Traduzir

25 janeiro 2017

Obras da Adega e Cooperativa Agrícola da Graciosa estarão prontas no segundo trimestre

A Adega e Cooperativa Agrícola da Ilha Graciosa atravessa uma fase de mudança radical, com o decorrer das obras de remodelação daquela estrutura.
Estas obras, no valor de 1 milhão e 140 mil euros, dotarão o edifício da Adega de uma área de 1.529 metros quadrados.
A obra que está a ser executada pela Empresa Vila Jardim, tornará a Adega numa Unidade Agro-Alimentar, que se divide em quatro zonas distintas, nomeadamente a Unidade de processamento de alhos, Unidade de Mel e compotas, Unidade de processamento hortofrutícola e a unidade de vinificação moderna e com todas as condições para a produção dos vinhos Pedras Brancas.
As obras estão a decorrer bem e devem estar concluídas antes do mês de Maio, ainda a tempo da nova época frutícola e da vindima de 2017, conforme nos disse João Picanço, presidente da Adega.
Quando esta fase estiver terminada, cabe aos associados e produtores tirarem proveito do espaço, podendo até tratar outros produtos, não só a meloa, vinho e alhos.
João Picanço disse ainda que a instituição terá que se reforçar com pessoal qualificado, no entanto tem havido dificuldades na contratação de técnicos.
As expectativas para 2017 são as melhores na Adega e Cooperativa Agrícola da Ilha Graciosa.

Twitter Facebook Favorites More