Traduzir

14 dezembro 2015

Património subaquático é o melhor testemunho da importância geoestratégica dos Açores

O Governo dos Açores pretende reforçar a aposta na divulgação do vasto património subaquático existente em todo o arquipélago, destacando a "importância geoestratégica” da Região no Atlântico, afirmou hoje, em Santa Cruz da Graciosa, o Diretor Regional da Cultura.
O Diretor Regional, que falava na V Bienal de Turismo Subaquático 2015, salientou que, entre os 22 sítios visitáveis existentes no Mar dos Açores, cinco, dadas as suas caraterísticas, já se encontram enquadrados por legislação própria de acesso e salvaguarda.
Com estes procedimentos normativos, segundo Nuno Lopes, o Governo dos Açores procura afirmar as suas competências na gestão daqueles espaços e, simultaneamente, deixar espaço aos empresários marítimo-turísticos na área da exploração e também, em colaboração com as entidades próprias, de fiscalização.

Com esta estratégia pretende-se criar, ao longo dos próximos tempos, uma rota de parques arqueológicos e sítios onde ocorreram naufrágios, de modo a potenciar este património na vertente turística e também de estudo e investigação.

Twitter Facebook Favorites More