Traduzir

20 janeiro 2017

Novo Programa Regional de Vacinação está publicado em Jornal Oficial

A Portaria que define o novo Programa Regional de Vacinação está publicada em Jornal Oficial, destacando-se, entre as principais alterações, uma nova e mais abrangente vacina contra o vírus do papiloma humano (HPV), com uma eficácia superior a 90% contra o cancro do colo do útero, que vai ser administrada às raparigas mais cedo, a partir dos 10 anos.
Outra novidade consiste na junção de vacinas a administrar aos dois e aos seis meses de idade, passando as crianças a receber uma vacina, na qual constam a proteção contra a hepatite B, a difteria, o tétano, a tosse convulsa e a poliomielite.
O novo Programa Regional de Vacinação prevê também o fim da vacinação universal com a BCG, sendo apenas vacinadas as crianças que pertencem a grupos de risco para a tuberculose ou as que vivem numa determinada comunidade com elevada incidência da doença.
A vacina contra o tétano também vai sofrer alterações, passando a ser administrada aos 10, 25, 45 e 65 anos de idade, passando após esta idade a ser administrada de 10 em 10 anos.
O novo Programa contempla ainda a vacinação das grávidas contra a tosse convulsa para a proteção dos recém-nascidos até poderem iniciar a vacinação contra esta doença, a partir dos dois meses de idade.
O Programa de Vacinação da Região Autónoma dos Açores, em tudo idêntico ao Plano Nacional de Vacinação, é universal, gratuito e acessível a todas as pessoas.

A aquisição de vacinas para o ano de 2017 envolve um investimento estimado em 1,1 milhões de euros, verba que compensa largamente os custos associados ao tratamento das doenças e das suas complicações.

Twitter Facebook Favorites More