Traduzir

21 março 2017

Dados recentes de medição de pH comprovam qualidade das carcaças de bovinos abatidos na Graciosa

O IAMA – Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas, apurou que os valores de pH das carcaças de bovinos abatidos nos matadouros da Região, nos dois primeiros meses deste ano, comprovam a qualidade da carne produzida nos Açores.
Em janeiro e fevereiro deste ano, foram aprovadas 8.894 cabeças de gado, a maioria destinada à exportação, sendo que 95,8% das carcaças rastreadas apresentaram valores de pH inferiores a 6.
A percentagem atingiu mesmo 100% no mês de fevereiro nos matadouros de Santa Maria, Graciosa, São Jorge, Faial e Flores.
Assim sendo, a totalidade das carcaças rastreadas nesse período, tanto para consumo como para exportação, cumpriu os parâmetros internacionais de qualidade.
O número global de animais rastreados aumentou nos dois primeiros meses de 2017 e os resultados reforçam a qualidade da carne abatida nos Açores.
Esta qualidade tem sido reconhecida pelos mercados, já que a exportação de carne bovina dos Açores aumentou 25% em 2016 face ao ano anterior.


Twitter Facebook Favorites More