Traduzir

13 janeiro 2017

Resumo Semanal de 9 a 13 de Janeiro de 2017

Médico Marco Pires afirma que contratos de prestação de serviços médicos “não devem justificar o insucesso das políticas de saúde”

No esclarecimento enviado à nossa redação, é explicado que “a proposta de renovação da prestação de serviços médicos por parte da USIG, verificou-se no dia 02 de Dezembro de 2016, no contexto de uma reunião agendada por iniciativa do médico Marco Pires, e visava um período contratual de 3 meses” e esclarece ainda que a ligação contratual entre a respetiva empresa e Unidade de Saúde “teve inicio a 3 de Maio de 2013, com possibilidade renovação anual”.
Na comunicação enviada à nossa redação, a empresa Empresa Rodrigues Pires Saúde Lda., explica que “em Maio de 2016, aquando da 3.ª renovação contratual, face às explicações de âmbito jurídico-legal facultadas pela Administração da USIG, foi efetuado novo contrato de prestação de serviços médicos por um período de 8 meses, com diminuição de 30 % dos valores contratuais”, sendo que o contrato entre ambas as partes, “não permitia o exercício das funções médicas a nenhum outro profissional que não o médico Marco Pires”.
A terminar o seu comunicado, o médico Marco Pires, afirma ainda que “os contratos de prestação de serviços médicos são prática normal e corrente na área da saúde, através de empresas de médicos ou de empresas de recrutamento de médicos e que não devem justificar o insucesso das políticas de saúde”.





PS Graciosa lamenta morte de Mário Soares

O Secretariado do Partido Socialista – Graciosa lamentou a morte de Mário Soares, no passado Sábado, um dos fundadores do Partido Socialista, “seu militante número 1 e uma das suas maiores figuras.”
Referem os socialistas graciosenses que Mário Soares foi um “Homem de Estado”, devido aos diversos cargos e ocupou deixando “um enorme legado às próximas gerações”.
“Referência incontornável da democracia portuguesa, lutou contra o antigo regime e, por isso, foi preso, deportado e exilado, mas isso não o demoveu do combate pela liberdade e estabilização democrática”, refere o PS Graciosa, que destaca que foi ele que “implantou a democracia e lutou contra as intenções totalitárias que vieram da esquerda” e ainda “consolidou a democracia e integrou Portugal no espaço Europeu”.
Por todos estes motivos “Portugal deve muito a Mário Soares” e na hora da sua partida, “o Partido Socialista – Graciosa diz apenas: obrigado, camarada”.






Graciosa com aumento de 15,7% nos desembarques em 2016

Na Graciosa, ao longo do ano de 2016, desembarcaram por via aérea um total de 23.593 passageiros, mais 3.210 passageiros do que em 2015.
Quanto aos embarques, foram 23.688 os registados em 2016 no Aeroporto da Graciosa, um aumento de 3.256 embarques, em relação ao ano anterior.
Ao longo do ano que terminou, a nossa ilha foi escalada por 636 aviões que trouxeram cerca de 36 toneladas de correio e 54 toneladas de carga, levaram da Graciosa 130 toneladas, na sua maioria peixe.






Nascimentos com quebra de 30% em 2016 na Graciosa

Os dados que a Rádio Graciosa recolheu junto da Conservatória do Registo Civil de Santa Cruz da Graciosa e do Serviço Materno Infantil da Unidade de Saúde indicam 59 óbitos, para apenas 28 nascimentos.
Em comparação com 2015 há uma diminuição de 30% nos nascimentos, com menos 12, já nos óbitos registou-se um ligeiro aumento, com apenas mais 4 ocorrências deste tipo.
De ressalvar que nos últimos 4 anos vinha a registar-se um aumento gradual dos nascimentos, o que foi alterado em 2016 com os nascimentos a voltarem a baixar para números assustadoramente baixos, quando em 2015 tinham nascido 40 crianças.
Verifica-se ainda que das 28 crianças nascidas, apenas 3 foram registadas na Graciosa, uma tendência que continua a aumentar, com a maioria dos pais a optar por fazer o registo no Hospital onde se efectua o nascimento.
Em 2016 foram ainda celebrados 11 casamentos e 3 divórcios, registando-se um aumento de 4 casamentos e diminuição de 4 divórcios em relação a 2015.





Sessão de esclarecimento sobre medidas de redução do consumo de sacos plásticos

A partir de 1 de Abril o comércio a retalho passa a estar obrigado a cobrar os sacos de plástico e várias entidades juntam-se para começar a sensibilizar para as medidas de redução do consumo de sacos plásticos.
A sessão de esclarecimento vai realizar-se às 18:30 do dia 17 Janeiro, no Multiusos da Graciosa, na Praça de São Francisco, numa iniciativa da
Direção Regional do Ambiente, ERSARA e
Núcleo Empresarial da Graciosa.





Turismo no espaço rural da Graciosa com aumento de 87% de Janeiro a Outubro de 2016

Dados do Serviço Regional de Estatística revelam 276 hóspedes, nos primeiros 10 meses de 2016, um aumento de 87 % em relação ao mesmo período de 2015.
Para este aumento contribuíram os meses de Junho, Julho, Agosto e Setembro, em que as reservas nos estabelecimentos de turismo em espaço rural, duplicaram em relação às registadas em 2015.





Obra na rede de águas na zona Norte da Graciosa arranca na próxima semana

A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa reuniu ordinariamente na quinta-feira e na reunião de trabalho foi aprovado o Plano de Segurança e Saúde da Empreitada “Rede de Abastecimento de Água da Freguesia de Guadalupe e de parte da Freguesia de Santa Cruz- Rede do Reservatório das Grotas II”, obras estas de elevada importância para a população Graciosense destas localidades, que consiste na substituição total da atual rede pública de abastecimento de água que se encontra totalmente obsoleta. No encontro camarário o vereador João Cunha perguntou sobre a resolução dos derrames na zona norte, pois ouviu na comunicação social que o assunto tinha sido resolvido com sucesso, ao que o presidente da Câmara esclareceu que ficou resolvido o problema de uma das duas fugas existentes, mas que está acordado com a Tecnovia que a obra começará por essa zona, de forma a resolver o problema. Entretanto a Rádio Graciosa sabe que está tudo a ser preparado para que a obra arranque na próxima semana.





Deputados do PS afirmam que estabilização do quadro médico deve ser objetivo primordial da política de saúde

Os deputados do Partido Socialista da Graciosa mantiveram, a seu pedido, um encontro com a Presidente do Conselho de Administração da Unidade de Saúde da Ilha Graciosa (USIG), com o objetivo de se inteirarem do atual momento daquela unidade orgânica.
Segundo nota de imprensa, “os deputados puderam constatar que a USIG dispõe, atualmente, de três médicos, dois deles no quadro e um aposentado a exercer funções, sendo que um deles se encontra ausente do serviço por motivo de doença”.
Os deputados José Ávila, Manuel José Ramos e Ricardo Ramalho “entendem que a estabilização do quadro médico é um dos objetivos primordiais da política de saúde que deve ser prosseguido para garantir a confiança dos utentes”, mas tendo ficado a saber “que a USIG tem também esse objetivo desde sempre, reconhecendo, no entanto, dificuldades em recrutar pessoal da carreira médica para se fixar nas ilhas de menor dimensão”, sendo que “brevemente contará com mais um médico para garantir o serviço de urgência”, até à conclusão do concurso que decorre para “duas contratações de serviços médicos”, o que levará a unidade a saúde a ficar “com cinco médicos ao seu serviço”.
Nas conclusões da visita, os parlamentares Graciosenses reconhecem que “esta situação não é a ideal, mas confiam plenamente nos profissionais de diversas áreas daquela Unidade de Saúde que todos os dias se esforçam para prestar cuidados de saúde aos seus utentes”.





Graciosa é uma das ilhas mais escolhidas pelos inscritos no programa Meus Açores Meus Amores

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou em Ponta Delgada, que a quarta edição do programa ‘Meus Açores, Meus Amores’ deverá representar mais de 6.200 dormidas no arquipélago, contribuindo, assim, para dinamizar a economia regional nas épocas de baixa e média atividade turística, hoteleira e de restauração.
Marta Guerreiro salientou ainda que, “para além do combate à sazonalidade, o programa reforça a promoção do turismo interno e promove a Açorianidade, ao esbater as barreiras geográficas entre as nove ilhas do arquipélago e permitindo a inclusão e a troca de experiências entre seniores de diferentes ilhas”.
As ilhas de origem que registam maior número de candidaturas continuam a ser S. Miguel, Terceira e Faial tendo, no entanto, sido registado um aumento expressivo da procura por parte da ilha do Pico.
Relativamente às ilhas que se encontram no topo das prioridades dos candidatos, Santa Maria e Flores continuam a liderar as opções dos inscritos, tendo-se juntando a estas, na edição de 2016, a ilha Graciosa.




Twitter Facebook Favorites More