Traduzir

21 janeiro 2016

Concelho de Santa Cruz da Graciosa um dos únicos 100% eco-escola

As escolas da Graciosa receberam ao início da tarde de Quarta-feira, o Galardão Eco-Escola 2014-2015 e o município de Santa Cruz da Graciosa recebeu um certificado especial por apresentar uma taxa de implementação de 100%.
A cerimónia a nível regional foi feita em simultâneo, em todas as ilhas, através de videoconferência, com a presença do presidente da Associação Bandeira Azul a apresentar a Rota dos 20, evento que vai assinalar os 20 anos do galardão.
O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente destacou o “envolvimento das comunidades escolares, em particular dos professores” para o sucesso do Programa Eco-Escolas, manifestando um “reconhecimento público pela sua dedicação”.
Os 6 estabelecimentos de ensino da Graciosa receberam as bandeiras para hastear, são eles a Escola Secundário, as 4 escolas básicas e jardins de infância de São Mateus, Santa Cruz, Luz e Guadalupe e ainda o Jardim de Infância “O Balão”, da Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa.

O Município de Santa Cruz da Graciosa, que a par das Lajes das Flores, é o único em que todas as escolas ostentam o galardão, vai continuar a colaborar com este projecto conforme nos disse o autarca Manuel Avelar Santos.
O trabalho de colaboração entre autarquia e escolas é para continuar, para que se consiga que tenhamos um ambiente cada vez melhor, como uma autêntica Reserva da Biosfera que somos.
Marisa da Silva Faria é a nova Coordenadora Eco-Escola da EBS da Graciosa para 2015/2016.
A docente afirma que se trata de um desafio, que é encarado com dedicação para dar continuidade ao trabalho que tem sido feito nos últimos 10 anos na Escola Secundária de Santa Cruz da Graciosa.
Os temas deste ano são o mar, biodiversidade, agricultura biológica, floresta e os espaços exteriores. A água, os resíduos e a energia serão os temas base que vão continuar a trabalhar.
O Eco-Escolas é uma iniciativa internacional que pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pelas escolas, sendo o mais antigo dos programas de educação ambiental e para o desenvolvimento sustentável implementados nos Açores, através do protocolo estabelecido entre a Região e a ABAE.


Twitter Facebook Favorites More