Traduzir

17 fevereiro 2017

Resumo Semanal de 13 a 17 de Fevereiro de 2017

Câmara Municipal aprovou primeira revisão orçamental de 2017

Da ordem de trabalhos, destacou-se a aprovação, por maioria, com 3 votos a favor do PS e 2 abstenções do PSD, da 1ª revisão orçamental de 2017. Este assunto vai ser debatido e votada em Assembleia Municipal, cuja reunião está agendada para 20 de Fevereiro.
O executivo de Santa Cruz da Graciosa aprovou ainda, por unanimidade, a colaboração com a RTP Açores, para a gravação do desfile de fantasias de Domingo Gordo. Sobre este assunto, a vereadora Eulália Aguiar, sugeriu que fosse entrevistada a antropóloga Teresa Perdigão, que está a fazer um estudo sobre o Carnaval na Graciosa.
A edilidade vai ainda apoiar a deslocação da equipa de xadrez do Sport Club Marítimo ao continente, para participar na II Divisão Nacional de Xadrez.





Deputados do PS eleitos pela Graciosa visitaram Associação de Pescadores

No seguimento das visitas na ilha Graciosa, os deputados do Grupo Parlamentar do Partido Socialista, José Ávila, Manuel José Ramos e Ricardo Ramalho, visitaram a Associação de Pescadores Graciosenses.
No encontro, os deputados admitiram a importância deste sector para a economia local e as dificuldades que, por vezes, enfrentam os pescadores Graciosenses.
Os deputados socialistas tomaram ainda conhecimento na reunião das novas medidas de gestão do goraz, estabelecidas pelo Governo Regional dos Açores com o apoio dos parceiros, “que prevêem um maior equilíbrio ao longo de todo o ano, com o objetivo de rentabilizar o recurso e um melhor acompanhamento das capturas”.
José Ávila referiu ainda que “as duas peixarias existentes, da responsabilidade da Associação, permitem, desta forma, a valorização de outras espécies de pescado, contribuindo para o aumento do rendimento dos pescadores e suas famílias”.
Os deputados ficaram também a conhecer alguns projetos daquela Associação que quer também recuperar a tradição antiga, praticamente desaparecida no final do século passado, da salga do peixe, uma iniciativa que ajudará aos pescadores aumentar o seu rendimento.






Deputados graciosenses visitam obras nas Termas e falam em necessidade de arranjos também nas estruturas exteriores

Para o deputado Manuel José Ramos, “as Termas do Carapacho são sem dúvida um importante ponto turístico e uma imagem de marca da Ilha Graciosa”, sendo, também, importante “intervir num conjunto de infraestruturas que envolvem o complexo termal, tais como uma remodelação e modernização do parque de campismo”. Ainda ao nível do alojamento local, o deputado afirmou que comunga da vontade do Presidente da Junta em dinamizar este sector e que “é necessário promover uma conservação adequada nas casas concessionadas à Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa, uma intervenção nas piscinas exteriores, no sentido de melhorar o acesso à agua, para quem tem maior dificuldade de locomoção” e ainda a urgência de “intervir no sistema de renovação de água da piscina pequena antes do próximo verão”.
Referem os deputados socialistas, na nota de imprensa, que “o número de utilizadores no último trimestre do ano de 2016 registou um aumento homólogo de 35%, demonstrando que aquela unidade constitui como um polo de atração turística para a ilha.”






PSD exige que governo retome incentivos à deslocação de médicos especialistas

O deputado do PSD/Açores Luís Maurício considerou que o governo regional tem de “passar do papel à ação” e retomar os incentivos à deslocação de médicos especialistas às ilhas sem hospital, alegando que a atual situação prejudica milhares de açorianos.
 “O PSD/Açores há muito que vem denunciando ter sido essa uma opção errada”, lembrou.
Luís Maurício referiu que retomar os incentivos à deslocação de médicos especialistas permite que doentes e acompanhantes em idade ativa “percam menos dias de trabalho”, além de eliminar o “desconforto causado por terem de sair do seu próprio meio”.
“Além disso, a situação atual acaba por ser um ato de má gestão, porque os custos inerentes à deslocação dos doentes para fora da sua ilha são muito maiores que os da deslocação de um médico à ilha para observar esses utentes”, frisou.





Clubes da Graciosa recebem apoios ao desporto de formação no valor global de 30 mil euros

A Associação Cultural Desportiva e Recreativa da Graciosa é a que recebe o maior apoio, no valor de 9.642,36 €, seguindo-se o Santa Cruz Sport Club com 7.050,65 €, o Graciosa Futebol Clube com 3.598,07 €, o Sport Clube Marítimo com 3.440,45 € e o Sporting Clube Guadalupe com 3.064,58 €
Com montantes mais baixos, são apoiados o Clube Desportivo Escolar Ilha Branca com 1.697,50 €, o Grupo Desportivo Luzense e o Grupo Desportivo da Mocidade Praiense, ambos vão receber 1.134,90 €
O objeto dos contratos-programa é a concessão de apoio para o desenvolvimento de programas de atividade de treino e de competição, nas modalidades de Andebol, Futebol, Voleibol, Vela e Atletismo, no âmbito dos Escalões de Formação.







Concluída a estrada Limeira-Porto Afonso

A empreitada, que custou cerca de 1 milhão de euros, reabilitou e beneficiou 10 kms da principal estrada regional da Graciosa, que passa pelas freguesias de Guadalupe e Luz.
Trata-se de um troço, importante do ponto de vista agrícola, mas também turístico, pois trata-se de uma mais bonitas zonas da Graciosa, com vista para as outras ilhas do Grupo Central.
Na sua intervenção, Vítor Fraga assegurou que o Governo dos Açores continua empenhado em “cumprir os compromissos assumidos, que passam pela rentabilização dos recursos da Região, pela qualificação de infraestruturas publicas, valorizando assim, igualmente, o nosso património”.
O Secretário Regional salientou que o projeto de reabilitação do troço de estrada regional entre Limeira e Porto Afonso “veio dar voz às solicitações dos Graciosenses”, considerando que lhes “era devido o melhoramento da rede viária, na intervenção nos circuitos logísticos terrestres de apoio ao desenvolvimento, em particular nesta zona da ilha”.
O governante anunciou ainda que está também concluída a pintura termo plástica a quente na Graciosa, envolvendo “a pintura de sinalização horizontal nas vias regionais da ilha, contemplando a quase totalidade das estradas regionais, permitindo assim aos condutores uma circulação nas devidas condições de segurança”, afirmou o Secretário Regional.






Desembarques aumentaram 9,2% em Janeiro

A ilha com maior número de passageiros desembarcados no mês de janeiro foi a de São
Miguel com 44.701, seguida da ilha Terceira com 19.317 e Faial com 4.760.
Contudo, a ilha que apresentou maior crescimento homólogo foi a ilha do Pico com 24,2%, seguindo-se as ilhas do Corvo com 21,8%, das Flores com 19,4%, da Terceira com 18,0%, de São Jorge com 17,2% e de São Miguel com 14,7%.
Na Graciosa, registou-se um aumento dos 9,2%, com 1.826 desembarques. Nos embarques, foram registados os mesmos 1.826, no entanto a variação homóloga positiva foi de 16%.
Em Janeiro de 2017, a Graciosa foi escalada por 51 aeronaves, que trouxeram cerca de 4 toneladas e meia de carga e 3 toneladas de correio. Da Graciosa saíram, por via aérea, 726 Kg de correio e quase 5 toneladas de carga.






Atletas graciosenses com bons resultados no Corta Mato Regional

A Graciosa foi representada por 7 jovens atletas, que conseguiram boas classificações, na prova de carater regional. Segundo os resultados oficiais, publicados esta Terça-feira pela Direção Regional de Desporto, os melhores resultados foram conseguidos por José Coelho, que ficou em primeiro lugar nos juniores masculinos e Carlos Cunha ficou em 4º lugar, em juvenis masculinos. Joana Silva ficou no 6º lugar, Gonçalo Silva no 8º lugar, Aureliana Moura e Gonçalo Silva ambos em 10º lugar e João Mendonça 13º, nos respetivos escalões.
A competição decorreu conjuntamente com o Corta-Mato Regional associativo e contou com a participação do Atletismo Adaptado, havendo ainda a promoção de uma caminhada destinada à população sénior.
Estas atividades associadas ao Corta-Mato Escolar, permitiram reunir a totalidade de cerca de 350 participantes ativos.






Dormidas aumentaram 24,1% em 2016

Em termos de variações homólogas acumuladas, de janeiro a dezembro, as ilhas que apresentaram variações homólogas positivas foram as da Terceira, do Corvo, da Graciosa, de São Miguel, do Faial, de Santa Maria, do Pico e das Flores, respetivamente com, 63,4%, 42,7%, 24,1%, 15,6%, 14,3%, 14,0%, 13,9% e 12,0% A ilha de São Jorge apresentou uma variação homóloga acumulada negativa de 0,5%.
Na Graciosa, apesar da variação homóloga positiva de 24,1%,  registada em 2016. ao passar das 11.394 dormidas de 2015, para as 14.137 do ano transato, no último mês do ano houve uma redução de 18,2% nas dormidas. Em Dezembro de 2016, as dormidas na hotelaria graciosense desceram das 703 de 2015, para as 575, em Dezembro último.
Os dados do Serviço Regional de Estatística revelam ainda que, em 2016, o setor do turismo rendeu na Graciosa, 578. 388 euros de proveitos totais, 466.175 euros de proveitos por aposento e 112.153 de proveitos na restauração.







João Costa acusa Governo de esconder informação aos deputados da oposição

O PSD/Açores acusou esta semana o Governo Regional de “esconder informação” ao não responder aos requerimentos apresentados pelos deputados da oposição sendo que, quando o faz, “fá-lo tardiamente e muitas vezes com respostas redondas e que nada explicam”, disse o deputado João Bruto da Costa.
O deputado gracisoense lamentou que, “relativamente a assuntos da mais elevada importância para a governação dos Açores, o Governo Regional oculte deliberadamente informação aos deputados” e deu vários exemplos, relativos a requerimentos apresentados pelo PSD/Açores, “a que os governos socialistas responderam fora do prazo legal em mais de 50%. E a outros nunca responderam”.
“Ou seja, o governo responde sempre tarde e a más horas, quando responde. Uma simples busca mostra-nos que há ainda 175 requerimentos sem resposta nas últimas legislaturas, sendo que apenas 5 são do próprio PS, partido que suporta o governo regional”, sublinhou João Bruto da Costa
O deputado referiu que, ao agir desta forma, o executivo “atropela constantemente o conceito de transparência, aquele que reflete a necessidade de trazer para a esfera pública aquilo que é a atuação dos governos quando exercem o seu mandato”.





Voto de congratulação pelos prémios EuroSkills

No plenário de Fevereiro, que decorre na Assembleia Legislativa Regional, o PS apresentou votos de congratulação.
Ricardo Ramalho, apresentou um voto de congratulação pelas Medalhas de Excelência no Campeonato Europeu de Profissões – EuroSkills 2016 conquistadas por jovens açorianos.
No discurso, o deputado Graciosense destacou que “dos 7 açorianos com medalhas de ouro a nível nacional, 4 participaram no EuroSkills 2016, que decorreu em Gotemburgo, na Suécia, de 1 a 3 de dezembro, e que contou com a presença de mais de 500 jovens, de cerca de três dezenas de países, naquela que é a maior competição de profissionais e é o maior evento de formação profissional a nível europeu.”
Destaca-se assim que Luís Tadeu Espínola Vieira, natural da ilha Graciosa, Pedro Carreiro e Rodrigo Farias “foram os três açorianos que arrecadaram a medalha de excelência, que é concedida unicamente aos concorrentes que conseguem mais de 500 pontos nas suas provas, sendo, por isso, considerada como o título europeu em cada uma das mais de 50 profissões a concurso.”
São resultados que para a bancada PS “orgulham a nossa Região e refletem todo um trabalho desenvolvido por estes jovens e professores”, no seio do sistema de ensino profissional, mas “são também fruto das políticas de qualificação profissional e juventude, implementadas ao longo dos últimos anos nos Açores, sob a orientação dos Governos do Partido Socialista”, referiu o deputado.





Voto de congratulação pelos 50 anos da fundação da Sociedade Recreativa da Vitória

O deputado do PS, Manuel José Ramos, apresentou na Assembleia Legislativa Regional, um voto de congratulação pelos 50 anos da Sociedade Recreativa da Vitória.
A 1 de Janeiro de 1967, no lugar de Vitória, freguesia de Guadalupe, concelho de Santa Cruz da Graciosa, davam-se os primeiros passos para a fundação da Sociedade Recreativa da Vitória, destacando-se entre outros Domingos da Silva, João Bettencourt, Luís Oliveira, Agnelo Gil e Manuel Silva.
Inicialmente a coletividade funcionou numa casa alugada onde os locais se juntavam para jogos de cartas, para ouvir histórias e as noticias que vinham do exterior através da rádio.
No início da década de oitenta foi lançada a primeira pedra e assim foi-se realizando o sonho coletivo de erguer a sede social, moderna e que fosse ao encontro das necessidades da coletividade, que viria a ser inaugurada em 1989.
Atualmente a Sociedade Recreativa da Vitória continua a ter um papel preponderante no panorama social, recreativo e cultural da Ilha Graciosa.

João Costa, da bancada PSD, associou-se ao voto de congratulação apresentado pelos 50 anos da Sociedade Recreativa da Vitória.

Para o PSD é importante saudar a jovem direcção daquela colectividade, através do seu presidente Luis Correia, felicitando-os pelo trabalho realizado e fazendo votos de continuidade e sucesso!

Twitter Facebook Favorites More