Traduzir

29 junho 2016

PS explica sentido de voto e afirma que “transportes estão bons, os melhores até à data”

A Assembleia Municipal de Santa Cruz da Graciosa reunida na noite de Segunda-feira, aprovou um voto de protesto, apresentado pelo PSD, por a Graciosa continuar de fora das rotas dos barcos do Grupo Central. O voto de protesto foi aprovado por maioria, com 7 votos a favor do PSD e 12 abstenções do PS.
A bancada PS declarou que apesar de desejar que a rota passe pela Graciosa, reconhece que os horários da Atlanticoline estão melhores este ano, para além da garantia do Governo que os horários serão ajustados sempre que necessário, daí terem optado pela abstenção.
No dia seguinte a bancada socialista deu a conhecer uma declaração de sentido de voto, em que explica que “optaram pela abstenção uma vez que não concordamos na íntegra com o Voto de Protesto, mas sim no fundamental, que seria a integração da Ilha Graciosa na referida rota.”
Salientam os deputados municipais do PS “o esforço por parte do Governo Regional no aumento do número de toques programados pelos navios da Atlânticoline para 2016 e a disponibilidade por parte da empresa em resolver algumas situações pontuais. As ligações aéreas e os horários melhoraram substancialmente, provocando uma melhor mobilidade e diminuindo o isolamento. “
A terminar afirmam que “os transportes estão bons, os melhores até à data, mas como representantes do Povo temos de lutar pela constante melhoria das acessibilidades como a integração na linha lilás, melhores transportes de carga, nomeadamente um triângulo entre as Ilhas de São Jorge, Graciosa e Terceira, fazendo com que os nossos produtos cheguem às Ilhas do Grupo Central com a rapidez necessárias para a sua comercialização com o mínimo de perdas.”

Com o sentido de voto nesta matéria afirma a bancada socialista que ficou demonstrado que “a Graciosa está acima de quaisquer interesses partidários ou pessoais, lutamos pela Ilha que nos elegeu e assim continuaremos.”

Twitter Facebook Favorites More