Traduzir

24 fevereiro 2017

Resumo semanal de 20 a 24 de Fevereiro de 2017

Plano para 2017 assegura continuação de obras importantes para a Graciosa


O Conselho de Ilha Graciosa reuniu nos Paços de Concelho.
No encontro, em que tomou posse a nova mesa sob presidência de Vítor Mendes, os conselheiros analisaram e emitiram um parecer à Proposta do Plano Anual para 2017.
O documento contempla um investimento global de 33 milhões para a Graciosa, tendo os conselheiros constatado que está garantida a evolução de obras importantes que decorrem na Graciosa. Assim a maior parte do investimento é destinada às obras do Matadouro, Adega, Cozinha da Santa Casa de Santa Cruz, Proteção Costeira da Barra e requalificação de Cais de Santa Cruz.
Nos assuntos, que o conselho de ilha entendem serem urgentes para a ilha, está a situação das IPSS, pois é necessário que a tutela ouça estas instituições, para que não se tome medidas menos refletidas.
Os conselheiros entendem que, não deve ser esquecido pelo governo o investimento contínuo na rede viária, bem como na proteção da orla marítima, pois existem zonas muito sensíveis na orla costeira da ilha que necessitam intervenção, bem como arranjo da muralha da praia.
No turismo, os conselheiros pediram informação sobre como pretende a tutela fazer promoção da ilha e alertam que é necessário que terminem rapidamente as obras das Termas do Carapacho.
Nos transportes marítimos, melhoramentos são necessários no transporte de cargas, bem como a criação de ligações que permitam escoamento de produtos para as ilhas do triângulo.
Nos transportes aéreos, ao nível de investimentos necessários no aeródromo, nomeadamente de iluminação, com vista um alargamento no horário dos voos, durante o Inverno.
Os conselheiros entendem ainda que, como na Graciosa decorre um projeto inovador de energia renovável, a ilha deve seguir à frente também no que se refere à mobilidade elétrica.




Leite sobre 1 cêntimo a 1 de Março

O preço do leite, à produção, vai aumentar 1 cêntimo, no próximo dia 1 de Março, nas ilhas Graciosa e Terceira.
Conforme noticiou a RDP Açores, o acordo, conseguido na Sexta-feira, é do aumento de 1 cêntimo, com a Lactogal a manter o limite à produção imposto já em 2016.
Segundo a mesma fonte, o leite padrão para a custar cerca de 24 cêntimos por litro, um preço que fica aquém ao que os produtores pretendiam, que era um aumento de 2 a 3 cêntimos.
Fonte: RDP Açores





Daniel Silva é o novo presidente da JSD Graciosa

Daniel Silva, vindo já da anterior Comissão Política de Ilha, apresentou a única lista a votação sendo eleito agora como Presidente da CPI e Ana Aguiar Presidente da Mesa da Assembleia.





Deputados do PS Graciosa fazem chegar ao Governo queixas sobre inspeção de veículos na Graciosa

Os deputados do Partido Socialista da Graciosa, revelaram numa nota de imprensa que, “perante inúmeras queixas que receberam dos proprietários de automóveis sujeitos às inspeções periódicas, apresentaram ao Secretário Regional dos Transportes e Obras Públicas algumas preocupações relativas às condições em que aquelas inspeções são feitas, nomeadamente no que se refere a horários, marcações e tempos de espera.”
Os deputados socialistas referem que o governante informou, perante estes factos, “irá fazer uma verificação das condições atuais das inspeções a veículos” na Graciosa e garantiu que, “caso seja necessário, serão tomadas medidas para a Graciosa ter um serviço de qualidade.”




Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa aprovou alteração orçamental e alteração do mapa de pessoal do município

Na ordem de trabalhos havia quatro pontos, não tendo os deputados municipais intervindo no que diz respeito à situação financeira e atividades do município.
O segundo ponto, eleição de um membro da Assembleia Municipal para integrar o Conselho de Ilha, mostrou-se necessário devido à demissão de José Gregório daquele órgão. O PSD optou por não apresentar uma lista, tendo ido a votação a lista apresentação pelo Grupo Parlamentar do PS, com o nome de João Natal Lima Bettencourt. Feita a votação, João Natal foi eleito com 10 votos a favor e 6 abstenções.
A primeira revisão orçamental de 2017, no valor de 68.705 euros, foi um dos assuntos de destaque da noite. Avelar Santos, Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, explicou que o objetivo é dotar o orçamento camarário da verba necessária às despesas a ter com os funcionários que serão contratados.
O documento foi aprovado por maioria, com 10 votos a favor do PS e 6 abstenções do PSD.
O quarto e último ponto da ordem de trabalho, está relacionado com a revisão orçamental, tratando-se da alteração do quadro de pessoal, que foi aprovada por unanimidade.
Manuel Avelar Santos, presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, disse que autarquia necessita de atualizar o seu quadro técnico, no entanto vão contratar agora assistentes operacionais, mais concretamente 3 trabalhadores para a divisão de àguas e saneamento, 1 para a presidência e 1 encarregado de assistentes operacionais. O autarca revelou que o município necessita também de trabalhadores de rua e deu o exemplo da recolha de lixo, que em alguns dias da semana ocupa 12 trabalhadores. Outra carência é o nível de mais técnicos superiores, sendo a próxima vaga a preencher a de arquitectura.




Alunos graciosenses participam na sessão regional do Parlamento dos Jovens

A sessão regional do Parlamento dos Jovens, que se realizou na Assembleia Legislativa, contou com a participação de mais de meia centena de alunos provenientes de 27 escolas de todas as ilhas dos Açores.
A Escola Secundária de Santa Cruz da Graciosa esteve representada, na sessão do ensino básico, Ricardo Picanço e Sabrina Costa, ambos da turma B, do 9.º ano de escolaridade, acompanhados pelo docente, Carlos Santos.
No dia destinado ao ensino secundário, a Escola Básica Secundária de Santa Cruz da Graciosa esteve representada pelos Graciosenses Beatriz Oliveira e Henrique Silva.                                  




Obra das Termas do Carapacho estará pronta no final deste mês

Marta Guerreiro, Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, que realizou Quarta-feira, a sua primeira visita à Graciosa, constatou a evolução das obras que decorrem nas Termas do Carapacho.
Em declarações à comunicação social da ilha, Marta Guerreiro disse que visitou as termas e ficou satisfeita com aquilo que viu.
A governante afirmou que o prazo perspectivado para terminar as obras é de final deste mês, no entanto houve algum atraso na entrega de materiais. Seguem-se depois os passos normais de entrega da obra por parte da empresa que a está a executar.
A secretária disse que o serviço termal na Graciosa será concessionado, mas até que todo o processo burocrático esteja concluído, o próprio governo vai assegurar a abertura da estrutura, com oferta dos seus serviços a quem deles queira usufruir.
Paralelamente a todo este processo vai decorrer a promoção do termalismo na Graciosa, tal como está estabelecido no Plano Estratégico e de Marketing do Turismo dos Açores.





Principais atracões turísticas da Graciosa a promover serão mergulho, termalismo, observação de aves e geoturismo

Marta Guerreiro, Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, esteve esta Quarta-feira na Graciosa, no sentido de reunir com representantes de empreendimentos turísticos e de turismo rural e com operadores de animação turística e representantes de agências de viagens da ilha Graciosa.
Marta Guerreiro frisou que teve a oportunidade de falar com quem está no terreno sobre diversos temas, nomeadamente “sobre o tipo de alojamento que faz mais sentido na Graciosa, este 'mix' que temos atualmente com um hotel maior e algumas unidades mais pequenas de turismo rural com muita qualidade” e foram discutidos os produtos que podem ser desenvolvidos.
No final das reuniões, a governante afirmou que “O Plano Estratégico e de Marketing do Turismo dos Açores prevê, precisamente, a divulgação dos produtos âncora que temos nos Açores e que não são iguais em todas as ilhas” e salientou que nesta ilha se deve beneficiar um turismo de natureza, cuja atração primária deverá passar pelo mergulho, pelo termalismo, pela observação de aves e pelo geoturismo, com destaque para o contexto de uma Reserva da Biosfera.
“O caso da Graciosa tem de muito diferente a questão do termalismo, com uma história bastante antiga e com um impacto bastante grande em termos de oferta de saúde, portanto, tem que ser bem promovido e divulgado", frisou a Secretária.
A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo reafirmou, na Graciosa, que todas as ilhas dos Açores devem potenciar os seus produtos específicos, dando ênfase às suas particularidades.






Deputados Municipais alertaram para investimentos necessários no Concelho

No encontro da Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa, realizado na última Segunda-feira, os deputados municipais aproveitaram o período antes da ordem do dia, para colocar perguntas e alertar o executivo camarário para ações urgentes na ilha.
Marco Nuno Silva, da bancada PSD, mostrou preocupação com o derrame considerável que ocorre a Canada do Poço e quis saber para quando a sua resolução. Na resposta, Avelar Santos, Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, disse que a Tecnovia está a ultimar os preparativos para a obra, que vai arrancar no terreno, logo que o material chegue. No entanto há a garantia de que a obra da rede de águas vai começar por aquela zona e que tudo será feito, para que as valas estejam abertas o mínimo de tempo possível. O autarca revelou também preocupação, pela água que está a ser desperdiçada com aquela situação.
Também da bancada PSD, Fernando Mesquita alertou para a situação da vedação do Municipal da Luz, que necessita de manutenção, antes do prejuízo ser maior, sugestão que foi bem aceite pelo executivo. O deputado social-democrata quis saber ainda qual o real ponto de situação do tanque de abastecimento à lavoura do Charco Velho, com Avelar santos a explicar que está desativado há algum tempo e que agora é necessário dar outro aspeto à zona.
George Ortins, do PS, agradeceu colaboração do município na conclusão da obra na Canada da Gracinda e perguntou qual seria disponibilidade de colaboração para arranjos nas piscinas do Carapacho. Avelar Santos disse que há disponibilidade total, para os trabalhos de preparação da época balnear. Paulo Cunha, juntou-se ao assunto, alertando para que se inicie o concurso de nadadores salvadores o mais cedo possível, tendo Avelar Santos informado que em Março começarão os procedimentos.
Paulo Cunha perguntou ainda qual o ponto de situação da substituição do Pavilhão Municipal, tendo a vice-presidente Conceição Cordeiro informado que o município já tem o empréstimo, está a ultimar o projeto e a obra arrancará em breve.
O deputado socialista alertou ainda para as carências do relvado do Estádio Municipal, tendo Conceição Cordeiro informado que o relvado já foi visto por um técnico, de quem aguardam agora um relatório. No entanto, como o atual quadro comunitário não contempla sintéticos, a autarquia não tem capacidade financeira para custear uma obra dessa envergadura sozinha, apesar de reconhecer que seria uma mais valia. Conceição Cordeiro alertou que a haver intervenção no relvado, este não pode continuar a ter a carga de treinos que tem de momento, por isso terão que haver condições alternativas, o que passaria por um arranjo no campo de treinos, que possui as medidas mínimas exigíveis.
Marco Nuno da bancada PSD ainda voltou a pedir a palavra para saber se há ou não alguma “esperança”, para a Esperança Velha, com Avelar Santos a responder que a autarquia vai ter que fazer um trabalho semelhante ao que foi feito no Quitadouro, de modo a facilitar a mobilidade naquela canada, ainda para mais tendo em conta o investimento que está a ser feito por um particular, no fim daquela via.
O autarca de Guadalupe perguntou ainda porque se vai manter apenas Bandeira Azul no Barro Vermelho, quanto outras zonas também já tiveram este galardão. José Gabriel Martins também pediu explicações sobre como decorre este processo de análises.O presidente da Câmara explicou que depois de haver uma análise menos boa à àgua, é preciso que se mantenha o valor de excelência por 4 anos consecutivos, para voltar a ter o galardão.






Carnaval da Graciosa com 23 fantasias com 655 figurantes

No Carnaval 2017, vão desfilar 23 fantasias de grupo, totalizando 655 figurantes.
No Pavilhão Municipal vão desfilar 625 figurantes, divididos por 22 fantasias, uma vez que o Santa Cruz Sport Club não participa neste desfile, como já é tradição.
O clube que este ano apresenta o maior número de fantasias é a Filarmónica União Popular Luzense, com 4 fantasias, mas o maior numero de figurantes é o Graciosa Futebol Club que possui, com 126 participantes nas suas fantasias, tendo no escalão sénior a maior fantasias deste Carnaval, com 53 elementos.
Em comparação com o ano passado, verifica-se que há mais quatro fantasias e no número de figurantes, um aumento de 87 elementos, pois em 2016 desfilaram 568 figurantes.
Os temas escolhidos este ano são variados, consoante os escalões.
Nos infantis, os temas escolhidos neste escalão, vão desde a natureza aos desenhos animados.
Quanto aos juvenis, os temas começam a ser mais adultos, com destaque este ano para Can-Can, e muitos temas evocando festa e o Carnaval e temas ligados ao desporto e aventuras.
Finalmente no escalão sénior, assiste-se à maior diversidade de temas, ao lembrar de várias épocas, palhações e fantasias ligadas ao tema original do Carnaval brasileiro.
São estes os temas que vão desfilar no próximo Domingo a partir das 15 horas, no Pavilhão Municipal.
A ordem de desfile deste ano foi ditada por sorteio, assim sendo a Filarmónica União Praiense é o primeiro clube a desfilar em todos os escalões, seguindo-se Sociedade Recreativa da Vitória, Filarmónica União Popular Luzense, Graciosa Futebol Club,  Irmandade da Ribeirinha Sport Club Marítimo e Sporting de Guadalupe.
Muita animação, ritmo e cor na tarde de Domingo Gordo, no Pavilhão Municipal, um Desfile para acompanhar na Rádio Graciosa.





Twitter Facebook Favorites More