Traduzir

11 dezembro 2015

V Bienal de Turismo Subaquático já decorre na Graciosa

A V Bienal de Turismo Subaquático está a decorrer em Santa Cruz da Graciosa.
Nesta edição, o evento assume um modelo diferente dos anos anteriores estruturado em palestras, workshops, formações e debates com os vários agentes, momentos importantes para a qualificação e estruturação interna do produto do turismo subaquático nos Açores.
O dia de ontem foi destinado ao Curso DDI e hoje começam as palestras e workshops.
Na sessão de abertura, José Toste, do Turismo dos Açores, disse que a Bienal tem permitido manter certos assuntos em agenda, como é o caso da criação de reservas marinhas. Trata-se de um dos aspectos importantes, para que o turismo se torne mais qualificado nesta área, internacionalmente.
José Toste enalteceu a criação da Associação de Operadores Marítimo Turísticos, desde a última bienal e que surgiu exactamente de ideias partilhadas no evento, estando agora estas entidades mais organizadas.
João Bettencourt, Director Regional do Turismo, em representação do Secretário Regional do Turismo e Transportes, disse tratar-se de um momento importante de troca de ideias, sugestões e criticas, fundamentais para a especialização do nosso turismo.
O responsável pelo turismo referiu ainda que as actividades económicas ligadas ao mar têm crescido, fruto do trabalho de empresários e deste tipo de organizações, que tem permitido o desenvolvimento do nosso turismo de natureza.
O governo também tem ajudado na criação de estruturas, mas trata-se de um trabalho conjunto, que é preciso continuar, afirmando ainda que todas as ilhas têm potencial e um peso por igual nas decisões do governo.
Avelar Santos, presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, falou do crescimento do turismo de natureza nos Açores, que tem tido reconhecimento a nível mundial.
O autarca afirmou que desde a primeira edição em 2007, muitas das discussões e dificuldades estão já ultrapassadas.
Avelar Santos elogiou ainda este tipo de iniciativas, que o município pretende continuar a apoiar.
Os temas gerais do evento são o mergulho em naufrágios, mergulho acessível e promoção ambiental dos ecossistemas marinhos dos Açores.
Nesta V Bienal estão inscritos cerca de 50 participantes.







Twitter Facebook Favorites More