Traduzir

15 março 2017

Horários dos transportes marítimos de passageiros continuam a não satisfazer

Na reunião da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, realizada a 9 de Março, os horários dos transportes marítimos foram assunto de debate.
O tema surgiu na reunião camarária pela voz dos vereadores do PSD, João Cunha e António Reis, que lamentam o fato da ilha continuar a ser servida apenas pela Linha Amarela, ficando novamente de fora da rota da Linha Lilás, quando no ano passado houve a promessa do Diretor Regional dos Transportes de que a ilha seria integrada este ano.
Avelar Santos, presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa disse que a Linha Lilás não se concretizou, mas que os restantes horários estão de acordo com o pretendido, ou seja, assegurar viagens no período das principais festas da ilha e que as restantes teriam de se adaptar, na impossibilidade de assegurar horários compatíveis com todas. O autarca deixou ainda a sua opinião de que a Linha Lilás devia tocar a Graciosa 2 vezes por semana e em sentido circular, tocar todas as ilhas do Grupo Central, à semelhança do que fazia o Ponta Delgada, o que devia ser experimentado por 1 ano, para averiguar a sua viabilidade, sem a qual o governo não pode continuar a alegar razões económicas para não o fazer, considerando que todas as outras ilhas do grupo são escaladas.
O vereador João Cunha disse ainda que de fato “há muito má vontade de resolver os problemas dos transportes marítimos para a Graciosa”, sendo lamentável que a ilha pertencendo ao Grupo Central, seja a única de fora da rota.
Os vereadores da oposição consideram ainda que a autarquia deveria ser ouvida, para que os horários não continuem a penalizar a Graciosa.

Twitter Facebook Favorites More