grupo da Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu (S&D), quer na análise à situação do setor do leite, quer na necessidade de uma solução europeia.
A análise do Executivo Regional “coincide em absoluto” com a opinião dos eurodeputados do Grupo S&D, que é a de que “estamos perante um problema de mercado”, frisou Luís Neto Viveiros, que recebeu em audiência, em representação do Presidente do Governo, uma delegação do Grupo S&D que está a realizar uma visita oficial aos Açores.
O titular da pasta da Agricultura, em declarações no final da audiência, reafirmou que os produtores açorianos se prepararam em devido tempo, contudo “um conjunto de circunstâncias que coincidiram” imprevisivelmente com o fim do regime de quotas, designadamente o embargo russo e a retração de mercados emergentes como a China e Angola, “provocaram toda esta turbulência” no espaço comunitário.
Nesse sentido, o Secretário Regional e o coordenador político do Grupo S&D na Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural, o eurodeputado Paolo de Castro, destacaram a urgência da Comissão Europeia implementar medidas para solucionar o problema de escoamento, que não pode continuar a ser suportado pelos produtores europeus através das descidas do preço pago por litro de leite.
Paralelamente a esta posição, Luís Neto Viveiros adiantou que apelou neste encontro com os eurodeputados “à sua solidariedade” e “contributo” para o reforço do envelope financeiro do POSEI atribuído aos Açores, considerando o maior impacto que a atual situação tem no arquipélago.


Twitter Facebook Favorites More