Traduzir

16 fevereiro 2017

João Costa acusa Governo de esconder informação aos deputados da oposição

O PSD/Açores acusou esta semana o Governo Regional de “esconder informação” ao não responder aos requerimentos apresentados pelos deputados da oposição sendo que, quando o faz, “fá-lo tardiamente e muitas vezes com respostas redondas e que nada explicam”, disse o deputado João Bruto da Costa, no plenário de Fevereiro, que decorra que Assembleia Legislativa Regional dos Açores, no debate sobre "Requerimentos Parlamentares".
O deputado graciosense lamentou que, “relativamente a assuntos da mais elevada importância para a governação dos Açores, o Governo Regional oculte deliberadamente informação aos deputados” e deu vários exemplos, relativos a requerimentos apresentados pelo PSD/Açores, “a que os governos socialistas responderam fora do prazo legal em mais de 50%. E a outros nunca responderam”.
“Ou seja, o governo responde sempre tarde e a más horas, quando responde. Uma simples busca mostra-nos que há ainda 175 requerimentos sem resposta nas últimas legislaturas, sendo que apenas 5 são do próprio PS, partido que suporta o governo regional”, sublinhou João Bruto da Costa
O deputado referiu que, ao agir desta forma, o executivo “atropela constantemente o conceito de transparência, aquele que reflete a necessidade de trazer para a esfera pública aquilo que é a atuação dos governos quando exercem o seu mandato”.
E lembrou que, em 2006, o PSD apresentou um projeto de decreto legislativo regional “que visava agilizar a resposta aos requerimentos”, projeto que foi chumbado pelo PS, “sendo o chumbo defendido pelo atual presidente do governo regional, Dr. Vasco Cordeiro, o que diz bem do que pensam os socialistas sobre esta matéria”, salientou.

João Bruto da Costa terminou a sua intervenção com uma citação do dramaturgo Bernard Shaw, referindo que “a Democracia, muitas vezes, significa o poder nas mãos de uma maioria incompetente”, concluiu.

Twitter Facebook Favorites More