Traduzir

21 julho 2017

Governo dos Açores altera redistribuição da quota do goraz na Graciosa

O Governo dos Açores, na sequência da solicitação das associações de pesca de Graciosa, Faial, Terceira, São Miguel e Santa Maria, decidiu, através de um despacho publicado esta Sexta em Jornal Oficial, alterar a repartição da quota de goraz pelas embarcações destas ilhas.
Esta medida, segundo o Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, tem como principal objetivo “otimizar o aproveitamento da quota” desta espécie, acrescentando que se procedeu a “um balanço das capturas efetuadas durante o primeiro semestre”.
Gui Menezes frisou que o sistema de gestão por trimestre e/ou por embarcação, “para além de permitir uma maior equidade na distribuição do rendimento ao pescador, garantiu o aumento do preço médio em cerca de 7% para o goraz e de 50% para o peixão”.
O Secretário Regional defendeu que, desta forma, as associações de pesca dos Açores têm “um papel mais ativo na gestão da quota desta espécie que, pelo seu elevado valor comercial, tem um peso significativo nos rendimentos dos pescadores açorianos”.

As 507 toneladas de quota anual de goraz destinadas à Região para 2017 foram repartidas ilha por ilha com base no historial de capturas e, em cada ilha, através das associações do setor, foi possível atribuir possibilidades de pesca a cada embarcação.

Twitter Facebook Favorites More