Traduzir

17 maio 2017

Hotelaria graciosense registou mais de 1.000 hospedes e um aumento de 12% na dormidas entre Janeiro e Março

Na Região Autónoma dos Açores, no mês de março, os estabelecimentos hoteleiros  registaram 110,6 mil dormidas, representando um acréscimo homólogo de 10,8%.
Os proveitos totais atingiram 4,3 milhões de euros e os proveitos de aposento 3,0 milhões de euros, correspondendo a variações homólogas, respetivamente, de 21,3% e 19,7%. De janeiro a março de 2017, nos estabelecimentos hoteleiros da Região Autónoma dos Açores (hotéis, hotéis-apartamentos, apartamentos turísticos e pousadas) registaram-se 244,5 mil dormidas, valor superior em 10,5% ao registado em igual período de 2016.
Em termos de variações homólogas acumuladas, de janeiro a março, as ilhas que apresentaram variações homólogas positivas foram as ilhas das Flores 133,7%,, de São Jorge 20,0%,, de Santa Maria 15,9%,, de São Miguel 13,2%,, da Graciosa 12,0%,, do Faial 11,9% e do Pico com 8,6%.
A subida de 12 % registada na Graciosa, nos primeiros três meses do ano, deve-se um aumento de 238 dormidas, em comparação com as 2.826, registadas no mesmo período do ano passado. A hotelaria da Graciosa recebeu entre Janeiro e Março, um total de 1.111 hóspedes, sendo 349 em Janeiro, 353 em Fevereiro e 409 em Março.
Em Março, a hotelaria graciosense registou 1.231 dormidas, uma subida de 14,1%, em comparação com o mesmo mês de 2016. No mesmo mês, a taxa de ocupação foi de 22,7%, uma variação homóloga positiva de 3,4%. No entanto, a estada média baixou 5,9%, das 3,2 noites de Março de 2016, para as 3,0 noites em Março deste ano.

Durante os primeiros 3 meses de 2017, o turismo rendeu na Graciosa 116.997 euros de proveitos totais, sendo 26.385 euros de proveitos da restauração, 90. 612 euros de proveitos por aposento.

Twitter Facebook Favorites More