Traduzir

31 janeiro 2017

Ventos "com força de furacão" poderão afetar ilhas mais a Norte

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera informou que “uma depressão frontal a noroeste do arquipélago, com deslocamento para leste, deverá desenvolver ventos com força de furacão e ondulação forte que se deverá propagar para a região do Arquipélago dos Açores, afectando principalmente as costas expostas a norte, noroeste e oeste das ilhas mais a norte (Corvo, Flores e Graciosa).”
Esta situação afectará inicialmente as ilhas do Grupo Ocidental, especialmente entre as 05h de quarta-feira e as 02h de quinta-feira (dia 2 de fevereiro), com ondas noroeste que poderão atingir 12 m de altura significativa e uma onda máxima de 20 m. O vento será de oeste forte a muito forte (50-75 km/h) com rajadas até 110 km/h, entre as 05h e as 20h de quarta-feira.
Para o Grupo Central, o período mais crítico deverá ocorrer entre as 11h de quarta-feira e as 02h de quinta-feira, com ondas noroeste até 10 m de altura significativa e uma onda máxima de 18 m. O vento será de oeste forte (50-65 km/h) com rajadas até 100 km/h, entre as 11h e as 23h de quarta-feira.
Para os Grupos Ocidental e Central é esperada uma diminuição gradual da agitação marítima ao longo do dia 02 de fevereiro (quinta-feira).
Para as ilhas do Grupo Oriental, o período mais crítico deverá ocorrer entre as 17h de quarta-feira e as 5h de quinta-feira, com ondas noroeste de 7 a 8 m de altura significativa.

O IPMA vai continuar a acompanhar a situação e a população e autoridades devem manter-se atenta aos  “avisos meteorológicos que serão emitidos de acordo com os critérios e com a antecedência acordada com as autoridades de Protecção Civil.”

Twitter Facebook Favorites More