Traduzir

25 janeiro 2017

PSD quer “forte campanha de promoção” das Termas do Carapacho

O deputado do PSD/Açores João Bruto da Costa propôs uma “forte campanha de promoção” das Termas do Carapacho, como forma de recuperar o “bom nome” da infraestrutura turística após os “danos assinaláveis” causados pelo governo regional.
“Os danos que a atuação do governo regional provocou no bom nome daquela infraestrutura exigem uma forte campanha de promoção e valorização das qualidades termais existentes no Carapacho, na ilha Graciosa”, afirma o deputado graciosense.
Em requerimento enviado à Assembleia Legislativa dos Açores, o parlamentar eleito pela ilha Graciosa questionou também o governo regional sobre as obras que ainda decorrem nas Termas do Carapacho e já deveriam estar concluídas “no passado mês de novembro de 2016”.
João Bruto da Costa assinalou que as obras nas Termas do Carapacho foram adjudicadas em agosto de 2016 e com um prazo de execução de 90 dias, tendo como objetivo “recuperar aquela valência dos erros governativos cometidos uns sobre outros num passado recente”.
O deputado do PSD/Açores, eleito pela Graciosa, lembra ainda que a atuação do governo regional no empreendimento termal “levou a recorrentes erros e a danos assinaláveis na reputação de uma valência essencial ao desenvolvimento da oferta turística e de saúde” da ilha Graciosa, “num processo que se arrasta sem responsabilidades assumidas para os vários milhões de euros ali gastos”.




Twitter Facebook Favorites More