Traduzir

06 março 2017

João Costa questiona Governo sobre programação da SATA na Graciosa

O grupo parlamentar do PSD/Açores questionou o Governo regional sobre o que considera ser o mau serviço da SATA nas ligações aéreas de e para a Graciosa.
Em causa está o facto de alguns passageiros se verem obrigados a permanecer várias horas ou até a pernoitar na Terceira, por sua conta, apesar do voo em que embarcam à saída da Graciosa ou de outra ilha, tendo como destino final a Graciosa, ser feito com o mesmo avião que escala a Terceira e que segue para o seu destino final com lugares disponíveis a bordo, ficando o passageiro obrigado a esperar pelo voo seguinte.
No requerimento entregue na Assembleia Legislativa dos Açores, os sociais-democratas instam o executivo regional a esclarecer se conhece este procedimento da companhia aérea açoriana, que prejudica a mobilidade dos que vivem ou visitam a Graciosa, e a pronunciar-se sobre a necessidade de formular uma recomendação à SATA para que esta situação deixe de prejudicar os passageiros da Graciosa.
“Estamos perante uma situação de incompreensível falta de resolução pelo que tem a tutela governamental de ser chamada a atuar ou a pronunciar-se”, frisa João Bruto da Costa, deputado do PSD/Açores eleito pela Graciosa.
O deputado graciosense admite que a SATA conhece estes constrangimentos com que diariamente se deparam os passageiros de e para a Graciosa e estranha que o caso continue “a merecer uma manifesta incapacidade em ser resolvido”.


Twitter Facebook Favorites More