Traduzir

26 maio 2017

Resumo Semanal de 22 a 26 de Maio de 2017

Aprovada abertura de concurso para empreitada de realibilitação do Pavilhão Desportivo Municipal

O executivo camarário de Santa Cruz da Graciosa aprovou, por unanimidade, da proposta para abertura de concurso, para a execução da empreitada de reabilitação do Pavilhão Desportivo Municipal de Santa Cruz da Graciosa.
Os vereadores Carlos Picanço do PS e António Reis do PSD quiseram saber sobre a escolha de materiais, tendo o presidente da Câmara, Avelar Santos, explicado que foi solicitado ao projetista “a utilização dos materiais mais adequados em termos de durabilidade tendo em atenção a localização do pavilhão junto ao mar”.




Guilherme Frias é o novo presidente do Sport Club Marítimo

Os sócios do Sport Clube Marítimo reuniram Sábado, dia 20 de Maio, em Assembleia-geral, para aprovação de contas e eleição dos novos Órgãos Sociais para o biénio 2017/2019.
Assim os novos órgãos sociais são composto na Assembleia­Geral, pelo Presidente Manuel Silva, como Secretário Carlos Alberto Silva e Vogal Ricardo Areia.
Na Direção, é Presidente Guilherme Manuel Frias, VicePresidente – Paulo Miguel Mendonça, Secretário – Manuel Melo, Tesoureiro – Luis Fernando Mendonça e como Vogais João Borges, Luis Azevedo, Luis Silva, Francisco Silva e Luis Borges.
O Conselho Fiscal é presidido por Manuel Jorge Sousa, Sérgio Avelar como Secretário e Adriano Horta como Vogal.
Os novos elementos da direção iniciaram funções após a sua eleição, assim refere nota do clube.
O Sport Clube Marítimo tem como principal atividades desportivas o futebol e o xadrez, sendo que a equipa sénior de futebol milita no Campeonato de Futebol dos Açores.




Clube Desportivo Escolar Ilha Branca consegue primeiros bons resultados no atletismo federado

O Clube Desportivo Escolar Ilha Branca iniciou esta época desportiva, a modalidade de atletismo, que conta com um total de 18 atletas inscritos junto da Federação Portuguesa de Atletismo/Associação de Atletismo da Ilha Terceira.
Estes atletas distribuem-se por vários escalões etários de ambos os sexos.
Segundo nota do clube, “até ao momento foram já realizadas duas provas locais, na ilha Graciosa, tendo sido obtidos resultados muito satisfatórios, inclusive com a obtenção de mínimos regionais nas provas de Salto em Altura , 100m e 1500m.”
No passado fim de semana, três dessas atletas (Verónica Sousa, Nicole Neves e Maria Costa) participaram no Campeonato de Ilha de Infantis, realizada na Ilha Terceira e, uma vez mais, alcançaram resultados muito meritórios.
Na prova de 600m, a atleta Verónica Sousa, obteve o 3º lugar da classificação geral.
Na prova de Salto em Altura, a atleta Nicole Neves ficou em 1º lugar da classificação geral, com uma marca de 1.25m, tendo a atleta Maria Costa ficado em 3º lugar com a marca de 1.15m.
Na prova de Salto em Comprimento, a atleta Nicole Neves ficou em 2º lugar e a atleta Maria Costa em 3º lugar.
Já na prova de Velocidade, 60m, a atleta Nicole Neves ficou em 3º lugar.





Procissão de Penitencia da Senhora de Guadalupe ao Monte da Ajuda cumpriu 300 anos

Este voto do povo graciosense surgiu no ano de 1717, altura em que a Graciosa foi atingida por uma forte crise sísmica, que deixou muitas famílias sem abrigo.
A procissão que liga as freguesias de Guadalupe e de Santa Cruz, saiu às 8 da manhã da Igreja de Guadalupe, depois já em Santa Cruz, sobiu ao Monte da Senhora da Ajuda, onde foi celebrada missa campal. Após a missa, iniciou-se o regresso ao Guadalupe, num percurso que totaliza 10 quilómetros, e que, todos os anos, é percorrido por gente de todas as idades.
A tradição é de que se realize a 24 de Maio, mas nunca ao Domingo, pois a origem do voto é de que os graciosenses prometeram um dia de trabalho.




Piscina Municipal abre a 3 de Junho, mas autarquia enfrenta novamente dificuldades para contratar nadadores-salvadores

As autarquias Graciosenses estão nos preparativos para mais uma época balnear.
A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa está a proceder a uma intervenção na Piscina do Boqueirão, com colocação de pedras que o mar tirou.
A vice-presidente Conceição Cordeiro anunciou, no espaço de comentários da Rádio Graciosa, que a Piscina Municipal abre a 3 de Junho, com o intuito dos alunos da Escola Secundária poderem tambem aproveitar aquela estrutura.
Sobre o concurso de nadadores-salvadores, apenas apareceram 2 candidatos, o que está a gerar preocupação devido à bandeira azul. A solução passará por contratar nadadores de fora da ilha, que queiram trabalhar durante o Verão na Graciosa.





Ricardo Ramalho integra mais duas Comissões Permanentes da ALRAA

O Deputado graciosense, Ricardo Ramalho, foi indicado pela direção do Grupo Parlamentar do Partido Socialista para integrar a composição da Comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, acumulando assim funções com a Comissão de Política Geral.
Desde o início da atual legislatura, que Ricardo Ramalho integra a Comissão de Política Geral que tem como suas competências as áreas da administração pública regional e local, a ordem pública e proteção civil, as comunidades açorianas, a construção europeia, os tratados e acordos internacionais, a habitação e equipamentos e o urbanismo.





Carlos Corte Real é Campeão da Ilha Graciosa de Xadrez

O Sport Clube Marítimo acolheu, entre os meses de Fevereiro e Maio, o Campeonato da Ilha Graciosa, de xadrez, na modalidade de lentas.
No torneio participaram 10 jogadores e sagrou-se campeão de ilha, o jovem sub 20, Carlos Côrte-Real.





Quatro freguesias da Graciosa distinguidas com Prémio Freguesia Limpa 2016

A Junta de Santa Cruz foi a que teve a pontuação mais alta, com 36 pontos e por isso recebeu o prémio de excelência. As Juntas de Guadalupe, Luz e São Mateus, ambas com 35 pontos, receberam o diploma e a bandeira para hastear nas suas sedes.
Este concurso pretende reconhecer e distinguir o esforço das autarquias locais, em colaboração com as populações, na limpeza, remoção e destino final dos resíduos abandonados em espaços públicos, incluindo as linhas de água e a orla costeira, bem como o desenvolvimento e participação em programas e ações de sensibilização e educação ambiental.







Conselho de Ilha Graciosa elege problemas da ilha com destaque para transportes, agricultura, emprego, turismo e ordenamento

No encontro, que durou três horas, os conselheiros elegeram os problemas e necessidades da ilha nas diversas áreas.
Assim, a continuação de apoio aos programas de emprego e criação de programas de formação em áreas carenciadas, como agricultura, são as preocupações na área da vice-presidência.
Nas pescas e ambiente, há preocupação com o estado da muralha do areal de São Mateus, que nunca foi consolidada, e com a situação de algumas falésias, nomeadamente nos Fenais, junto à casa de Manuel Gregório, na Ventosa, no Barro Vermelho, logo a seguir à praia de bagacina e também elaboração de um estudo técnico para a falésia junto às Termas do Carapacho. Outras necessidades nesta área tem a haver com a orla costeira do Degredo, devido ao estado de erosão da costa, construção de um telheiro no Porto de Pescas para trabalhos nas embarcações em terra, requalificação do cais do Porto Afonso e solicitar que durante os trabalhos no Cais de Santa Cruz este esteja aberto o maior tempo possível.
Na área social, os conselheiros alertam para a importância do programa Envelhecer com Dignidade, mas com o novo figurino de modo a chegar a mais idosos da ilha, reforço nos apoios à habitação degradada e fazer um levantamento das necessidades da Freguesia da Luz em termos sociais e enquadrá-las no Centro Social e Paroquial.
No ambiente e turismo, é solicitada a remodelação da piscina pequena do Carapacho, para que haja uma eficaz renovação da água e ainda que se inicie a preparação do funcionamento das termas já para 2018, sendo importante manter a parceria com o Instituto Português de Reumatologia. A remodelação do Parque de Campismo do Carapacho, promoção turística da Graciosa e para quando entrada em funcionamento do projeto Younicos, são outras preocupações.
Na área da saúde, foram eleitas como prioridades o reforço nas consultas de especialidade e abertura de concurso para uma segunda farmácia.
Na agricultura e florestas, os conselheiros elegeram como prioridade o reforço do programa de desratização, a criação de um corpo técnico para a Adega, mas também uma nova localização do parque de gado junto ao Porto Comercial. Elaborar um programa para utilização de terra abandonada e repor o apoio ao transporte de gado vivo, são outras reivindicações.
Na educação e cultura, são solicitados apoios aos agentes culturais da ilha, que sentem dificuldades com o excesso de burocracia e dificuldades no financiamento e apoio ao património religioso.
Nos transportes e obras públicas, consta do memorando uma melhor adequação dos transportes marítimos às festas da ilha, arranjo de estradas e zonas de lazer, protocolo com a Junta de São Mateus para aquisição de bomba para reposição do areal e desassorear o porto, períodos mais longos de inspeção periódicas obrigatórias e ponto de situação sobre projeto de reconstrução de muros de basalto na Luz.

Vítor Mendes, presidente do Conselho de Ilha Graciosa, disse que são várias as preocupações dos graciosenses, havendo muitos assuntos que transitam de ano para ano, embora haja alguns que já estejam a ser resolvidas, há também novos problemas, para os quais alertam o governo.
O encontro do Conselho de Ilha com o Governo Regional, a realizar durante a visita estatutária de Junho, será a primeira de Vítor Mendes desde que ocupa este cargo.
Uma pressão, sólida e bem construída, é o que o presidente do Conselho de Ilha pretende da reunião com o governo, pois há assuntos que tem que ser tratados com mais brevidade e esses serão tratados com mais ênfase no encontro.





PSD diz que governo não pode permitir exclusão da Graciosa da “Linha Lilás”

No requerimento entregue no parlamento açoriano, João Bruto da Costa, deputado do PSD/Açores eleito pela Graciosa, sublinha que “a exclusão da ilha Graciosa da designada ‘Linha Lilás’ da Atlânticoline não contribui para o combate ao isolamento nem promove o potencial da Graciosa apoiando a economia da ilha”.
O social-democrata lembra que as “forças vivas” da ilha, nomeadamente empresários, agricultores, pescadores e a Câmara Municipal já se pronunciaram sobre este assunto e todos são unânimes ao considerar essencial a inclusão da Graciosa na referida operação.
“A existência de uma rede de transportes marítimos que aproxime as ilhas e potencie a mobilidade torna-se imprescindível para a existência de um verdadeiro mercado interno”, frisa João Bruto da Costa.





Saúde está mal nossa ilha denuncia o antigo autarca José Aguiar

No espaço de comentários da Rádio Graciosa, da semana passada, ao comentar a noticia de consultas de especialidade nas Termas do Carapacho, o antigo autarca criticou o fato da valência medicinal das termas funcionar só no Verão, quando a perspetiva da obra de requalificação das termas, era de que estariam todas as valências abertas, todo o ano.
José Aguiar, ao referir-se ainda à área da saúde, disse que as listas de espera na ilha, para especialidades, “são enormes” e denunciou falhas na prestação de cuidados aos Graciosenses, que ao não terem resposta adequada na Unidade de Saúde de Ilha, voltam-se para o privado.
O comentador aproveitou a ocasião para denunciar três casos recentes.
Segundo o ex-autarca, são situações que deixam preocupação, pois, estas pessoas tiveram possibilidades económicas para recorrer ao privado, mas e no caso de quem não tem? Daí deixar o alerta de que a saúde na Graciosa necessita de ser alvo de atenção.
A Rádio Graciosa já pediu esclarecimentos à Unidade de Saúde sobre este assunto.

Twitter Facebook Favorites More