Traduzir

28 dezembro 2016

Graciosa com 51 toneladas de quota do goraz em 2017 e 2018


A possibilidade de pesca anual de 507 toneladas de peso vivo em 2017, e de 507 toneladas em 2018, relativas às unidades populacionais da espécie goraz, atribuídas a Portugal, pelo Regulamento (UE) n.º 2016/2285 do Conselho, de 12 de dezembro de 2016, para vigorarem no ano de 2017 e no ano de 2018, tendo em devida conta a atividade tradicional e histórica das embarcações nacionais, são repartidas pelo conjunto da frota do arquipélago, de acordo com o seu porto de registo ou de armamento, atendendo ao disposto no artigo 17.º do Regulamento (EU) n.º 1380/2013 do Parlamento Europeu e do Conselho, ilha por ilha.
À Graciosa coube 51.004 kg em 2017 e a mesma quantia para 2018, ou seja 10,06 % da quota regional.
Com a portaria, publicada esta Terça-feira, pretende agora o Governo Regional vincular cada uma das ilhas a práticas de sustentabilidade e responsabilidade na gestão da captura da espécie do goraz, optando por fixar uma repartição da quota destinada aos Açores por cada ilha, respeitando o histórico de cada uma delas e das respetivas embarcações, por forma a garantir uma repartição justa e equitativa da quota destinada à Região.


Twitter Facebook Favorites More