Traduzir

09 janeiro 2017

PS Graciosa lamenta morte de Mário Soares

O Secretariado do Partido Socialista – Graciosa lamentou a morte de Mário Soares, no passado Sábado, um dos fundadores do Partido Socialista, “seu militante número 1 e uma das suas maiores figuras.”
Referem os socialistas graciosenses que Mário Soares foi um “Homem de Estado”, devido aos diversos cargos e ocupou deixando  “um enorme legado às próximas gerações”.
“Referência incontornável da democracia portuguesa, lutou contra o antigo regime e, por isso, foi preso, deportado e exilado, mas isso não o demoveu do combate pela liberdade e estabilização democrática”, refere o PS Graciosa, que destaca que foi ele que “implantou a democracia e lutou contra as intenções totalitárias que vieram da esquerda” e ainda “consolidou a democracia e integrou Portugal no espaço Europeu”.

Por todos estes motivos “Portugal deve muito a Mário Soares” e na hora da sua partida, “o Partido Socialista – Graciosa diz apenas: obrigado, camarada”.

Twitter Facebook Favorites More